sexta-feira, 7 de julho de 2017

Do Porto para... Braga. Aprendendo a fazer o Pudim Abade de Priscos.

Se vem a Portugal, ou se vive cá, nomeadamente no Norte do país, este é um dos doces que não pode deixar de conhecer.
O Pudim Abade de Priscos é típico de Braga, porque foi lá que ele nasceu. Mais precisamente na localidade de Santiago de Priscos, onde um abade, famoso por seus excelentes dotes culinários criou esta receita no séc. XIX.

Uma receita, diferente, especial e que possui uma Confraria que vai "fiscalizando" a sua execução um pouco por todo o país...


Uma receita com história e que o Manuel Almeida, dono da Doçaria Cruz de Pedra em Braga,  tem orgulho de divulgar por todo Portugal e para o mundo.


Na doçaria que foi fundada pelo seu avô em 1922, tanto ele como as gerações seguintes sempre tiveram a preocupação de resgatar receitas com histórias, escondidas e esquecidas em conventos e tantos outros lugares que fazem de Braga uma cidade ideal para comer os mais saborosos doces tradicionalmente portugueses.



Conheço o Manuel Almeida de longa data, antes mesmo do o Porto encanta existir e desde sempre este jovem empresário, faz questão de defender o que é tradicional e bem português.

Junto com a Confraria ele incansavelmente vai a todos os cantos do país promover esta iguaria tão deliciosa e tão bracarense.
E posso dizer que já ouvi de outros chefs renomados que o Pudim Abade de Priscos do Manuel Almeida, é realmente o melhor de Portugal.

A boa notícia é que agora podemos invadir a sua cozinha na Doçaria Cruz de Pedra e meter literalmente a mão na massa para aprender a fazer o Pudim Abade de Priscos...


Um programa inserido num dos Passeios organizados pelo blog Aqueles que Viajam da Naiara Back que adora colocar os visitantes de Braga a pedalar para conhecer os lugares históricos e gastronomicos da cidade.

ver um dos Passeios de bicicleta por Braga:AQUI

De bicicleta ou não, pode-se ir fazer o workshop com o Manuel Almeida, descobrindo os segredos do pudim mais famoso do Norte de Portugal...




Entre os seus ensinamentos, o Manuel vai contando a história do Pudim, da sua família, das receitas resgatadas e os segredos para a calda chegar no ponto e para o pudim ter a consistência certa...






Pronto para ir ao forno



Um diferencial muito interessante é a embalagem de cortiça para viagem que o Manuel desenvolveu para o transporte do pudim. Um presente lindo e delicioso, literalmente!


E o gran finale é a prova desta iguaria tão especial de Braga, da maneira mais tradicional, acompanhada de aguardente...


Na ocasião que fiz este workshop, a Doçaria Cruz de Pedra estava nomeada a concorrer o Premio da Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, na categoria Produto/Serviço do Ano.
E nada melhor do que celebrar com um bom espumante...


Porque no Norte de Portugal, as celebrações são sempre à volta da mesa!


Faça a sua visita à Braga de maneira divertida e deliciosa. 
Porque a gastronomia portuguesa... encanta!

Todas as informações sobre esta e outras experiências gastronomicas em Braga:








5 comentários:

  1. Adorei saber mais uma peculiaridade gastronomica, ainda mais sendo em Braga.
    Amei tudo que foi relatado e com certeza irei visitá-la e quiça me aventurar em sua preparaçao.
    Obrigada por tao deliciosa informçao. Bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço o seu comentário tão carinhoso Ilma! beijinhos!

      Excluir
  2. Que delícia, quero provar, quero aprender a fazer também.

    ResponderExcluir