quarta-feira, 30 de maio de 2018

Como foi o Festival de Música do Porto In Spiritum 2018.

Mais uma vez, como vem fazendo desde 2014, o Festival de Música do Porto In Spiritum vem habituando-nos a contemplar monumentos e locais emblemáticos da cidade, ao som de peças musicais que vão de encontro a história  dos espaços onde acontecem os concertos.

Cada vez que vou ao In Spiritum, desde a primeira edição, sinto-me a fazer uma viagem no tempo, como foi o caso do concerto "Cantata do Café de Bach" que aconteceu no Café Astória, que hoje está incorporado ao Hotel Intercontinental.

Sentir o aroma do café que foi servido ao público que assistia ao concerto dos alunos do Curso de Música Antiga da ESMAE - Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, senti-me num Porto antigo, a cidade dos glamourosos cafés, ponto de encontro de artistas e intelectuais...

um concerto aliado à elegância do Café Astória

A apresentação que aconteceu no Ateneu Comercial do Porto,  fez-me  imaginar o Porto do início do séc. XX, a época das reuniões dançantes, os saraus músicos-literários e matinées musicais animadas por música de salão.

O concerto "A música de salão no Porto na Belle Époque" permitiu-me viajar no tempo enquanto apreciava aquele espaço emblemático que passa tão despercebido quem sobe e desce a Rua de Passos Manuel na Baixa Portuense...




E para encerrar, o In Spiritum presenteou os ouvintes, com o som do emblemático violoncelo Montagnana que pertenceu à Guilhermina Suggia, uma das maiores violoncelistas do seu tempo.
Interpretadas pelo violoncelista norte-americano residente em Portugal há mais de 30 anos, Jed Barahal, "As suites para violoncelo de Bach", foram resgatadas por Pablo Casals em 1889.
Guilhermina Suggia foi aluna de Pablo Casals, com quem viveu de 1906 à 1913.
Além de viver em Paris e Londres, Guilhermina Suggia apresentou-se em diversos e renomados palcos europeus. Nasceu e morreu no Porto.
O seu violoncelo Montagnana pertence hoje à Câmara Municipal do Porto, que abiu as portas do seu Salão Nobre para a despedida do Festival de Música do Porto In Sipirtum 2018, com a promessa de voltar para o ano.


Este pequeno vídeo que fiz ao assistir estas 3 apresentações é apenas um "cheirinho" deste festival tão especial, que ainda apresentou concertos na Casa do Infante, No Conservatório de Música do Porto e no Salão Árabe do Palácio da Bolsa.



Mas pode ver os vídeos oficiais do In Spiritum no seu canal do Youtube: AQUI

Fique atento. Para o ano há mais. Se estiver no Porto no mês de Maio acompanhe a programação:

www.festivalinspiritum.pt
Facebook.com/inspiritum
Instagram.com/Festivalinspiritum


Vem para o Porto e região?









Nenhum comentário:

Postar um comentário