sábado, 28 de abril de 2012

Alminhas da Ponte...

Quando andamos pela Ribeira nem sabemos direito para onde olhar. Tanta coisa bonita à volta... o rio, os barcos rabelo, o muro de pedras, o casario, as pessoas nas esplanadas dos restaurantes, os artistas e claro, a ponte.
Tantas coisas, que às vezes pequenos detalhes passam despercebidos.
A escultura Alminhas da Ponte  é um desses detalhes. Só me dei conta desta bela homenagem depois de muitas vezes passar por ali.


Quando me dei conta de tantas velas acesas ali no chão, já quase chegando à ponte Luis I, é que parei para entender o que elas estavam ali a fazer.


A placa ao lado do painel, diz tudo... estamos diante de uma bela homenagem.



Uma obra de arte de Teixeira Lopes, um grande escultor português, relembrando uma das maiores, se não for a maior tragédia do Porto, na ocasião das Invasões Francesas no início do séc. XIX, quando as pessoas assustadas, resolveram fugir para V. N. de Gaia, pela ponte da barcas, que não aguentaram o peso de milhares de pessoas.


Depois daquele dia , passei a olhar para a "Alminhas da Ponte" com muito respeito e descobri que mais recente, uma intervenção do arquiteto Eduardo Souto de Moura, também fez a sua homenagem, através de duas placas de bronze colocadas em cada margem do rio, no local exato onde se encontrava a ponte das barcas. 
Homenagens que encantam! Passeie pelo Porto com olhos para ver!

Vem para o Porto e região?





2 comentários:

  1. Muitos parabéns pelo blog! Sou do Porto e vou começar a seguir ;)

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada Marta! O seu blog também é lindo, vou seguir! Um beijinho!

    ResponderExcluir