quarta-feira, 31 de maio de 2017

Do Porto para... as experiências em Castro Laboreiro e Melgaço.

Portugal é tão pequeno... mas é tão grande!
É incrível como um só país é capaz de nos proporcionar experiências tão especiais que nos contam a sua história, desvendam os seus sabores e nos apresentam pessoas tão genuínas e que fazem questão de manter as suas tradições da terra onde nasceram e sempre viveram.
Estou a falar da minha ida à Melgaço e também à Castro Laboreiro. Bem ao norte de Portugal a aproximadamente 1 hora e 40 minutos de carro do Porto.
E foi em mais uma destas experiências que conheci pessoas que tem orgulho da sua terra.
Mesmo que a sua terra não esteja nos grandes centros.


Depois de conhecer e aprender muito sobre esta região produtora dos melhores vinhos verdes, (veja neste post AQUI), no dia seguinte foi a vez de ir até Castro Laboreiro, a  20 kms do centro de Melgaço e já no belíssimo Parque Nacional da Peneda Gerês...


Castro Laboreiro é uma aldeia emblemática na região do Alto Minho, e que preserva marcas muito fortes da sua história. É ideal para se estar junto da natureza.


E foi justamente com a jovem e simpática Safira Matos da empresa local Montes de Laboreiro, especializada em turismo de aventura e natureza que conheci um bocado daquele belíssimo lugar na serra do rio Laboreiro...

Os trilhos são excelentes para os amantes das caminhadas

a beleza dos seus segredos!!

A aldeia preserva muito da sua arquitetura medieval...




No Núcleo Museológico de Castro Laboreiro  é possível conhecer o estilo de vida de uma antiga casa naquela aldeia...

simplicidade e marcas do tempo...
Antigas ferramentas de trabalho na terra

E os tradicionais fornos comunitários que assavam dentre outras coisas os pães castrejos, uma das imagens de marca da aldeia...



E foi justamente o pão castrejo que transformou a minha viagem numa bela experiência de turismo criativo. 
A Safira levou-nos para dentro da casa onde as senhoras Isalina, Rosa e Almerinda, com sorriso nos rostos e toda a sabedoria de suas vidas, produzem o pão que é uma das tradições castrejas que elas fazem questão de manter, e que a jovem Safira tem orgulho de mostrar.


E como turismo criativo é por a mão na massa... vamos a isso!


E lá vão as três a trabalhar ao mesmo tempo que ensinam...




o melhor... é ouvir as suas histórias de vida!




a tradicional reza que ajuda o pão a crescer, não pode faltar!


E quando os pães estão prontos e alguém diz: "Humm este pão vai bem com uma manteiguinha", logo uma delas responde: "Não não! é bom é com chouriço!" 
 Adoro!

E por falar em gastronomia, não se pode deixar Castro Laboreiro sem antes comer o fantástico bacalhau do restaurante Miradouro do Castelo...

A minha experiência no alto Minho, terminou com chave de ouro, quando fomos conhecer em Prado,  a empresa produtora de queijos Prados de Melgaço, que acredita que animais felizes e tranquilos são produtores de leite de melhor qualidade e consequentemente, queijos de excelência.
E adentrar no local onde as cabras estão sendo alimentadas é quase que entrar num mundo à parte!




comida e música de qualidade, com direito a um cilindro para massagens, garante a qualidade dos queijos... como pode ver neste pequeno vídeo:

video

A comprovação está mesmo na excelência dos produtos...

Visitantes à Prados de Melgaço para conhecer a produção são bem-vindos: www.pradosdemelgaco.pt 

Do Porto para... um Portugal com uma paisagem belíssima, excelentes vinhos e gastronomia, pessoas empreendedoras e orgulhosas de uma terra com tradição, história, cultura e patrimonio.
Porque o Norte... encanta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário