sábado, 6 de junho de 2020

A Praça do Marquês e a sua igreja.


Praça e igreja ao fundo

E a vista incrível da cidade do Porto e arredores

Afastada do centro histórico do Porto na parte Norte, a Praça do Marquês é um daqueles locais que podemos sentir o dia-a-dia da cidade e estar perto dos moradores da cidade.
 A começar pelo modo como é chamada indica a intimidade que os portuenses têm com ela, uma vez que o seu nome atual desde o final do séc. XIX é Praça Marquês do Pombal,  em homenagem ao "primeiro ministro" que tantas ações fez por Portugal nos meados de 1700, mas que a cidade só a conhece como a Praça do Marquês.
Por lá passam moradores da região o dia inteiro, muitos autocarros/ônibus e a estação de metro com o mesmo nome da praça  também é alvo de muita movimentação.
É comum ver por ali muitos idosos a se divertirem com jogos de sueca, dominó ou uma boa conversa. Política e futebol, são sempre os temas preferidos.

A história da  Praça:

Vale lembrar que a sua localização à Norte da cidade do Porto antes da sua urbanização que foi sendo desenvolvida à partir dos sécs. XVII e XIX, era constituída de uma vasta área rural e propriedades agrícolas, por isso ali existia uma grande Quinta e que em 1832/33 foi ocupada pelas tropas liberais de D. Pedro IV (I Imperador do Brasil) para defender o Porto das tropas absolutista do irmão D. Miguel.
Em 1837 fica conhecida como Largo da Aguardente, por ser ali o comércio de aguardente da cidade.
Só em 1898 é transformada então na praça já com a configuração que hoje conhecemos, um jardim público, estilo romântico que recebeu como doação de famílias influentes da região o seu belíssimo coreto que ainda hoje tem um ótimo estado de conservação e que em outros tempos foi palco de bailes e festas populares.

A Igreja da Senhora da Conceição

Comparada com as antigas igrejas que estamos habituados a ver no Centro Histórico do Porto, a Igreja da Praça do Marquês ou melhor, a Igreja da Senhora da Conceição, é uma consturção do séc. XX. A primeira pedra foi colocada em 1938 e foi concluída em 1947.
Mas apesar de ser moderna, comparada às demais igrejas seculares, o arquiteto inicial do projeto, Paul Bellot,  foi buscar influência nos mais variados estilos anteriores da arquitetura, como a arte moçárabe nas colunas e rendilhado dos arcos interiores. Os vitrais da igreja demonstram a inspiração na arquitetura górica e o mosaico policromado lembra-nos a arte bizntina e árabe.

Interior da igreja Senhora da Conceição

vitral de igreja

Interior da igreja Senhora da Conceição
Os dois púlpitos no altar são esculpidos em pedra ançã com representação dos apóstolos

As 10 capelas laterais possuem painéis de azulejos alusivos à devoção dos portugueses em algum momento histórico. São painéis belíssimos emoldurados por embutidos em mámores que fazem de fundo para as imagens dos santos.

painel de azulejos e uimagem de santa


A Torre da igreja e a vista:


O ponto alto da visit à igreja da Senhora da Conceição é a subida da sua torre, que tem um custo simbólico de 1 euro e que vale cada degrau subido.
Nunca estive tão próximo de tantas engrenagens para o funcionamento de um carrilhão.
São 18 sinos, confeccionados pela Fundição de Sinos de Braga, que pesam 8 toneladas.~
O carrilhão pode se comandado por uma pedaleira, pelo relógio e por um sistema informático que possui também um teclado associado, que permite aumentar o repertório musical, com uma programação de 154 melodias. 

engrenagem de um carrilhão

engrenagem de um sino de igreja

uma mão tentando tocar um sino


No alto da torre, chegamos ao miradouro mais alto da cidade. Uma vista de 360 graus onde podemos ver além de toda a cidade do Porto, a vista prolonga-se até a Serra de Valongo, Póvoa de Varzim, a ponte da Arrábida, o Rio Douro, o mar. Fiquei ali longos minutos a olhar tudo e a tentar identificar os monumentos e as localidades. 

vista da cidade do Porto


vista panoramica do Porto e arredores
Imagem panorâmica da vista da torre da igreja retirada do folheto da própria igreja


vista do alto da frente da igreja e da praça do Marquês
vista da frente do terreno frontal da igreja e parcial da Praça do Marquês.


Lugares incríveis do Porto que encanta, perfeitos para quem quer alargar os passos para além do Centro Histórico e das atrações mais conhecidas.
Além disso, se vem visitar o Porto pretende procurar hospedagens na região da Praça do Marquês, saiba  que vai encontrar boas opções de transportes públicos, restaurantes e comércio local.

Igreja Senhora da Conceição
Praça Marquês de Pombal, 111
Porto



guiabrasileira mostrando a estação de São Bento no Porto para duas turistas




2 comentários:

  1. Que linda vista Rita !! Praça e Igreja lindas... obrigada por partilhar ...
    Com certeza na volta ao Porto , vou conhecer ... 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cristina!!! Com certeza vai adorar!!! Obrigada pelo seu comentário! Bjs

      Excluir