sexta-feira, 15 de junho de 2018

A Varanda da Saudade. Na Sé do Porto.

O Porto tem dessas coisas...

Quem visita a Sé do Porto, a região mais antiga da cidade, onde o Porto nasceu, e onde encontramos pessoas cheias de orgulho por lá viverem, pode ter a sorte de a qualquer momento, ouvir fado vadio (cantado pelos moradores da região) e ainda participar de uma festa de rua das mais genuínas!
É ali na primeira casa da rua Escura que está a Varanda da Saudade.
De frente para a Catedral, o fado é apreciado por quem por lá passa para visitar e pelos moradores...



um público mais que especial
É uma festa das pessoas da Sé, para as pessoas da Sé. Organizada pelos próprios moradores, a festa só acontece quando a Sé quer. Sem dia e nem hora marcada com muita antecedência.
Explicou-me o senhor que tratava de cobrar a entrada para o "WC": a gente decide uns dias ou um dia antes, nos juntamos e fazemos a festa.
Se na Varanda da Saudade canta-se o fado, abaixo dela preparam-se e vendem-se os petiscos. Porque não há festa popular sem eles.



Os turistas sobem e descem param para tirar fotos e ouvir uma ou duas músicas, mas os locais, estes vão ficando sem pressa que a festa acabe.




No Porto típico
E quem vai à Varanda da Saudade, canta um fado com sentimentos. Um fado genuíno...




E os iniciantes também são bem-vindos. Como este jovem que já canta com toda a emoção que lhe vem a alma...



Uma festa democrática, uma espécie de São João... mas pode acontecer a qualquer momento...


por isso, quando for visitar a Sé Catedral dê sempre uma espreitadela para a rua Escura. Pode ter a sorte de ouvir fado na Varanda da Saudade e sentir de perto a energia dos portuenses da gema!
Onde o Porto é Porto mesmo.

Porque o Porto encanta e a Varanda da Saudade... também!

Vem para o Porto e região?






Nenhum comentário:

Postar um comentário