O Parque Oriental da cidade do Porto.

 

Rio tinto e ponte de madeira no Parque Oriental do Porto

Assim como o Parque da Cidade que no lado ocidental do Porto está no limite com Matosinhos, o Parque Oriental delimita a cidade do Porto com Gondomar. Ambos preenchem as extremidades da cidade com muita área verde e com espaços de lazer para quem quer praticar exercícios ao ar livre ou simplesmente  desfrutar de momentos junto à natureza em plena malha urbana.
O Parque Oriental tem 16 hectares que poderão chegar aos 53 e foi projetado por Sidónio Pardal o mesmo  arquiteto paisagista do Parque da Cidade. Das coisas que mais me chamam  a atenção é a harmonia entre o granito, a pedra característica da cidade do Porto, e os espaços verdes que por ali percorremos. Para além de todo o percurso pedonal ser feito ao lado do rio Tinto que vai desaguar no rio Douro próximo à ponte do Freixo. 
Em outros tempos aquela era uma zona totalmente rural e ainda podemos por lá encontrar ruínas de alguns antigos moinhos de água às margens do rio Tinto, utilizados certamente para a moagem de milho que era plantado naquela região. O que torna o ambiente do parque ainda mais bucólico

ruína de moinho de água nas margens do rio Tinto no Parque Oriental


Logo à entrada do parque é possível conhecer os três percursos pedonais que podem ser percorridos bem como as suas características. A partir daí é ir desafiando o seu preparo físico e caminhar, correr, pedalar ou simplesmente passear com os amigos de 4 patas que são admitidos sempre com o uso de trelas.


Placa de sinalização dos percursos pedonais do Parque Oriental do Porto

Sinalização dos percursos pedonais do Parque Oriental do Porto



Senhoras passeando os cães no Parque Oriental do Porto

ciclistas no Parque Oriental do Porto

Pessoas correndo e caminhando no Parque Oriental do Porto

Os extensos relvados são excelentes para piquineques e aos fins de semana recebem aulas de diversas modalidades organizadas pela Câmara Municipal do Porto que por motivos da pandemia covid-19, na altura da produção deste artigo não estão a decorrer, mas ao acompanhar o site Agora Porto pode ficar a saber da programação futura.

Pessoas sentadas no realvado do Parque Oriental do Porto

Recantos bucólicos sempre acompanhados de vegetação e granito


pés a descansar na s margens do rio Tinto no Parque Oriental do Porto


fonte e criança a brincar numa escada no Parque Oriental do Porto

parte do percurso do Parque Oriental do Porto

Ponte de Pedra no Parque Oriental do Porto


O Parque Oriental une-se ao Passadiço do Rio Tinto, um percurso que inicia em Gondomar, junto a linha  laranja do metro  proporcionando um ótimo exercício físico. 

No sentido oposto, às margens do rio Douro, este percurso pode ser acrescido, tanto em direção à Ribeira do Porto, ou seguir pela margem do rio Douro em direção ao Gramido em Gondomar,

Para quem quer incluir um programa cultural, vale lembrar que o Parque Oriental está a poucos passos do Museu Nacional da Imprensa.


Placa da Fachada do Museu Nacional da Imprensa
cultura e atividade física lado-a-lado

Parque Oriental da Cidade do Porto
Rua Conde da Silva Monteiro próximo à Ponte do Freixo
Aberto 24 horas

Estação de Metro ou Comboios/Trens: Campanhã
Autocarros/ônibus: 205 / 400

Comentários

O Porto encanta nas redes sociais: