segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Hotéis no Porto. Escolha a melhor localização para se hospedar.

Quando eu vim morar no Porto em 2005 e quando comecei a escrever o blog em 2012, os hotéis do Porto eram poucos. Pouquíssimos.
Dava para contar nos dedos as unidades hoteleiras da cidade. E isto justifica-se porque naqueles tempos o Porto não era nem de longe esta cidade tão desejada e adorada por turistas do mundo todo.
Quando eu conto isto para os turistas brasileiros com quem passeio na cidade, eles custam a acreditar.
Mas hoje o Porto é uma cidade viva, dinamica, cheia de opções de hospedagens para todos os gostos e bolsos.
Existem muitos (muitos mesmo!) hotéis, apartamentos turísticos, hostels e guest houses para você escolher.
E há sempre uma questão que chega até mim, quando alguém me pede ajuda para organizar a sua viagem: qual a melhor localização?

Bom, a cidade do Porto, é uma cidade relativamente pequena, e onde quer que você se hospede vai estar muito próximo das atrações turísticas. Muitas vezes pode conhecer a maioria delas a pé. E se estiver em regiões um pouco mais afastadas do centro, certamente vai ter por perto uma estação de metro ou então vai gastar muito pouco tempo e dinheiro em taxi ou outras opções alternativas.

O importante é  escolher a sua hospedagem na cidade mais charmosa de Portugal, de acordo com o que você mais gosta e vai se sentir melhor...


O Booking é sem dúvida uma excelente ferramenta de busca de hotéis e outras opções de alojamento. Eu sempre que viajo faço minhas reservas por lá. Acho muito seguro e prático. E o bom é que muitas vezes temos direito a cancelamentos sem custos, se for necessário.
Por isso, recorri aos mapas desta ferramenta para dividir a cidade do Porto em regiões onde se encontram várias opções de hospedagem para procurar ajudá-lo na escolha do seu hotel ou outro tipo de hospedagem.

Centro - Trindade - Aliados




Esta região é considerada o coração da cidade. A estação de metro Trindade é a estação central, que liga a várias linhas do metro, incluindo a linha que liga ao Aeroporto do Porto.
A Avenida dos Aliados é a principal avenida da cidade, onde tudo acontece e onde se encontra a Câmara Municipal da Cidade / Prefeitura.


Muitas atrações turísticas estão ali à volta. Como por exemplo, a Estação de São Bento, a Livraria Lello, a Torre do Clérigos, o Café Majestic , o Mercado do Bolhão e a tradicional rua das compras, a Rua de Santa Catarina.
Por isso é uma região onde você vai encontrar variadíssimas opções de alojamento.
Só precisa ficar atento. Lembre-se que o Porto é uma cidade cascata. Começa no alto e vai até a beira do rio Douro no sentido descida e esta região é a parte alta da cidade. Tudo que desce, sobe.
Aqui está um dos motivos para você ficar muito mais do que 2 dias na cidade. O Porto é uma cidade para andar a pé e desfrutar. E não é para ficar cansado porque o tempo é curto. Faça tudo devagar e você vai adorar percorrer as ruelas que ligam a parte alta com a parte baixa da cidade.

Veja as opções de hospedagem nos Aliados: AQUI

Centro Histórico



Do séc. XIV ao séc. XVIII, o Porto era cercado por uma muralha medieval que defendia e delimitava a "cidade". Este Centro Histórico foi classificado pela UNESCO em 1996 como Patrimonio Histórico da Humanidade e ficar hospedado ali, é uma viagem no tempo.
Muitos dos hotéis e apartamentos turisticos surgiram a partir de construções seculares, com paredes em granito, perfeitos exemplos de restauração. Uma constante mistura do antigo com o conforto que a arquitetura moderna pode proporcionar.
Ali vai poder conhecer quase todas as atrações caminhando. Tendo apenas que se deslocar de metro para a região mais moderna da cidade, a Boavista, onde se encontra a Casa da MúsicaOu ainda ir de electrico/bondinho até a região da Foz, onde o Rio Douro encontra-se com o mar.
No Centro Histórico do Porto é onde se concentram a maior parte dos turistas. Por isso vai ter por perto, restaurantes, cafés,  bares. lojas, mercearias, artistas de rua e bastante animação.

já tive a oportunidade de experimentar a hospedagem num apart hotel incrível na Rua das Flores, uma das ruas mais charmosas do Centro Histórico. Veja mais: AQUI

Se quiser se sentir um local num apartamento de charme na tão charmosa Rua das Flores, conheça esta opção: AQUI


Se prefere um hotel de rede, pode ver uma opção que também conheci ao pormenor: AQUI, com vista para todo o Centro Histórico

Encontre outras opções de hospedagem no Centro Histórico do Porto: AQUI

Ribeira




Ficar hospedado na Ribeira é estar no lugar mais emblemático da cidade, às margens do rio Douro, com vista para a Ponte Luis I, a Serra do Pilar e as caves do vinho do Porto.
Os bares, restaurantes, artistas de rua e os passeios de barco no rio, atraem todos os turistas para este local. Por isso vai ter que se habituar com o vai e vem de turistas pela vizinhança. Mas este movimento dá vida a um lugar que sempre esteve habituado à confusão dos barcos que em outros tempos atracavam por ali para embarcar e desembarcar mercadorias, uma vez que a primeira alfândega da cidade, ali se encontrava.
O Muro dos Bacalhoeiros com seus arcos e postigos e o casario colorido é o cartão postal da cidade.
Ninguém fica indiferente à beleza tão genuína da Ribeira.


A minha experiência num dos hotéis da Ribeira. Pode ver: AQUI

Veja as opções de hospedagem na região da Ribeira: AQUI

Bonfim




Conhecida como a região oriental da cidade, o Bonfim é uma  zona tranquila, sem muito vai e vem de turistas e você vai ter a oportunidade de interagir mais com os locais.
No Bonfim, encontram-se a Biblioteca Municipal do Porto, que já foi um Convento. o belíssimo Jardim de São Lázaro, e o Parque de Nova Sintra que é "quase" um segredo até para os locais. Vários cafés e restaurantes  estão se estabelecendo por lá e muitos apartamentos turísticos encontram-se no Bonfim, dando nova vida àquela região. Numa caminhada de 10 minutos já vai estar em pleno Centro Histórico. Por isso é um lugar ideal para quem quer estar perto de tudo, mas um pouco afastado da confusão turística.


Casas típicas do Bonfim

nesta região, existe um edifício de apartamentos turísticos que em parceria com o Porto encanta, oferece uma condição especial para os hospedes. Veja: AQUI

Veja outras opções de hospedagem nesta região: AQUI

Marquês - Antas - Campanhã




Esta é uma região completamente fora da agitação turística. Vai novamente encontrar muitos locais por ali. Os restaurantes dos locais, as lojas dos locais e o estádio de futebol do clube que é a grande paixão da maioria dos portuenses. O Estádio do Dragão e o Museu do Futebol Clube do Porto, são visitas obrigatórias para os amantes do futebol. Mas mesmo que você não seja um aficcionado, vai gostar de conhecer este moderno estádio e o museu interativo do clube que se confunde com a história da cidade.


Ali bem perto também pode conhecer o Parque de São Roque, que é um parque também frequentado por locais, onde vale muito a pena uma caminhada em meio à natureza.
Vale também se encantar pela arquitetura palaciana das casas da Avenida dos Combatentes.

Já em Campanhã, a proximidade da estação de comboios/trens, facilita a chegada ou partida para outras cidades, em horários fora do vulgar. Mas para ir ao Centro Histórico e outras atrações turísticas, deverá utilizar o metro.

Encontre a sua hospedagem nesta região: AQUI

Cedofeita - Lapa



A Rua de Cedofeita, também é uma rua emblemática da cidade, conhecida  pelo seu comércio tradicional e por ligar às Ruas de Miguel Bombarda e do Breiner, famosas pelas galerias de artes ali instaladas. É uma região muito frequentada por jovens, estudantes e locais.
O belíssimo Jardins do Palácio de Cristal fica muito próximo dali e vale o passeio por entre as árvores, os pavões, os jardins com vista para o rio Douro e para um por-do-sol incrível!


Na Lapa, a grande atração é a Igreja da Lapa, onde está depositado o coração do primeiro Imperador do Brasil,  D. Pedro I. Uma história muito forte e também de muito interesse para os brasileiros. Sempre gosto de contá-las nos meus Passeios com turistas brasileiros pelo Porto.


Não está muito longe das atrações turísticas, mas a exemplo dos Aliados, Bonfim, Antas/Campanhã  fica na parte mais alta da cidade. Vai ter que se preparar para longas caminhadas, ou utilizar o metro ou táxi.

Pesquise os tipos de alojamento nesta região: AQUI

Boavista



Esta é a parte moderna da cidade. Nada de construções medievais ou barrocas, os edifícios novos, as lojas de marca é que predominam na região da Boavista que leva este nome por causa da famosa Av. Boavista que liga a parte alta do centro da cidade (Cedofeita) com a Foz, a região das praias do Porto.
Os primeiros hotéis 5 estrelas da cidade estão na região, mas há outras categorias de hospedagem por lá também.
Para se deslocar ao centro, pode ir de metro ou então fazer uma caminhada de aproximadamente 20 minutos.
Quem se hospedar na região da Boavista, vai te como vizinhos, a moderna Casa da Música, um edifício belíssimo de arquitetura fantástica cuja visita é obrigatória. Por lá também vai encontrar o Mercado do Bom Sucesso, um mercado gourmet, onde poderá conhecer muitas das especialidades portuguesas num só lugar. E ainda com música ao vivo, exposições e vários eventos.


O maior parque urbano do país também fica na região da Boavista. É o  Parque da Cidade que começa na Av. da Boavista e vai até a praia, um dos melhores lugares para praticar exercícios, andar de bicicleta e fazer pic nic. É lá que acontece o famoso festival Primavera Sounds todo o mês de Junho, além de vários outros eventos importantes da cidade.

Conheça um dos hotéis 5 estrelas da região da Boa vista: AQUI
Na Boavista também pode passear pelo fantástico Parque de Serralves onde pode visitar a bela Casa de Serralves de arquitetura Art D'eco e onde também se encontra o Museu de Arte Contemporânea. Tudo num só lugar.



Encontre o seu hotel na região da Boavista: AQUI

Foz - Matosinhos



Se você gosta da proximidade do mar, de caminhadas na praia e de um bom peixe nas refeições, estes são os lugares perfeitos para você se hospedar.
Como o nome diz, a Foz é a região onde se encontra a foz do rio Douro. Este deságua no oceano Atlântico e por isso, ali começam as praias do Porto.
É um lugar super agradável principalmente na Primavera, Verão e Outono, onde os passeios pela beira-mar ou mesmo para quem quer desfrutar das praias e dos muitos restaurantes e bares que ali se encontram.


 O Jardim do Passeio Alegre também é um lugar muito procurado para passeios. Assim como as ruelas da Foz Velha. A Igreja de São João Batista  e o Mercado da Foz  também merecem a visita.
O autocarro/ônibus 500 e o eléctrico/bondinho 1 - ligam esta região ao centro do Porto

Matosinhos já é uma outra cidade, mas as praias dão continuidade às praias do Porto, e ali os surfistas já arriscam apanhar algumas ondas e por isso lá se encontram também algumas escolas de surf.
Mas o forte de Matosinhos são os excelentes restaurantes de peixes. Há vários por lá e mesmo que esteja hospedado no centro, vale a pena ir a Matosinhos pelo menos uma vez para almoçar ou jantar.
Isto tudo porque o Mercado de Matosinhos é famoso pelos seus peixes frescos  e não só. Quem não dispensa a ida a um mercado não pode perder.
É lá também que se encontram o Porto de Leixões, um dos maiores portos do país e moderníssimo Terminal de Cruzeiros que tem uma arquitetura incrível e que também merece a visita.

O metro e o autocarro/500 ligam Matosinhos ao centro da cidade do Porto.

Se quer ficar hospedado próximo do mar, procure: AQUI

Vila Nova de Gaia



Esta também é outra cidade, e é famosa por ter a melhor vista da cidade do Porto.
Estar hospedado em Gaia é estar de frente para a cidade do Porto e no meio das caves do vinho do Porto.
Sim, é ali que o vinho do Porto fica envelhecendo. Nos barris de carvalho em imensos armazéns  próximos ao rio Douro, mas desta vez, na outra margem.
Os apaixonados por compras vão encontrar em Vila Nova de Gaia, a grande loja de departamentos El Corte Inglés para desfrutar.
Na minha opinião, o melhor museu da região é em Gaia, não deixe de visitar a Casa-Museu Teixira Lopes. E também pode conhecer mais sobre o vinho do Porto fazendo uma visita à Quinta da Boeira.
Em Vila Nova de Gaia também pode encontrar ótimos restaurantes. E se quer comer peixe fresco, as comunidades de pescadores Afurada e Aguda, são excelentes para isto.
A exemplo da Foz e Matosinhos, em Vila Nova de Gaia também vai encontrar excelentes praias. Ótimas para banhos e caminhadas à beira-mar.


Dependendo do local que estiver hospedado em Vila Nova de Gaia, basta atravessar a ponte Luis I à pé e já está na Ribeira do lado do Porto.
Ou então pode utilizar a linha amarela do metro para chegar ao centro da cidade do Porto.

Encontre a sua hospedagem em Vila Nova de Gaia: AQUI

Para todos os gostos e bolsos, além de um serviço de excelência, as hospedagens do Porto comprovam porque é que a cidade foi eleita por 3 vezes o Melhor Destino Europeu.

Venha para o Porto e comprove. Vai se encantar!



domingo, 26 de novembro de 2017

Exposição Photo Ark. A Nova Arca de Noé no Museu da Biodiversidade no Porto.

Os amantes da natureza, não podem deixar de visitar na cidade do Porto, o Jardim Botânico.
Para além das inúmeras espécies de plantas e árvores, é possível visitar também, a belíssima Casa Andersen, que está logo à entrada do Jardim, e que abriga o Museu de História Nacional e da  Ciência da Universidade do Porto.
Ali se encontra a Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva, que apresenta uma exposição permanente, onde através de várias e belíssimas instalações vamos conhecendo um  pouco de como viemos aqui parar. Nós e uma série de animais e uma série de coisas importantes na nossa vida.

E de Outubro de 2017 até Abril de 2018 também estará recebendo a exposição Photo Ark - A Nova Arca de Noé. Um projeto da National Geographic.


Um espaço belíssimo no Porto...


Informações para a preservação... 


  A casa foi totalmente restaurada e a exposição permanente reúne a arte com a  biologia e  história natural...


Obviamente Charles Darwin está lá presente... tão real!


Uma exposição sensorial e sensível.
Como por exemplo esta sala, onde ouvimos poemas declamados pela escritora Sophia de Mello Breyner, que era frequentadora assídua da Casa Andersen, enquanto vemos os retratos que mostram a biodiversidade portuguesa pelo mundo...



Interatividade...

Uma câmara-surpresa, captou a minha imagem e transformou-a numa espécie de "Andy Warhol"

Tudo isto, com os belíssimos jardins no exterior à sua volta...


Veja mais sobre a beleza do Jardim Botânico do Porto: AQUI

Já a exposição Photo Ark - a Nova Arca de Noé, de Joel Satore, conceituado fotógrafo, porta-voz, autor, professor, conservador, parceiro e colaborador regular da National Geographic há mais de 20 anos, reúne algumas das milhares de fotografias de espécies em perigo...



Este projeto nasceu em 2006 quando o fotógrafo fez um período sabático para estar mais próximo da família, na altura em que a sua mulher esteve em tratamento contra um cancer.
Decidiu fotografar todas as espécies em risco de extinção, com o objetivo de levar as pessoas a preocuparem-se com o fato de podermos perder metade de todas as espécies do mundo até ao final do século. Pretende fotografar 12.000 espécies. Já fotografou 7.000.
O 7.000.º animal foi recentemente fotografado.  Trata-se de um pequeno marsupial da família Petauridae que vive na Austrália (da espécie Gymnobelideus leadbeateri), também conhecido por “Fada da floresta”. Estima-se que existam menos de 50 espécimes vivos.

No Porto, na Galeria da Biodiversidade, podemos apreciar 40 fotografias, infografias e videos desta exposição
Fotos simplesmente fantásticas!!



A exposição é voltada à sensibilização, convida a olharmos olhos-nos-olhos dos animais e fazer com eles uma selfie, publicando nas redes sociais com: #salvarjuntos
Não poderia deixar de fazer a minha com a raposa do Ártico...

#salvarjuntos

Dos vídeos que eu adorei foi o making of de toda a trabalheira que Joel Sartore teve para fotografar tantos animais...




Uma exposição imperdível, num espaço lindo e por uma causa super importante!



Photo Ark
Galeria da Biodiversidade do Porto
Rua do Campo Alegre, 1191
De Terça à Domingo das 10 às 18 h
Mais informações e Preços: AQUI







quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Azulejos do Porto. A arte da cidade.

Eu não me canso de andar pelas ruas e descobri-los.
Sim! apesar dos mais de 12 anos por aqui, é comum eu andar pela rua observando todas as fachadas do Porto. Porque os azulejos estão sempre lá...


É claro que são os imensos painéis que dão mais nas vistas de quem está visitando a cidade.
As verdadeiras obras de arte da Estação de São Bento, são admiradas por milhares de pessoas que vem ao Porto...


Assim como nas fachadas das igrejas...





E também no interior delas...


Veja onde encontrar os principais painéis de azulejos da cidade neste post: AQUI

Mas quando estou com os turistas nos Passeios com Sotaque Brasileiro gosto de chamar a atenção para as fachadas mais "comuns". 
Porque as fachadas das casas do Porto são repletas de pequenas "obras de arte" que harmonizam com todos os outros detalhes da arquitetura...










São os azulejos que trazem cor para o granito tão evidente na arquitetura do Porto...

o período da Arte Nova, combina com os azulejos!



Mas ainda há mais! Os azulejos estão nos pequenos pormenores, como uma placa de rua... tão charmosa!!


Ou ainda nos recados pelas paredes...



Num pedido de proteção...

As imagens de santos nas fachadas das casas. Também conhecidas como: alminhas

E ainda em alguns raros beirais que só quem vai olhando para o alto consegue ver...

veja mais sobre os beirais nos edifícios do Porto: AQUI
Os azulejos ficaram para deixar saudades, dos tempos em que a publicidade era assim...






Os tempos modernos trouxeram os azulejos para as estações do metro...

Estação do Bolhão
E para as instalações artísticas...

em frente à Estação São Bento
E ficam protegidos numa espécie de museu do azulejos, que na verdade chama-se Banco de Materiais e que vale muito a pena a visita...

conheça mais sobre o Banco de Materiais: AQUI
Não conseguimos ficar indiferente com tanta beleza. Diferentes... a cada parede!



Por isso fica a minha sugestão: venha com calma para o Porto e passeie pelas ruas a observar estas obras de arte nas paredes da cidade.
O Porto não tem muitos museus, mas tem arte a céu aberto. Desfrute!

Se quiser ver os azulejos de maneira diferente... venha Passear e "Azulejar"!

saiba mais sobre esta atividade: AQUI

Porque os azulejos do Porto... encantam!



Adicionar legenda