domingo, 3 de novembro de 2019

A Casa do Cinema Manoel de Oliveira

painel interativo sobre cinema

Uma referência ao cinema, em mais um espaço da Fundação de Serralves



A Fundação de Serralves reúne num só espaço, arte, cultura,  arquitetura, natureza e lazer. 
Os enormes jardins são uma das melhores opções para passeios em pleno coração da cidade,   e que reúnem diversas instalações artísticas espalhadas por toda a área verde.
O Museu de Arte Contemporânea, um edifício projetado pelo arquiteto  Álvaro Siza Vieira, abriga o ano todo diversas exposições de arte moderna, assim como a Casa de Serralves.
Vale lembrar, que tudo começa através da construção desta casa que pertenceu a um grande empresário do Norte de Portugal, cujos jardins fazem parte da sua propriedade que depois de anos, passa então a pertencer ao estado português, que transforma todo este "complexo" na Fundação de Serralves.
A garagem desta casa que no início do séc. XX, pertenceu ao Conde de Vizela,  sofre então no séc. XXI uma intervenção  arquitetonica também pelo projeto de Siza Vieira, e nasce então, em meados de 2019 mais uma casa. Desta vez a Casa do Cinema Manoel de Oliveira, que virá ser um local de referência para o cinema moderno na cidade do Porto.

FAchada da Casa do Cinema Manoel de Oliveira

Edifício da Casa do Cinema Manoel de Oliveira


 Manoel de Oliveira 

O grande cineasta portuense que viveu 106 anos, sempre a trabalhar e a produzir, é o grande cicerone desta casa cujo o tema principal é o cinema.
A Exposição Inaugural "Manoel de Oliveira - a Casa",

domingo, 27 de outubro de 2019

O Jogo de Tabuleiro... do Porto.

0Jogo de Tabuleiro do Porto

Para quem adora a cidade do Porto!


Quando fui convidada para o lançamento do novo jogo de tabuleiros da MEBO Games, uma empresa portuguesa especializada em jogos deste género, nunca imaginei que iria encontrar o Porto tão bem representado num jogo de tabuleiro!! 
Fiquei encantada com a riqueza de detalhes! Era apenas um tabuleiro.... mas tudo de mais importante da cidade estava ali.
Eu não era a única que estava surpreendida com aquele visual fantástico sobre a mesa.. Várias pessoas que ali chegavam já iam logo se aproximando do Orlando Sá, o criador do jogo.
Nascido bem próximo da cidade do Porto, em Vila do Conde, é um apaixonado pela cidade onde se formou em arquitetura na Universidade do Porto. Outra das suas paixões são os jogos de tabuleiro, e foi desafiado pela MEBO Games a criar um jogo sobre a cidade que está mais do que na moda e que tem sido o destino que todos querem conhecer nos últimos tempos: o Porto.
Orgulhoso da sua criação, o Orlando Sá pacientemente foi explicando a todos as regras do jogo e o objetivo do mesmo.

pessoas atendendo as regras do Jogo de Tabuleiro do Porto


Porto - o Jogo de Tabuleiro:

É um jogo para toda a família (ideal para maiores de 8 anos) e para o convívio entre amigos. Pode ser jogado entre 2 e 4 participantes e tem a duração média de 50 minutos. O objetivo é

domingo, 13 de outubro de 2019

Visita às caves Calém.


Armazém e barcos rabelos

Vinho do Porto, museu interativo e fado.

Quando estamos na Ribeira às margens do rio Douro e olhamos para a outra margem em Vila Nova de Gaia, ficamos impressionados com a quantidade de antigos armazéns e seus longos telhados, todos muito próximos uns dos outros. São as caves de vinhos do Porto. Cada uma guarda milhões de litros de vinho do Porto que ficam ali adormecendo em barris de carvalho, numa espera silenciosa, até que chega a hora de serem engarrafados e enviados para o mundo.
São nestes armazéns que estão guardados os segredos e a história de um vinho tão antigo e tão especial. Cada um tem a sua história, a sua personalidade. 
Os vinhos Calém, contam a história de um empreendedor aventureiro.
Bem ali próximo do rio Douro e da Ponte Luis I, aquele grande armazém branco chama a atenção e ali está desde 1859, quando António Alves Calém fundou esta que seria uma das caves que mais recebe visitantes no mundo, são mais de 235.000 visitantes/ano.

foto antiga das Caves Calém
imagem do armazém no museu das caves Calém

António Alves Calém, inovou na exportação. Enquanto todos os produtores de vinho do Porto tinham seus olhos voltados para o mercado britânico, ele decidiu levar os seus vinhos para o Brasil e entrou naquele mercado em troca de madeiras exóticas, possibilitando assim, construir as suas próprias embarcações utilizadas para o comércio do vinho do Porto.