O Alfarrabista da Rua das Flores, nº 28 - Uma viagem no tempo.

A Livraria chaminé da Mota


Não é um museu, mas poderia ser.
Existe um mundo, no nº 28 da Rua das Flores, que é um mundo à parte.
Poderia ser um Museu da Literatura, das Letras, do Conhecer e de tantas outras coisas.

Bem-vindo ao mundo do Sr. Pedro Chaminé da Mota, o Alfarrabista.



Sim, é mais  uma das tantas palavras que no meu português-brasileiro, era desconhecida...
Tem origem árabe,  vem  do nome do filósofo muçulmano al-Fârâbî que possuía e lia muitos livros.
E portanto é o nome dado a quem coleciona, compra e vende livros e demais publicações usadas, de segunda mão.
No Brasil, este comércio tem o nome popular de "sebo".


Curiosidades a parte, quem passa por  esta porta na emblemática Rua das Flores, não imagina o que há  no seu interior. E quem entra, basta alguns minutos para perceber que entrou numa deliciosa viagem no tempo.
São livros, livros e mais livros, revistas, jornais e muito mais.






 Para além dos livros há várias caixas de músicas, verdadeiras peças únicas. Uma coleção de chapéus, muitos e muitos objetos incrivelmente interessantes. Vá à Livraria Chaminé da Mota sem pressa, porque vai ser impossível sair de lá tão cedo.




O mais incrível é que está tudo catalogado, super bem organizado e separado por, temas, autores, países. São publicações e mais publicações e mais publicações. 1 milhão!! Distribuídas em extensos corredores.
São 4 pisos com muita coisa para ver.





Publicações raríssimas, algumas delas, nem estão à venda.
E algumas tem capas tão lindas que são autenticas peças de decoração...
Tudo muito poético...



O pessoal que lá trabalha está sempre muito disponível e pronto para ajudar no que o cliente procura, ou simplesmente para mostrar tudo o que há lá para ver.

O sr. Pedro Chaminé da Mota, de 82 anos, sim! 82 anos (era a idade dele quando escrevi este post em Julho de 2012) estava  por lá, de vez em quando. Feliz, apaixonado por tudo aquilo. Era um homem que expressa cultura. Foi uma honra conhecê-lo. Uma pena que já não está entre nós.
Tinha um orgulho imenso por aquilo tudo. E a cidade do Porto só tem a agradecer a um homem que desde a sua infância guardou todas as suas bandas desenhadas/histórias em quadrinhos, revistas, livros e um dia em 1981 com o incentivo da sua esposa, resolveu mostrar à cidade e ao mundo, o seu Mundo! E abriu a sua livraria... na Rua das Flores.


Livraria Chaminé da Mota | Alfarrabista
Rua das Flores, 28
tl. 222 005 380
www.chaminedamota.com




















Comentários


  1. Conheço o espaço de lá ir visitar os livros, é uma máquina do tempo que nos leva a outro mundo, ao meu em particular.
    Obrigada pela partilha!

    ResponderExcluir
  2. Num lugar desse é sempre esta impressão de estar em outro mundo que guarda vários registros do tempo sem perder o ar de novidade. E que palavra bonita, né? Alfarrabista! Adorei!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Reserve Aqui a Sua Hospedagem:

Booking.com