Postagens

Destaque:

Tours Virtuais sobre o Porto.

Imagem
  Desde que a pandemia provocada pelo Covid-19 colocou o mundo de pernas para o ar, o setor do turismo foi certamente o mais atingido. Vinhamos de uma ano em que nunca se havia viajado tanto em todo o mundo. O que era fantástico.  As viagens tornaram-se acessíveis e as pessoas entram em contato com outras culturas, outras realidades e cidades por todo mundo começaram a ser conhecidas e tornaram-se destinos desejados por milhares de pessoas. O Porto vinha nesta crescente até que tudo parou. Os turistas brasileiros, mercado para o qual eu comunico ficaram impedidos de viajar para diversos países e não só. Todos foram atingidos. Diante de uma realidade sem perspectivas de saber quando tudo voltará como era antes, os profissionais começaram a usar a criatividade para tentar manter a atividade profissional e o contato com seus clientes. Graças aos muitos recursos tecnológicos que a pandemia nos apresentou nos últimos meses, os tours virtuais estão sendo uma das opções. No fim de Janeiro/20

Os melhores momentos de 2020. O ano que quase não existiu.

Imagem
E a esperança para 2021. Lembro-me perfeitamente o dia que tirei esta foto. Foi no dia 06 de Janeiro de 2020, dia do meu aniversário. Eu havia acabado de fazer um Passeio Guiado com uma família de turistas brasieliros  e era mais um dia feliz, não só pelo aniversário, mas por ter mais uma vez mostrado os encantos do Porto. Havia recém começado um ano que prometia ser de muito trabalho e assim foi nos primeiros dois meses de 2020, com turistas sozinhas, em família e entre amigos. Além das muitas descobertas que pretendia fazer durante o ano para partilhar com os leitores no blog. Como o passeio que fiz no início de Março promovida pela CP - Comboios de Portugal, pela Rota das Amendoeiras em Flor. Veja como foi este:  Passeio que eu estava há anos para fazer e o fiz em Março de 2020   Hoje,  este seria mais um post de fim e início de ano para falar dos melhores momentos do O Porto encanta em 2020, repletos de muito trabalho e de muitas pessoas que viriam visitar o Porto e região, e de m

Concertos de Natal On Line

Imagem
Este ano foi um ano que não queremos guardar nas nossas memórias. Depois de tantos acontecimentos desde que a Pandemia provocada pelo virus Covi-19 paralisou o mundo a partir dos primeiros meses de 2020 e transformou a vida de muitas pessoas certamente vai ser um Natal diferente. Tanto pelas marcas que tem deixado como com a incerteza que ainda paira no ar diante da preocupação em conter o aumento do contágio, este Natal deve ser com poucas pessoas, sem muitos contatos físicos e com todos os cuidados que já estamos nos habituando no decorrer destes longos meses. Para trazer um pouco de magia na sua noite de Natal, separei alguns Concertos de Natal que habitualmente acontecem presencialmente em algumas igrejas do Porto e região  e que este ano acontecem sem a presença do público, mas que  estão sendo disponibilizados on line para podermos assistí-los na segurança das nossas casas. A minha sugestão é que você assista junto com a sua família na noite de Natal em uma tela/ecrã grande e com

O Brasil e o Porto.

Imagem
  A relação entre o Brasil e o Porto vem de longa data. Muitos são os lugares e os acontecimentos que nos remetem à relação da cidade com o Brasil ou com os brasileiros. Nem sempre os turistas e os muitos brasileiros que por cá estão a viver recentemente estão atentos a estes pormenores desta relação tão antiga e tão importante. Eis algumas pessoas e acontecimentos que unem o Porto com o Brasil: 1. Pero Vaz de Caminha A começar pelo descobrimento do Brasil, sabemos que foi ele quem escreveu a primeira carta ao rei D. Manuel I informando que haviam chegado naquele que seria o maior dos descobrimentos portugueses. Pois bem, Pero Vaz de Caminha antes de ser recrutado para a armada de Pedro Álvares Cabral, trabalhava na Casa da Moeda do Porto. E quem visita a Casa do Infante ,  um museu dedicado ao período mercantil do Porto, já que era ali  que se encontrava a Alfândega Régia da cidade, vai conhecer o espaço onde se  produziam moedas de chumbo, bronze e ferro. Ali também encontra-se o Cen

Fundação Serralves. Arte, natureza e cultura em um só lugar.

Imagem
  Primeira semana de Novembro de 2020. A segunda onda da pandemia Covid-19 na Europa chegou de maneira assustadora, o mundo está de olho na apuração das eleições americanas e por isso o clima de ansiedade estava no ar. Apanhei meu cartão Amigo  Serralves e fui passar uma tarde num dos lugares mais incríveis da cidade do Porto e fui me conectar com a natureza, com arte e com o silêncio. Sim, mesmo com outras pessoas a circular por lá, há sempre um espaço para quem quer estar apenas a ouvir os pássaros ou o som do vento a bater nas folhas das árvores. Desta vez, fui conhecer a nova exposição de fotografias de Manoel de Oliveira, mas não deixei de circular por todos os espaços de Serralves. Este C artão Amigo abre portas para visitar todos os espaços e exposições durante o ano todo. Sem contar os descontos em outras atividades, na livraria e loja Serralves. E acesso a outros museus em outras cidades que pertencem à Direcção Geral do Patrimonio Cultural    Independente de possuir  cartão o

Os órgão ibéricos do Porto.

Imagem
 Instrumentos de música litúrgica e autênticas obras de arte. É muito comum ao entrarmos nas igrejas portuguesas nos depararmos com o esplendor da talha dourada que reveste os diversos altares desde o séc. XVIII quando o barroco transforma estes locais de cultos em palcos litúrgicos com uma linguagem bastante teatral. Sobretudo no Porto e no Norte de Portugal sob a influência do arquiteto italiano Nicolau Nasoni, é raro não encontrarmos a arte do barroco ressaltar às nossas vistas. Mas existe um elemento que sempre chama a minha atenção nestas igrejas. É o órgão ibérico. Instrumento que como o nome diz foi desenvolvido na Peninsula Ibérica e é de grande complexidade e de uma beleza artística musical e construtiva impressionante. Já havia me encantado por este instrumento tão único e esplendoroso quando fiz em 2015, uma visita guiada ao órgão ibérico da belíssima Igreja de São Francisco , orientada pelo Prof. Isolino Dias. Anos mais tarde em 2019, voltei ao universo dos órgãos ibéricos

O Porto barroco de Nicolau Nasoni.

Imagem
  Pintor na Toscana, arquiteto no Porto. Uma das coisas que chama muito a atenção de quem visita o Porto e a região Norte, é a quantidade de igrejas com fachadas e decoração interior no melhor estilo barroco. Na verdade este é um estilo artístico e arquitetonico que encontramos um pouco por todo lado em Portugal.  Estilo este que surgiu na Itália  entre o final do séc. XVII e início do séc. XVIII, mas que rapidamente foi se espalhando por vários países de influência católica na Europa. E foi na Itália, nomeadamente em San Giovanni Valdarno na Toscana, que em 1691 nasceu Nicolau Nasoni. Muito cedo destaca-se pelo talento de desenhador. E em 1722 já estava em Malta onde fez os frescos/afrescos do salão nobre da Cancelleria do Sobrano Ordem de Malta, no albergue da Ordem dos Cavaleiros e na Catedral de São João Batista. Ganha um grande destaque ao realizar as pinturas do Palácio do Grão Mestre de Malta, e é então que é trazido para o Porto em 1725, através do cabido da Sé da cidade. Veio

O Porto encanta nas redes sociais: