O que ver e fazer no Bonfim. Uma região no Porto que vale a pena explorar.

 
fachadas de várias casas típicas do Porto e árvores

Longe do turismo massificado e bem próximo dos moradores locais, a região do Bonfim tem um charme todo especial. A primeira vez que percorri com atenção aquela zona oriental da cidade, foi sob o comando do jornalista que mais sabe sobre a história do Porto: Germano Silva. Foi um percurso encantador, numa homenagem ao poeta Eugénio de Andrade. Passamos por várias ruas e locais importantes de um Porto do final do séc. XIX e XX, embalados pelos poemas, daquele escritor que não é do Porto, mas adotou a cidade assim como tantos que aqui chegam.


várias pessoas observndo uma senhora a falar num coreto e um edifício branco ao fundo

Foi neste percurso que conheci as belíssimas ruínas de uma antiga arca d'agua que servia a água para o centro do Porto através de um extenso aqueduto. Estas ruínas estão localizadas na estação do metro Campo 24 de Agosto.

ruínas medievais
As curiosidades de algumas estações de metro do Porto: AQUI

Numa outra oportunidade foi a vez de percorrer as ruas daquela região com a museóloga  da Câmara Municipal do Porto, Isabel Andrade, para conhecer as casas de Brasileiros de Torna Viagem. Um período que marcou a arquitetura do Norte de Portugal com casas construídas por portugueses que fizeram fortuna no Brasil e ao regressar para Portugal, nomeadamente ao Porto, se estabeleciam no Bonfim com suas casas que chamavam a atenção, pelo tamanho e pela riqueza de detalhes.


casa do estilo do séc. XIX e senhor passando em frente

Num período em que muitas industrias se estabeleceram às margens do Douro e próximo da estação de Campanhã, vilas operárias também vão se construindo na região do Bonfim, e é também no final do séc. XIX que surge a imponente Igreja do Bonfim.
Inicia-se nesta zona oriental, que podia ser chamada de periferia, por se formar fora do perímetro das antigas muralhas que cercavam o centro do Porto, uma região bastante ocupada pelo contraste das grandes casas de brasileiros de torna viagem e as pequenas e simples "ilhas" operárias, que ainda lá estão, apesar das industrias já terem se retirado dali.

um vila operário do Porto e suas casinhas


FAchada da Estação de Campanhã no Porto
A estação Campanhã de comboios/trens fica numa das extremidades da região do Bonfim

Fchada da Igreja do Bonfim no Porto
Igreja do Bonfim

Estes contrastes no Bonfim duram até os dias de hoje e é por isso que  vale a pena conhecer e percorrer sem pressa e com olhos para ver a arquitetura singular das casas, e os vários tipos de estabelecimentos comerciais, desde os mais antigos e tradicionais até os novos e modernos conceitos de muita gente nova que está a empreender no Bonfim. E se nos séculos XVIII e XIX, eram os portugueses a irem para o Brasil, este início do século XXI tem sido marcado pelo grande número de brasileiros a chegarem em Portugal para viver, e boa parte deles a abrir os seu negócios na cidade e muitos a trabalhar e estudar. E no Bonfim, não é diferente, já há cafés, padarias artesanais, restaurantes e outros estabelecimentos  com sotaque brasileiro, e não só.  Outras nacionalidades também  estão presentes no Bonfim. É comum ver por lá as mesas de cafés preenchidas por alguns nómades digitais  trabalhando nos seus computadores. Eles aproveitam a calma da região, uma vez que ainda não foi descoberta por muitos turistas. 
Mas os moradores locais também adoram desfrutar  os espaços mais genuínos da região.

FAchada de um bar no Porto com mesa, bancos e um barril de madeira

várias mesas de esplanada com pessoas sentadas e guardassois

Por lá, ainda temos o privilégio de encontrar pessoas a trabalhar em seus antigos ofícios e também lojas antigas como a do Sr. Ricardo Canjirão que vende o melhor do artesanato português. Peças vindas de várias partes do país.

homem trabalhando em mesa de carpintaria
uma carpintaria à moda antiga ainda funciona por lá


várias peças de artesanato português
Conheça mais: sobre esta loja de artesanato no Bonfim

fachada de uma loja de queijos e vinhos portugueses
comércio tradicional

A arquitetura do Bonfim  é bastante eclética, destacam-se as charmosas casas com os azulejos e suas florzinhas nas varandas.

fachada de uma casa com azulejos e florzinhas  nas janelas


Muitas remodelações estão a acontecer no Bonfim e a região vai ficar cada vez mais atrativa.

Fachada de uma casa antiga sendo restaurada

E por falar em remodelação, é impossível ficar indiferente à bela fachada na Avenida de Camilo que acabou de ser restaurada: o Liceu Alexandre Herculano,  que é uma das mais tradicionais escolas da cidade e que estava bastante degrada.

FAchada do Liceu Alexandre Herculano no Porto

A historia de alguns acontecimentos históricos como as Invasões Francesas, a guerra civil entre D. Pedro, o I Imperador do Brasil e seu irmão D. Miguel, a tentativa da  implantação da República e muito mais, está representada no Museu Militar do Porto, na rua do Heroísmo. E  para os que gostam de ver esculturas e arquitetura de cemitério, bem ao lado do museu encontramos o Cemitério do Prado.

Paree branca com letreiros: Museu Militar do Porto
Conheça mais sobre o Museu Militar do Porto: neste post

À volta do Museu Militar do Porto, os nomes das ruas homenageiam muitos homens que estiveram envolvidos no Cerco do Porto, a guerra entre D. Pedro e D. Miguel, como por exemplo a Rua Duque de Saldanha e Rua Duque da Terceira. 

Por ali também encontramos um jardim "quase secreto" que guarda antigas fontes e brasões que pertenciam à cidade mas agora encontram-se no Jardim de Nova Sintra ou Parque das Águas.

Casa burguesa do séc. XIX e jardim à frente
Conheça mais: Parque de Nova Sintra


E para finalizar o passeio pelo Bonfim, nada melhor do que descansar num dos bancos do belíssimo Jardim de São Lázaro bem em frente à Biblioteca Municipal do Porto que também merece a visita, por estar num edifício que pertenceu à um convento e possui no seu interior muitos painéis de azulejos predominantemente do séc. XVII.  Tanto o jardim como a biblioteca, foram criados pelo D. Pedro, o I imperador do Brasil.


Dois painéis de azulejos e três cadeiras



E foi ali no Bonfim muito próximo da Biblioteca Municipal, no séc. XIX que da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto saíram diversos artistas renomados da cidade. 

Quem quer se hospedar no Bonfim também já encontra boas opções. Já há algumas redes hoteleiras que se estabeleceram por lá como o Eurostars Heroísmo e o Oca Oriental Porto Hotel  , para além de ótimos apartamentos turísticos.. Encontre aqui: as opções para se hospedar no Bonfim.
Ao ficar hospedado naquela região você pode encontrar melhores preços, porque está mais afastado da concentração dos hotéis do Centro Histórico, mas ao mesmo tempo está a poucos minutos de caminhada das principais atrações turísticas. 

FAchada do Hotel Ova Oriental no Porto


O Bonfim e as Casas de Brasileiros Torna Viagem, são um dos percursos "Fora do Básico" dos meus Passeios com Sotaque Brasileiro, e para mim é muito gratificante mostrar os encantos dessa região tão próxima  do dia-a-dia dos locais, aos turistas brasileiros.

Se você vem pra o Porto ou vive na cidade, vale a pena passear pelas ruas do Bonfim com calma. Observar os seus contrastes, sentir os aromas dos muitos espaços gastronómicos, entrar nas novas e antigas lojas, observar a arquitetura dos finais do séc. XIX e início do XX e  ver os moradores do Porto a circular. Vai se encantar!





Comentários

Reserve Aqui a Sua Hospedagem:

Booking.com