terça-feira, 10 de maio de 2016

Olhar para o alto para ver... beirais lindos!! Os telhões de faiança.

Quem anda pelas ruas do Porto adora apreciar as fachadas dos edifícios.
As varandas e os azulejos chamam a atenção de todos.
Tantos modelos e desenho diferentes encantam locais e turistas...

ver um post no blog que fala sobre esta combinação perfeita: AQUI
Mas quem atreve-se a olhar mais para o alto pode ter a sorte de encontrar alguns dos poucos exemplares de telhões de faiança que enfeitavam os beiras das casas construídas por volta do séc. XIX.




Hoje em dia são raríssimos, mas quando conseguimos avistá-los é um deleite para os olhos.
Ainda podemos vê-los em alguns edifícios no Porto e arredores.

Para encontrá-los é preciso olhar lá para o alto dos edifícios. Pode até dar uma certa dor no pescoço, mas vale a pena.

Na Baixa do Porto conseguimos avistar alguns na  Ribeira...


 Muitos em ótimo estado de conservação...
Próximo da Ponte Luis I  na Av. Gustavo Eiffel



No Largo de São Domingos


alguns já apresentam as marcas do tempo...


Rua da Assunção - ao lado da Torre dos Clérigos

Foi um leitor do blog, que uma vez me chamou a atenção par estas raridades tão lindas, ele passou-me inclusive o link do blog: Arte, Livros e Velharias, que fazia uma verdadeira "caça" aos telhões de faiança que só são encontrados predominantemente no Norte do país. 
Eram fabricados na sua maioria na Fábrica de Cerâmica Devesas e na Fábrica de Santo Antonio de Vale da Piedade, ambas em Vila Nova de Gaia.

Passei então a andar sempre com atenção para os beirais das casas e edifícios.
Num passeio pelo Parque de São Roque, deparei-me com uma antiga casa palaciana infelizmente em estado de degradação, mas que mantinha os telhões de faiança em toda a volta da casa, praticamente intactos, lembro-me que fiquei por ali longos minutos a apreciá-los







E do outro lado do rio, em Vila Nova de Gaia, a Casa-Museu Teixeira Lopes, além do fantástico espólio de um dos mais famosos escultores portugueses e outros artistas, exibe nos seus beirais, estas belezas que eram fabricadas a poucos passos dali, na antiga e infelizmente extinta Fábrica das Devesas e que chegou a ser a maior fábrica de cerâmica do país...






Extremo bom gosto da arquitetura do século XIX...



Todos os motivos para andarmos com o olhos bem atentos e ao alto.
Porque os telhões de faiança...encantam!

2 comentários:

  1. Oi Rita,
    Sou apaixonada pelos detalhes! Não sabia desses telhões de faiança, adorei! Beijo de Firenze, Denya ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá Denya!! Obrigada! São mesmo lindos!!

    ResponderExcluir