segunda-feira, 9 de abril de 2018

A Casa Escondida do Porto.

 A grande maioria dos turistas que passam por esta ou melhor, por estas fachadas não percebe à primeira vista que estão na verdade diante de duas igrejas.
O gigante painel lateral em azulejos impressiona e as fachadas em barroco também.
Mas na verdade estamos diante das Igrejas do Carmo e das Carmelitas. Pertencentes a duas ordens distintas fundadas nos séculos XVII e XVI. E o que ninguém nunca reparou é que entre elas existe uma Casa Escondida...


Sim, além de duas Igrejas, elas estão separadas por uma pequena casa...

A Igreja das Carmelitas, a Casa Escondida e a Igreja do Carmo

É certamente a casa mais estreita do Porto e provavelmente de Portugal e  concorre com várias casas estreitas pelo mundo.
A Igreja das Carmelitas  foi construída entre 1616 e 1628.
Em 1736, é fundada a Ordem Terceira do Carmo, que a principio tinha a sua sede no Convento dos Carmelitas Descalços, bem ali ao lado, mas em 1752 foi cedido o terreno ao lado da Igreja dos Carmelitas para a construção da Igreja do Carmo).
O que vou ouvindo por pessoas da cidade é que naquela altura não era permitido pelo Vaticano a construção de duas igrejas assim, uma ao lado da outra, e foi por isso que foi construída esta pequena e estreita casa entre as duas igrejas. Separando os edifícios.

A casa serviu de residência para alguns capelães e em algumas situações também abrigou artistas que faziam trabalhos na decoração da Igreja e médicos que trabalhavam no hospital da Ordem.
Nos últimos tempos lá viveram o Sacristão e o zelador da Igreja.

Reuniões secretas também foram ali realizadas nos tempos das Invasões Francesas entre 1807 e 1811,  no período do Liberalismo entre 1828 e 1834, durante o Cerco do Porto entre 1832 e 1833. depois da Proclamação da República em 1910 e também durante o período às Ordens religiosas.

Se as paredes da Casa Escondida falassem, ouviríamos muito sobre a história da cidade.
A cidade esta que passa bem à frente...



do seu interior é possível ver o edifício da
Reitoria da Universidade do Porto e toda a sua movimentação ao redor


Após 250 anos, a Casa Escondida, desconhecida também pela maioria dos locais, é agora aberta ao público para visitação. E claro que eu fui até lá!
Sempre que eu passava por lá com turistas brasileiros, falava sobre a existência desta casa, e a curiosidade sempre era  grande para saber como ela era por dentro...



Surpreendentemente, apesar de muito estreita, a casa de 3 pisos tem vários comodos, com o mínimo de conforto...




nada mal esta sala de estar e jantar

Inclusive uma cozinha...


Tudo em ótimo estado de conservação...


A visita à Casa Escondida, inclui a passagem pel belíssima Igreja do Carmo e também acesso ao local onde se encontram as catacumbas e onde é possível visualizar a Coleção de Pratas da Ordem do Carmo




Um segredo desvendado, fechado à 250 anos e que agora também pode visitar...



Valor do Bilhete 3 euros ( Abril/2018)

Horários:
Segunda e Quarta-Feira
das 8 às 12 h
das 13 às 18 h
Terça e Quinta-Feira
das 9 às 18 h
Sexta-Feira:
das 9 às 17:30 h
Sábado:
das 9 às 16 h
Domingo:
das 9 às 13:30 h
Feriado:
das 9 às 12 h






6 comentários:

  1. Desconhecia! Mas parece-me que foi mais uma coisa que inspirou a autora do Harry Potter já que nos livros as personagens também se encontram numa casa estreita que surge por magia no meio de outras para as reuniões de um grupo rebelde.

    ResponderExcluir
  2. Que legal. Quando estive aí não tinha reparado que a casa existia. Muito interessante descobrir mais um cantinho do Porto :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Rita; estive aí e nem reparei nessa casinha ... adorei saber! Da próxima vez espero lhe conhecer bjo grande

    ResponderExcluir