Os Parques e Jardins para desfrutar a Primavera e o Verão no Porto.


Bancos no Jardim do Palácio de Cristal e uma árvore de camélias



A cidade do Porto está repleta de parques e jardins para aproveitar os dias quentes da Primavera e do Verão.
Seja para dar bons passeios, para relaxar e ler um bom livro à sombra, para desfrutar um piquenique com amigos e a família e para a brincadeira dos mais pequenos.
Muitos deles apresentam uma diversidade de plantas e árvores e também muitas aves, vistas para o rio Douro, para o por-do-sol sobre a cidade e alguns eram jardins de casas palacianas pertencentes à famílias nobres da cidade.

É o programa ideal para locais e turistas que querem fazer uma pausa da confusão próxima dos pontos mais turísticos.
Alguns deles apresentam programações especiais nos dias e noites quentes, oferecendo concertos, mercados e feiras, atividades físicas e animação cultural.
Toda a programação de eventos nestes parques e jardins pode ser encontrada em AgoraPorto.pt


Segue aqui uma relação dos principais Parques e Jardins da cidade para quem quer aproveitar os meses que aí vem:

1. Os Jardins do Palácio de Cristal


Ficam numa parte mais alta da cidade, bem  próximo do Centro e nos proporciona uma vista belíssima do rio Douro. Se estiver por lá no horário do por-do-sol vai ter uma visão fantástica em direção da Ponte da Arrábida.


Viara do rio Douro e da Ponte da Arrábida


Os seus jardins românticos são ideias para passeios.
Mas a grande atração por lá são os pavões e outras aves que andam a circular por todo lado e adoram posar para as fotografias.

Também vai encontrar ótimas sombras para relaxar e recantos para piqueniques. Além de poder visitar ali ao lado o Museu  Romântico e a Biblioteca Municipal Almeida Garret.

Saiba mais sobre este belíssimo oásis no centro da cidade e toda a sua história no artigo: Jardins do Palácio de Cristal


torrre - Mirante no Jardim do Palácio de Cristal

Jardim do Palácio de Cristal

Escultura e gaivota no Jardim do Palácio de Cristal


2. O Parque da Cidade


É o maior parque do Porto e o maior parque urbano do país, começa na área urbana da cidade e termina na praia, o que faz dele  um parque muito especial...

Praia no final do Parque da cidade


É ótimo para dar uma corrida, pedalar, praticar jogos coletivos, fazer piquenique, observar as aves no grande lago central e passear com o seu amigo de 4 patas.
O parque é imenso mas não tem como perder-se porque é bem sinalizado. Tem também bares e cafés e muito espaço para as crianças. Leia mais sobre o: Parque da Cidade.

corredora no Parque da Cidade

Pessoas observando o lag e as aves do Parque da Cidade


3. O Parque  da Fundação de Serralves 

É um parque completo. Porque nos seus 18 hectares pode encontrar inúmeras espécies de árvores e plantas ornamentais. Flores, lagos, esculturas, restaurante, casa de chá, o Museu de Arte Contemporânea, a Casa do Cinema Manoel de Oliveira e ainda visitar uma casa que é um exemplar belíssimo de arquitetura Art D'eco...

Porta da Casa de Serralves
Conheça mais: a Casa de Serralves

Escultura Pá de Jardineiro no Parque de Serralves
Mais sobre: O Parque de Serralves

Esculturas no Museu de Arte Contemporânea do Porto
Museu de Arte Contemporânea

Pessoas no Parque de Serralves

TreeTop no Parque de Serralves
O TreeTop Walk também é uma atração. 




A Fundação de Serralves tem uma programação extensa durante  o ano todo, mas é na Primavera/Verão que as atividades são mais frequentes e o grande destaque vai para o Serralves em Festa que acontece sempre no final do mês de Maio. Acompanhe a programação de todas as atividades do Serralves em www.serralves.pt


4. O Jardim do Passeio Alegre

Fica mesmo onde o rio Douro encontra com o mar e quem vai até a região da Foz, não pode deixar de passear por este jardim tão tradicional da cidade.
Cheio de sombras, com algumas fontes e esculturas, um charmoso coreto e o famoso quiosque Chalé Suisso.  Aqui pode ver um artigo completo sobre : o Jardim do Passeio Alegre.



Bancos no Jardim do Passeio Alegre

Jardim do Passeio Alegre

Escultura de São João Batista no Jardim do Passeio Alegre

Vale a pena aproveitar a ida à Foz para fazer um passeio mais alargado.  Veja neste post: O que fazer na Foz do Douro



5. O Jardim Botânico

 O que foi uma antiga Quinta onde viveu a família da escritora portuense Sophia de Mello Breyner Andressen, hoje pertence à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e possui 13 hectares de muita área verde para visitar e desfrutar.

Jardim Botânico



Escadas da Casa do Jardim Botânico

pormenor da casa d Jardim Botânico

árvore no Jardim Botânico do Porto

Para além da extensa área verde, a Casa Andersen abriga a Galeria da Biodiversidade, não deixe de visitar. Veja mais informações neste post.



6. O  Jardim da Cordoaria 


 Em tempos medievais era ali que  funcionava um mercado de rua  e era também o local onde os cordoeiros trabalhavam as cordas dos navios (daí o nome Jardim da Cordoaria), este jardim tem uma grande alameda de plátanos que é um lugar excelente para um descanso à sombra em tardes de muito sol...

Alameda dos Plátanos no Jardim da Cordoaria


Nesta mesma alameda encontramos as esculturas doadas pelo espanhol Juan Muñoz no ano em que o Porto foi Capital Europeia da Cultura.
O bonito paisagismo  do jardim fica ainda mais charmoso quando por ali passa o famoso eléctrico/bondinho.

Esculturas de Juan Muñoz no Jardim da Cordoaria
Veja mais sobre as esculturas do Jardim da Cordoaria


7. O Jardim das Virtudes


É feito em socalcos que dão vistas para o rio Douro, para o edifício da Alfândega e para V.N. de Gaia, é bastante silencioso e agradável. perfeito para piqueniques. É também um perfeito oásis em pleno Centro Histórico do Porto. Fica localizado muito próximo de onde se encontrava a antiga Muralha Fernandina, entre as regiões emblemáricas da Vitória e de Miragaia.


Jardim das Virtudes



Vista do rio Douro a partir do Jardim das Virtudes

Fonte das Virtudes Porto



8. O Jardim de São Lázaro 


Foi uma das benfeitorias de D. Pedro IV ( O I Imperador do Brasil) à cidade. É um pequeno jardim romântico, repleto de camélias, muitos bancos para estarmos por ali esperando a vida passar.
Um lago e esculturas e um charmoso coreto, completam a beleza do lugar.
À volta do jardim podemos encontrar excelentes cafés e casas de petiscos.
Vale estender o passeio do Centro Histórico até lá...

Gaivota no Jardim de São Lázaro


Coreto do Jardim de São Lázaro

Jardim de São Lázaro no Porto

escultura no lago do Jardim de São Lázaro



9. O Parque de Nova Sintra

Fica quase escondido na rua com o mesmo nome, a poucos passos da Estação Heroísmo do Metro e é um museu a céu aberto.
Ali encontramos muitas das antigas fontes da cidade que foram  guardadas e preservadas, desde quando o abastecimento de água para a cidade do Porto é feito à partir de empresas de saneamento.

Também fazia parte do jardim de uma antiga Quinta que pertencia `uma família  produtora de vinho do Porto e hje é a sede da empresa  Águas do Porto por isso é também conhecido como Paque das Águas. 

Além de uma vasta área repleta de árvores e plantas exóticas, o parque tem uma vista belíssima para o rio Douro e a Ponte do Freixo..
Saiba mais no post do blog sobre o Parque de Nova Sintra.



Fonte no Parque de Nova Sintra

Vista do rio Douro e da ponte do Freixo

brasão no Parque de Nova Sintra



10.  O Parque de São Roque


Fica próximo ao Estádio do Dragão e também já foi uma grande Quinta de uma família produtora de vinho do Porto. Hoje pertence à Câmara Municipal do Porto e é uma grande área verde para passear, praticar uma boa corrida, passear com os cães, e ver o rio Douro.
É repleto de cantos a explorar.
Também é ideal para piqueniques e ainda vale a visita na Casa de São Roque que hoje abriga um espaço de arte contemporânea.

capela no Parque de São Roque
veja mais sobre o Parque de São Roque

Miradouro no Parque de Dão Roque



Alameda no Parque de São Roque

Labirinto no Parque de São Roque

A grande sensação do parque é um lindíssimo labirinto em perfeitas condições... um parque que merece a visita!



11.  O Parque do Covelo


Fica numa região totalmente fora do circuito turístico, mas bem próximo do Pólo Universitário do Porto e também era uma antiga Quinta e que hoje pertence à Câmara Municipal do Porto. Tem 7 hectares de muitas árvores e espaços para caminhar, mas destaca-se porque tem uma área reservada para os miúdos com muitos brinquedos, excelente relvado e uma cafetaria para os pais passarem o tempo por ali...



Bancos no Parque do Covelo

brinquedos infantis no Parque do Covelo

ruínas no Parque do Covelo

alameda no Parque do Covelo

12. O Parque Oriental

Assim como o Parque  da Cidade que "abraça" o lado extremo ocidental do Porto, o Parque Oriental como o nome diz, está localizado na extremidade oriental do Porto, junto às margens do rio Douro e da Ponte do Freixo.
Tem 16 hectares de área verde e uma ótima estrutura para prática de caminhadas, corridas e amantes da bicicleta. Um oásis cortado pelo rio Tinto que foi requalificado e que faz ligação com os Passadiços do rio Tinto para os que querem ir mais além no seu condicionamento físico.  

ponte de pedra sobre o rio Tinto no Prque Oriental do Porto

Ciclista no Parque Oriental do Porto
Conheça mais sobre o Parque Oriental do Porto


Parques e Jardins com boas sombras, bons recantos e boa energia.
Para aproveitar os dias longos das melhores estações do ano e se encantar!







Comentários

Hotéis e Alojamentos:

Booking.com

Ler Também é Viajar

Em www.bertrand.pt

O Porto encanta nas redes sociais: