sexta-feira, 15 de julho de 2016

Do Porto para Santiago. A 3ª etapa leva-nos à Barcelos. A terra dos galos.


Peregrina de Santiago e o Galo de Barcelos

Uma cidade que recebem muito bem os peregrinos


Depois de uma segunda etapa de Gião até Arcos bastante tranquila e agradável. Já estávamos preparadas para um terceiro dia um pouco mais longo, mas sabendo que o destino seria a simpática cidade de Barcelos, conhecida pelos tradicionais galinhos. Uma cidade que eu já conhecia, mas estava curiosa para chegar até lá... caminhando.
E assim começamos, já a partir da porta do hotel Villa D'arcos, que está localizado mesmo no Caminho de Santiago.
Chegamos num instante à São Pedro de Rates, onde está localizada a belíssima e antiga igreja românica com o mesmo nome...

Mapa do percurso de Arcos até Barcelos

E assim começamos, já a partir da porta do hotel Villa D'arcos, que está localizado mesmo no Caminho de Santiago.
Chegamos num instante à São Pedro de Rates, onde está localizada a belíssima e antiga igreja românica com o mesmo nome...
construída sobre um templo românico do séc. VIII ou IX...

imagens da Igreja de São Pedro de Rates

Aqui esteve por muitos anos sepultado o primeiro Bispo de Braga, São Pedro, que foi nomeado pelo próprio São Tiago (Santiago) - apóstolo de Jesus. Atualmente os seus restos mortais encontram-se na Sé de Braga.

estátua de São Pedro de Rates

Esta localidade encontra-se em Póvoa do Varzim, mas é hora de seguirmos por onde que mais gostamos... os caminhos que nos mostram a ruralidade dos campos
E assim, adentrarmos pela região do Minho...
Campos rurais

saco de pão pendurado no portão de uma casa



Na companhia de muitos peregrinos que começam a surgir... cada vez mais...

peregrinos de Santiago andando pelo Caminho

nos caminhos do Norte, temos a certeza que estamos numa região de trabalho... muito trabalho!!

trabalhadores na lavoura


Dica desta etapa:

Não deixe de parar no Restaurante Pedra Furada! Ali você vai se sentir um autentico peregrino.
A decoração é toda temática... Incrível!

várias decorações alusivas ao Caminho de Santiago



O atendimento do Sr. António é fantástico. Faz questão de fazer uma fotografia com todos que lá estão. As recomendações estão em toda a parte..
Seguimos com as nossas refeições leves ao almoço para ir em frente com boa disposição.
Mas ficou a promessa de voltar para provar o prato mais famoso da casa que é o premiado galo assado, o melhor da região, que pode ser servido na sala do piso superior usada pelos clientes habituais.
duas peregrinas de santiago e senhor dono de um restaurante no caminho

pagina de joranal sobre um restaurante no Caminho de Santiago

misto quente e copo de suco


A partir dali, segue a ansiedade para chegarmos no nosso próximo destino. Mas ainda nos últimos 7 kms antes de chegar a Barcelos, há muito tempo para apreciar mais coisas que o Caminho tem para nos mostrar.
Muitas das igrejas e capelas que vamos encontrando pelo Caminho serviram de albergue para peregrinos  de outros tempos, descansarem e passarem a noite...

capelas e igrejas no Caminho de Santiago

Já na zona rural de Barcelos, vamos encontrando nos quintais das casas os famosos pica-no-chão.
Utilizados no famoso prato típico da região: arroz de cabidela ou de frango pica-no-chão
Mais um bocado e já estamos a avistar Barcelos!

galos num campo


A emoção de ver aquela linda ponte sobre o rio Cávado é o que nos dá forças depois de um dia muito quente... que bela imagem!

rio, ponte e construções medievais


Do outro lado do rio, a antiga azenha - moinho de água, foi transformada num posto de acolhimento de peregrinos. A Casa da Azenha, é um ótimo lugar para uma pausa antes de entrar na cidade de Barcelos. Com todas as informações necessárias e apoio...

imagens de um posto de acolhimento para peregrino de Santiago

Barcelos é uma cidade muito charmosa, com muita história e que vale a pena conhecer.
Ruínas romanas, construções medievais e os charmosos galinhos de Barcelos, espalhados pela cidade são as grandes atrações.
A cidade de Barcelos, recebe os peregrinos de Santiago de braços abertos, e foi assim que o Nuno Rodrigues do Turismo de Barcelos, nos recebeu, ainda a tempo de nos mostrar a bela vista panorâmica do alto da torre medieval no centro da cidade...

construção medieval e igreja romana em barcelos



A lenda do galo de Barcelos está completamente ligada aos peregrinos de Santiago, uma vez que conta-se que Santiago salvou um peregrino que foi injustamente acusado de um crime que não cometeu, naquela cidade. Garantindo que o galo que o juiz que o condenou estava comendo no dia do seu enforcamento, saltaria da panela e cantaria. O que diz a lenda, foi que isto realmente aconteceu, e o juiz correu à tempo de ver que o nó da corda onde seria o peregrino enforcado, foi mal feito, saindo então ileso. Hoje vale a pena visitar em Barcelos o monumento que representa esta lenda , bem na entrada da cidade.

monumento do peregrino de Santiago em Barcelos


Ainda restou-nos forças para um pequeno passeio pelo charmoso centro histórico...

vista panorâmica de praça em Barcelos

fachada de casa com varandas e vasos de flor


antes do merecido descanso no excelente Hotel Bagoeira, localizado bem no centro da cidade...
o conforto para uma noite bem dormida e o delicioso e reforçado pequeno almoço/café da manhã, repondo as energias para a próxima etapa.

mochila de peregrino de Santiago encostada em cama de hotal

E é a partir daqui que as dificuldades começam a surgir... mas são as dificuldades que também nos dão forças para continuar e a cada vez mais ter a certeza que o Caminho Português de Santiago... encanta!

Acompanhe!

#duasBloggersumCaminho 


mão com anel e azulejo com o símbolo do Caminho de Santiago


Reserve o Hotel Bagoeira em Barcelos, aqui:




Booking.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário