domingo, 3 de março de 2019

Cidades para conhecer a partir do Porto. Com calma!

Viajar com calma, turismo de experiências, turismo devagar, são as novas tendências para quem quer guardar recordações da sua viagem que podem ir além das fotos em frente aos monumentos, apenas para dizer que passou por ali.
Passar não é estar, não é sentir o que os lugares tem para oferecer.
Já falei bastante sobre este tema neste vídeo AQUI, onde dou dicas de como programar a sua viagem para Portugal.
Muitos turistas já vem mudando a sua maneira de viajar, no sentido de aproveitar muito mais cada cidade que decidiu visitar ou voltar para uma nova visita.
É comum que os turistas brasileiros  vejam-se seduzidos a visitar muitas cidades em Portugal em poucos dias, uma vez que se formos comparar com as distâncias percorridas num país imenso, a tendência é pensar que Portugal pode ser visitado num instante.  E não é bem assim.
Cidades lado a lado, são repletas de lugares a conhecer, sabores a apreciar, pessoas para conhecer e experiências para viver.
Imaginando que sua viagem se concentre no Porto com chegada e partida no mesmo aeroporto, saiba que existem várias cidades para conhecer em menos de uma hora e meia de viagem. Todas elas com transportes públicos ou mesmo com carro alugado. Mas saiba que você tem que dedicar no mínimo uns 3 a 4 dias para conhecer e sentir o Porto como deve ser, e  pelo menos um dia inteiro para cada uma destas outras cidades. Por isso conheça algumas das opções que você ir do Porto para...

Guimarães - a cidade onde nasceu Portugal

Esta charmosa cidade que preserva no seu Centro Histórico que é Patrimonio da Humanidade pela Unesco, muitas caracteristicas do tempo medieval. É lá que o a nação portuguesa se fez diante do primeiro rei de Portugal D. Afonso Henriques. É muito comum dizerem para você conhecer Guimarães basta ir ao seu Castelo e ao Paço dos Duques. Mas Guimarães é muito, muito mais do que apenas estes 2 monumentos que merecem sim a visita, mas... deixe-se perder por tudo o que Guimarães tem para oferecer por entre as suas ruelas, museus, igrejas e restaurantes. A gastronomia do Minho (região onde se encontra Guimarães) aliada ao vinho verde são para ser apreciados. Sem contar os doces conventuais portugueses típicos de Guimarães (toucinho do céu é dos meus preferidos). Quem quer ir com pressa?

o Centro Histórico de Guimarães é encantador



Só por este título que a cidade acabou de receber, já se pode entender que Braga é muito mais do que uma cidade para ser divida com outra numa visita. 
Falando nisso, sabia que o Porto já foi Melhor Destino Europeu em 2012, 2014 e 2017?
Braga passou muitos anos sendo conhecida como a cidade das igrejas e por isso muitos a encaravam como um destino de turismo religioso.
Tudo mudou. Braga é uma cidade com vida e muito alegre. É a cidade com a população mais jovem de Portugal e tem recebido turistas como ninguém. 
E por isso,  passando por ela com pressa não vamos entender porque  em 2019 a cidade foi uma das fortes candidatas ao Melhor Destino Europeu.

uma cidade jovem, alegre e movimentada não merece ser visitada em poucas horas

uns petiscos destes no Centro Histórico, merecem ser degustados com calma ! Estes são da Dona Petisca 
Mas não saia de Braga sem antes comer os doces mais conhecidos: as tíbias e o pudim de abade de Prisco  (que você pode inclusive aprender a fazê-lo num workshop na Doçaria Cruz de Pedra



Aveiro - Muito mais do que a "Veneza Portuguesa"

Mais uma cidade que fica a apenas uma hora de comboio/trem a partir do Porto e que merece a visita não só porque tem um belíssimo passeio de barco Moliceiro pelos canais que cortam o centro da cidade, mas por muito mais. Alguns chama-na de "Veneza Portuguesa", isto pode algumas vezes decepcionar, porque muitas pessoas pensam que vão encontrar monumentos exuberantes como na cidade italiana, mas a semelhança  é exatamente pelos passeios pelos canais.
Mas isto não tira a beleza de Aveiro. Uma cidade única por si só.
Azulejos, arquitetura em Arte Nova, os famosos doces de ovos moles e a gastronomia local, são excelentes motivos para passar por lá um ou dois dias.



Há muito o que fazer e conhecer em Aveiro. Quando escrevi sobre a cidade, fiz uma visita intensa que me deixou a sensação de que um dia é pouco.
Não dispense os doces de ovos moles!



Coimbra - A cidade da Universidade

Realmente a Universidade de Coimbra é o objetivo de quase todos os visitantes desta cidade. É verdade que a visita é imperdível, mas... Coimbra tem tanto para nos mostrar, que é mesmo uma pena que ainda  há quem acredite que apenas algumas horas será o suficiente.  Cheia de ruelas estreitas, subidas e descidas e escadas, Coimbra é mesmo uma cidade para conhecer com calma. 
Além do Centro Histórico, da Universidade e da Sé Velha, A Quinta das Lágrimas é o local onde Pedro e Inês protagonizaram a história mais bonita e trágica de todos os tempos em Portugal.  




Belíssima Sé Velha de Coimbra 

Ponte de Lima - uma das vilas mais antigas de Portugal

Poderia receber o estatuto de cidade,  mas faz questão de ser vila. E é uma das minhas preferidas!
Ponte de Lima, procura manter as tradições da região do Minho no seu melhor.
Passear com calma pelas ruelas do seu centro histórico à margens do rio Lima é uma viagem no tempo.
Atravessar a sua ponte medieval também.
Faz parte do Caminho Português de Santiago de Compostela, por isso é muito comum encontrar centenas deles a circular pela cidade. Eles são uma atração à parte. Se tiver a oportunidade de conversar com eles, vai poder ouvir os relatos de quem está a meio da sua jornada.
Tradição na região do Minho, significa gastronomia e enoturismo. Por isso, não vai dispensar conhecer a comida regional de Ponte de Lima e conhecer o Centro Interpretativo dos Vinhos Verdes.




Arroz de Sarrabulho e Vinhão (vinho verde tinto) são umas das iguarias de Ponte de Lima
Os bons motivos para ir com calma à Ponte de Lima

Amarante - História e Gastronomia

Quase chegando à região de Tras-os-Montes, mas ainda na região vinícola dos Vinhos Verdes, Amarante é uma cidade com um pequeno centro histórico mas com muito ao seu redor para conhecer.
Além da Ponte Medieval e a Igreja de São Gonçalo, no centro de Amarante podemos visitar o belíssimo Museu Amadeo Sousa Aguiar, um dos artistas do modernismo nascido em Amarante e que desenvolveu o seu trabalho artístico em Paris. Em Amarante encontramos uma excelente gastronomia, desde a mais tradicional até o restaurante estrela Michelin Largo do Paço, no hotel Casa da Calçada.



Ovar

A apenas 30 minutos de comboio/trem a partir do Porto, Ovar é um deleite para os apaixonados por azulejos. É considerada Museu Vivo de Azulejos e por isso, os passeios por entre a sua beleza arquitetonica é como ver obras de arte a céu aberto.





Ovar também é conhecida pelo seu delicioso Pão de Ló de Ovar, e já recebeu pela União Europeia, Indicação Geográfica Protegida. por isso vai encontrar por lá uma série de confeitarias e pequenas fábricas oficiais, onde vai conhecer e provar esta maravilha...



E por falar em delícia gastronomica, não vá com pressa para Ovar porque lá vai encontrar o restaurante Toca que é um dos mais charmosos e que serve os melhores sabores tradicionais daquela região.

Vila do Conde - peixes e história

Fica mesmo ao lado do Porto e tem uma linha de metro que passa por lá. Por isso, se quer ter uma experiência para conhecer este ótimo serviço de transporte do Porto e ainda conhecer uma cidade vizinha, Vila do Conde é uma ótima sugestão. 
É uma vila piscatória, por isso a sua história está toda relacionada com o mar e o rio Ave.
Além de ser terra de pescadores, Vila do Conde também era uma grande referência na construção Naval. Lá podemos conhecer o museu que conta-nos tudo sobre aqueles tempos.



As mulheres dos pescadores (ou não) também são referência em Vila do Conde através do Museu de Rendas de Bilro, onde podemos vê-las manusear com agilidade a arte de trabalhar a renda e conhecer belíssimos trabalhos por entre os espaços deste museu que também abriga uma escola de renda de bilro, para que esta tradição não morra.
E por falar em tradição o Centro da Memória também merece ser visitado, para conhecermos a importância de uma região do país sempre dedicada ao trabalho.
Lugar de mar e de rio é sinonimo de ótimos restaurantes de peixes e frutos do mar. 




O restaurante O Cangalho é um dos mais tradicionais às margens do rio Ave em pleno Centro

O Mercado de Vila do Conde, que acontece todas as Sextas-Feiras também é uma das atrações principalmente para quem não dispensa um mercado ou feira quando conhece um destino.

Estas são algumas das muitas cidades para conhecer a partir do Porto. Cada vez que você visita Portugal vai entender que precisa voltar para conhecer ainda mais. 
Com calma!

Porque o Porto encanta... e o Norte de Portugal também.


Porque o Porto encanta... e o Norte de Portugal também.Vem para o Porto e região?







2 comentários:

  1. Amei esse post e concordo demais com o turismo sem pressa. Por essa razão, visitarei o Porto pela segunda vez e, como não terei muitos dias disponíveis, escolherei uma dessas cidades para um bate-volta embora esse não seja o meu estilo. No entusiasmo, agendei apenas hospedagem no Porto e estou contando os dias para voltar a essa belíssima cidade.

    ResponderExcluir
  2. Que bom Lia! Aproveite bastante o Porto! Vai ser ótimo!

    ResponderExcluir