quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Arquitetura & Música. Na #Casa da Música.

Quem gosta de arquitetura, nomeadamente a arquitetura moderna, e quem gosta de conhecer edifícios emblemáticos de uma cidade, vai adorar conhecer a Casa da Música do Porto.
Tem pouco mais de 10 anos, mas já é um ícone da cidade.
O seu formato completamente invulgar chama a atenção de todos que passam pela Avenida da Boavista...



À noite, é ainda mais linda! E é a noite que os principais espectáculos musicais acontecem nesta casa concebida para a música.



Os melhores concertos, desde música clássica, jazz e música de vanguarda, passam por aqui.
Esta casa de espectáculos foi construída para inicialmente receber o concerto que iria encerrar as atividades do ano em que o Porto foi Capital Europeia da Cultura em 2001. Mas as obras atrasaram e só foi inaugurada em 2005, com um orçamento que foi altamente ultrapassado e por isso causou uma certa desconfiança nos portuenses. Mas... a Casa da Música, soube  conquistar os habitantes locais, que hoje tem orgulho deste ícone cultural da cidade e os turistas também fazem questão de visitá-la e não saem de lá indiferentes.

Este projeto do arquiteto holandês Rem Koolhaas é grandioso, arrojado e foi pensado todo ao pormenor. Por isso, vale muito a pena conhecer e se tiver oportunidade de assistir a um concerto na Casa da Música, vai adorar.

Só é possível conhecer este edifício através de Visitas Guiadas, o que é uma mais valia para saber todos os detalhes da construção e do projeto. As visitas em português acontecem todos os dias às 11, 14:30 e às 16 horas...






Na visita guiada, conhecemos pormenores incríveis da sala principal, a Sala Suggia, Nada ali está por acaso. Tudo faz parte de um conjunto de fatores, que faz desta Sala, uma das melhores do mundo. Ali, um concerto chega próximo da perfeição...








O tour da Casa da Música é sempre surpreendente. Eu já o fiz várias vezes acompanhando turistas brasileiros e tanto os guias como a o percurso mostram-nos sempre detalhes diferentes de casa uma das outras salas que estão à volta da Sala Suggia...



A Casa da Música é... da música e pode ser que alguma das salas esteja ocupada com ensaios ou atividades educativas, por isso o percurso da visita pode mudar a cada dia.
Mas a cada sala que entramos vamos nos deparando com detalhes que nos levam a entender que aquilo está ali para melhorar a propagação do som...





Os imenso vidros duplos e ondulados entre as principais salas e que dão para o exterior da Casa, isolam totalmente a passagem do som.

O arquiteto, não deixou de homenagear a cidade do Porto, em duas das salas onde trouxe para a decoração das mesmas, os conhecidos azulejos...






Com sorte, a visita guiada ainda pode conduzir-nos à sala do gamelão, um instrumento muito especial vindo da Indonésia...

Veja um post sobre este instrumento quase escondido na Casa da Música: AQUI

Apesar de muito concreto, aço e geometria, a Casa da Música não é um espaço frio e muito menos distante das pessoas. Porque a Casa da Música está voltada para a cidade...




A geometria da construção e a sensibilidade da música estão sempre em perfeita sintonia por ali...




São ali residentes: A Orquestra Sinfonica do Porto, o Remix Ensemble, a Orquestra Barroca e o Coro da Casa da Música.
Além dsso, inúmeras atividades educativas acontecem ao longo do ano,
Alem da visita guiada ou de assistir um bom concerto, também é possível usufruir do restaurante e da cafeitaria.

Do lado de fora, os skatistas também são um espetáculo a parte...

Veja um post sobre os skatistas na Casa da Música: AQUI

Se vem ao Porto, ou vive na cidade é mais um ícone do Porto que é obrigatório conhecer.
E se puder  assistir a um concerto, vai ser ainda melhor!
Porque a Casa da Música... encanta!




todas as informações e agenda:
www.casadamusica.com








Nenhum comentário:

Postar um comentário