domingo, 1 de setembro de 2019

Do Porto até Gondomar. Pelo Passadiço do Rio Tinto.

Passadiço do Rio Tinto

Um lugar próximo da cidade e da natureza, para caminhar, correr ou pedalar. 

Rio Tinto já foi um rio que atraía pescadores, lavadoras e agricultores que utilizavam os diversos moinhos que ali se encontravam, nos seus 12 kms de extensão. 
Nasce na região de Ermesinde em Valongo e vai desaguar no rio Douro, bem próximo da ponte do Freixo.
Sabe-se que desde o período Neolítico as suas margens atraíam ocupação humana devido ao  solo fertíl, água e a proximidade ao grande rio Douro.
O seu nome está ligado à uma lenda. Diz-se que no xéc. X, em tempos de ocupação árabe na peninsula ibérica, os cristãos conseguiram vencer o exército mouro, evitando assim uma grande invasão na região do Porto.
Tal batalha provocou um grande derramamento de sangue, deixando as águas do rio vermelhas e a partir de então passou a se chamar rio Tinto.
Esta ocupação às suas margens passou a ser a vila de Rio Tinto, em Gondomar. Uma região bastante populacional nos arredores da cidade do Porto e também conhecida por suas oficinas de ourives, artesãos do ouro.
Depois de muitos anos  o rio sofreu a falta de cuidado, ficou bastante poluído e as suas margens não eram nada atrativas. Mas graças ao um grande trabalho de revitalização não só o rio recuperou o seu curso da poluição como ganhou em Julho deste ano, um longo passadiço permitindo assim um excelente passeio que une as margens do rio Douro e do rio Tinto.

Passadiço do Rio Tinto


Eu como amante das caminhadas, não perdi a oportunidade de conhecer este novo local para caminhar e estar perto da natureza em plena cidade.
Em Rio Tinto, o percurso tem início próximo da estação do metro Levada, da linha F e aproximadamente 5 kms com o rio sempre ao lado, passamos pontes, algumas propriedades rurais, o Parque Oriental, chegamos à Ponte do Freixo, onde é possível ver o local onde o rio Tinto entra pelo rio Douro.

paisagem ao redor do Passadiço do Rio Tinto

mapa do Passadiço do Rio Tinto

vista do estádio do Dragão
Dali avista-se o Estádio do Dragão

Ponte do Freiso
e a chegada do rio Tinto no rio Douro.

E a partir daí os mais inspirados poderão seguir a caminhada com o rio Douro ao lado. 

passadiço no rio Douro


Para quem vai em direção à Ribeira, vai passar pelas pontes D. Maria Pia, de São João e do Infante, pescadores e o casario que vai se aproximando do Centro Histórico.
Já no sentido oposto, o cenário é completamente diferente, depois de passar pela Marina do Freixo e o belíssimo Palácio do Freixo, a paisagem do rio Douro transforma-se. Fica longe do cenário urbano e tem também um belíssimo passadiço. Já fiz este percurso na ocasião que me preparava para o meu Caminho de Santiago de Compostela, e recomendo e muito! É mesmo fantástico fazer esta longa caminhada com o rio Douro ao lado.
E agora também com o rio Tinto.
São percursos ideais para quem já conhece as principais atrações turísticas do Porto e quer se encantar com uma paisagem bem mais tranquila e não menos bonita.
E ainda vai cuidar da forma física, andando à pé e sem poluir o ambiente.

sinalização do Passadiço do Rio Tinto


Se pretende começar o percurso pelo passadiço do rio Tinto, basta ir até a estação Levada do metro - linha F e seguir as indicações.


Vem para o Porto e região?

mãos em azulejos





quarto de hotel






2 comentários:

  1. Ótimo roteiro. Vou seguir na minha viagem! Obrigada pelas dicas valiosas do seu blog. :)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada também!! Aproveite bastante a sua viagem Marcia!

    ResponderExcluir