quarta-feira, 20 de maio de 2015

Uma pequena capela. Grandes painéis de azulejos.

No alto da  Rua de Sá da Bandeira, mais afastada do circuito turístico, uma pequena capela passa quase despercebida. Mas chama a atenção pelo seu revestimento de azulejos...



Aproveitei uma passagem por ali para entrar e conhecer.... e que grata surpresa!
Esta pequena capela tem um grande nome: Nossa Senhora da Boa Hora de Fradelos, que leva este nome, porque está localizada na região por onde passava um antigo rio, chamado Fradelos, que desaguava no também antigo rio de Vila. E ali havia uma fonte com a imagem da N. Sra. da Boa Hora

A surpresa está no interior desta capela onde podemos apreciar imensos painéis de azulejos...






São painéis que retratam cenas da vida de Santa Teresinha, obras do pintor Jorge Colaço, o mesmo que produziu os belíssimos azulejos da Estação de São Bento.





Uma riqueza de detalhes lindos...



e não são só os azulejos que nos chamam a atençao...





Um cantinho muito especial para os admiradores de azulejos. Verdadeiras obras de arte!
Vale a pena conhecer.

Capela Nossa Senhora da Boa Hora de Fradelos

Rua Guedes de Azevedo esquina com a Rua Sá da Bandeira



sábado, 16 de maio de 2015

Exercícios Físicos à beira-mar. Em Vila Nova de Gaia.

Para quem não dispensa o seu exercício físico diário, nem quando está em viagem, o Porto tem as condições ideais para seguir este seu hábito tão saudável.
Já tive vários leitores do blog que me perguntam sobre lugares no Porto e arredores para fazer a sua corrida matinal.
E a boa notícia é que o Porto tem diversos locais para quem adora se exercitar. O Parque da Cidade é um lugar perfeito para isto. Como eu já mostrei neste post AQUI
Mas opções não faltam pelo Porto e região.

Parque da Cidade

Depois de alguns anos em remo de alta competição e corrida, confesso que agora prefiro as caminhadas diárias sem as rotinas rígidas dos treinos. Por isso gosto de escolher lugares diferentes para caminhar e ... apreciar a paisagem.
Aproveitando a chegada dos dias quentes, um dos meus sítios preferidos da semana passada foi a praia em Vila Nova de Gaia, a cidade vizinha do Porto, que na minha opinião tem uma extensão de praia fantástica.

Veja neste post AQUI, a praia de Gaia em pleno Alto Verão




Quem prefere um piso regular para corrida, caminhada e para bicicleta, pode utilizar a pista para este fim, que é ótima e muito bem sinalizada...








 Mas quem gosta de estar perto da areia e do mar, o passadiço de madeira é o ideal...






os amigos de 4 patas adoram!

E a paisagem é linda! Perfeita para ser admirada...





Praia vazia porque ainda é cedo para aproveitar o sol saudável. E porque as férias ainda não começaram.



A melhor parte, é que depois do exercício dá para andar com os pés na areia para recarregar as energias...



Para começar o dia muito bem disposto!



Fica a dica, para quem gosta de exercícios físicos ao ar livre, é tempo de aproveitar!

Mas não pára por aqui. À beira-rio, também é uma excelente opção, principalmente quando estamos a falar do emblemático rio Douro. Mas isto é para um próximo post.

Para quem vai de carro para V. N. de Gaia, lugares para estacionar, não faltam.
E do centro do Porto, próximo da Praça da Batalha, saem autocarros/ônibus para as praias de Gaia.






quinta-feira, 14 de maio de 2015

Uma doce história de sucesso à moda do Porto. É a Miss Pavlova.

"Crocantes por fora e macias por dentro, com muitas opções de coberturas e produtos sempre
frescos". É assim que a Ana Maio define as suas pavlovas...


uma sobremesa deliciosa que apesar do nome russo que lhe foi dado, em homenagem à bailarina Anna Pavlova, é originária do continente australiano.
Mas nas mãos desta jovem empresária do Porto, ela transformou-se na Miss Pavlova.

Esta é mais uma das histórias de sucesso à moda do Porto que eu gosto de contar.
Começa quando a Ana Maio perdeu o emprego, mas não perdeu a garra.
Começou a vender através da sua página no Facebook esta sobremesa tão famosa entre os seus amigos e familiares. Da internet, a Miss Pavlova foi para a rua, para os mercados urbanos da cidade, onde se tornou um sucesso entre os portugueses e turistas.

No Urban Market e no Mercado Cedofeita Viva, a Miss Pavlova
foi sempre um sucesso!


A família sempre a acompanhá-la. A mãe da Ana é o seu braço direito (e esquerdo também).
Sempre bem dispostas, as duas!

Tamanho era o sucesso da Miss Pavlova nestes mercados, que sempre que eu ia provar, já havia terminado. Não foi uma, nem duas, nem três, até que o grande dia chegou e lá estava o meu copo de Miss Pavlova  à minha espera... fiquei fã!


Aqui com a Ana Gomes do blog A melhor Amiga da Barbie
que também foi até o Mercado Cedofeita Viva para conhecer  a
#Miss Pavlova
Mas a  Ana Maio, não parou por aí. 
Eventos e encomendas, sem fim e a consolidação da marca veio naturalmente.
Com muito, mas muito trabalho ela viu o seu projeto crescer e começou a sonhar com um espaço para as suas pavlovas.
Para uma pessoa como ela, os sonhos são para realizar.
E assim, na semana passada,  a Miss Pavlova abriu o seu charmoso espaço na Baixa do Porto. 
Está junto à loja Almada 13...

Rua do Almada, 13




Segundo a Ana Maio, este é um lugar para comer pavlovas acompanhadas de um bom espumante, ou  moscatel ou com uma das várias sugestões de café a preparar...



mas é também um espaço para ouvir boa música e apreciar as exposições que vão acontecer periodicamente por la´...

a primeira exposição é sobre... pavlovas! (não poderia deixar de ser. da Nham Nham!






Muito bom saber que agora, a qualquer hora, podemos comer estas maravilhas na Baixa do Porto...





neste recanto que é um charme!





Depois de relembrarmos juntas alguns destes momentos que fizeram o sucesso da Miss Pavlova, celebramos com alegria a realização de um sonho.


O sonho da Ana Maio, um exemplo de quem não baixou os braços diante das dificuldades.

Uma história que encanta. E  a pavlova também!
Vale a pena conhecer.



Miss Pavlova
Rua do Almada, 13 Porto
Facebook/misspavlova

Ter - Qui:
10:00 - 20:00
Sex - Sáb:
10:00 - 23:30
Dom:
13:00 - 19:00

Encomendas:
info.misspavlova@gmail.com
+351 915979517


segunda-feira, 11 de maio de 2015

Um edifício histórico e os vinhos do Porto e do Douro. No I.V.D.P.

Hoje, é o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, mas em 1843 este edifício neoclássico, foi inaugurado como sede do Banco Comercial do Porto.
Está localizado por entre vários edifícios históricos. À sua frente o antigo Mercado Ferreira Borges, ao lado, o belíssimo Palácio da Bolsa, que abriga a Associação Comercial do Porto e mais abaixo a emblemática Igreja de São Francisco. Ou seja, em poucos metros na Rua Ferreira Borges, podemos conhecer exemplares fantásticos de arquitetura e um verdadeiro patrimonio histórico da cidade do Porto.
A exemplo do Palácio de Silva Monteiro, (ver o post AQUI) desta vez fui juntamente com a ACER - Associação Cultural de Estudos Regionais, visitar este belíssimo exemplar de arquitetura da cidade, mas também, conhecer o local por onde passam todos os vinhos que são produzidos na região do Douro, porque em 1933, foi adquirido pelo IVDP - Instituto dos Vinos do Douro e do Porto

Logo à entrada nos deparamos com um exemplar de um dos marcos pombalinos  utilizados para demarcar a região do vinho do Porto, instituída pelo Marques do Pombal em 1758.
Não é apenas, um pedaço de granito, é um pedaço da história do vinho do Porto...





Neste mesmo piso encontram-se todos os laboratórios por onde passam  os vinhos produzidos na região do Douro, e que vão passar por um rigoroso controlo/controle de qualidade, até receberem a denominação de origem do Douro e do Porto.

ao fundo as garrafas envolvidas com sacos pretos garantem a isenção das análises

análises físico-químicas vão determinar as quantidades permitidas de diversos componentes encontrados nos vinhos


Por ano são analisadas cerca de 5000 amostras de vinho




As salas de provas, reúnem todas as condições para que os enólogos, especialistas, provem diversos vinhos no dia-a-dia do IVDP, inclusive luz e temperatura ideal...


Aqui os vinhos irão ser avaliados, no que diz respeito a limpidez, cor, aroma e sabor...



Para garantir a qualidade da avaliação, cada profissional tem que repetir 10 % das suas provas, para que sejam confrontadas as duas avaliações. A certeza da qualidade dos vinhos do Douro e do Porto passa por aqui...




Numa outra fase, a visita concentrou-se na beleza arquitectonica do edifício...





No piso superior, sem todo o aparato dos laboratórios, sem as garrafas e os tubos de ensaio, o que está a nossa espera é um conjunto de salas, todas elas restauradas e de beleza singular. Trabalhos de estuque e artes decorativas incríveis...






No auditório, uma sala de acesso restrito, é possível admirar um trabalho belíssimo de estuque e pintura representando as 4 estações do ano...






Entre uma sala e outra, é impossível não parar sempre, para admirar esta clarabóia...



Tantos pormenores lindos...





A biblioteca, além de possuir uma vasta colecção de livros de muitos assuntos, obviamente está centrada no mundo dos vinhos. É também uma sala grandiosa e linda!





E se estamos falando de vinhos, à saída também é possível provar e comprar vinhos do Porto de várias marcas e anos, nas modernas sala de provas e loja...


De Segunda à Sexta-Feira das 11 às 19h00 é possível visitar os laborátórios e fazer provas de vinhos neste
belíssimo edifício.
Mais uma oportunidade para saber mais sobre os vinhos tão emblemáticos do Douro e do Porto.

Todas as informações sobre visitas e demais serviços e ainda muita informação sobre estes vinhos, podem ser encontradas no site: 

A arquitetura e os vinho que encantam!