segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Do Porto para... a Terra de Santa Maria na Viagem Medieval de 2017.

E lá vai mais uma edição da maior e mais querida feira medieval de Portugal.
A 21 ª edição da Viagem Medieval em Santa Maria da Feira, como todos os anos, impressiona pelo seu tamanho, pelo número de visitantes, pela organização e por ser uma autentica aula de história dos tempos de um Portugal medieval...

o reinado de D. Afonso IV - o tema deste ano da Viagem Medieval
A grandiosidade desta festa é vista no mapa do evento, onde boa parte da cidade está envolvida, e a vasta programação durante os 10 dias intensos que mobiliza a maioria da população local...



Este ano, o tema foi o reinado de D. Afonso IV que subiu ao trono em 1325.
Em 34 anos de governo, D. Afonso IV enfrentou um período muito difícil de guerras, catástrofes naturais, fome e a Peste Negra em 1348.

Ao longo de todos os dias, figuras relacionadas com aquele período circulam e interagem com os visitantes...




as pessoas contaminadas pela Peste Negra e os médicos que tratavam de seus ferimentos eram os mais impressionantes este ano!


Inúmeras animações, cortejos e episódios chamam a atenção dos visitantes. Desta vez, fiz questão de assistir a animação Pedro e Inês, a trágica história do  amor proibido de Pedro, filho de D. Afonso IV com a castelhana Inês de Castro. Assassinada a mando do rei.
Diz a lenda que quando Pedro assumiu o o seu reinado, mandou desenterrá-la e coroá-la como rainha, obrigando os nobres presentes a beijarem a mão, da "rainha" de Portugal. Hoje, os dois estão enterrados no Mosteiro de Alcobaça no centro do país.



Um dos muitos  espetáculos da Viagem Medieval 




Outro recriação que eu não poderia deixar de acompanhar, foi o cortejo da Rainha Isabel, mãe de Afonso IV, que após ficar viúva do rei D. Dinis, seguiu em peregrinação a Santiago de Compostela...



Impossível não se emocionar e relembrar o meu Caminho Português de Santiago de Compostela.
(pode ver: AQUI)

Mas a Viagem Medieval, além de todo o contexto histórico é sinonimo de muita música, comida e bebida!

Uma publicação partilhada por o Porto encanta | Rita Branco (@oportoencanta) a


Numa feira medieval, a comida também é dos tempos medievais, e é deliciosa!!





Eu não dispenso a sandes de porco e a sangria!


E este ano, conheci e me deliciei com a Barranada, uma versão fantástica da rabanada, feita na regiã0 de Santa Maria da Feira...

Delícia!!!!!
Mas há de tudo.
Os restaurantes e bancas de doces são super disputados, todos vão à Viagem Medieval para comer. Afinal... estamos em Portugal! 







Para fugir um pouco da confusão, vale sempre dar uma passada pelo espaço: Banos de São Jorge, onde é possível relaxar com os efeitos das águas, da música, do chá e de massagens...


todos os anos, eu vou até lá para relaxar. veja AQUI
Junta-se a tudo isto a boa disposição de quem nos recebe em dias de festa em Terra de Santa Maria...



Marque na sua agenda. Sempre em Agosto. Não deixe de conhecer a maior feira medieval de Portugal.
Porque a Viagem Medieval encanta!

Acompanhe aqui as próximas edições: www.viagemmedieval.com  

Aqui um pequeno vídeo com imagens da feira e dos vídeos em diretos na ocasião da minha ida 
à Viagem Medieval 2071:


Nenhum comentário:

Postar um comentário