sexta-feira, 27 de julho de 2012

Um tesouro "escondido" na Casa da Música

Só quem faz uma visita guiada ao maravilhoso, arrojado e moderno edifício da Casa da Música, no Porto, tem acesso a uma sala "quase escondida" onde está o Gamelão.
Um conjunto de instrumentos musicais de percussão. Verdadeiras obras de arte.



 O Wikipédia define-o assim:
"O instrumento musical coletivo típico das ilhas de Java e Bali, na Indonésia. É composto por uma série de metalofones, xilofones, kendang (tambores) e gongos, podendo algumas variantes incluir ainda flautas de bambu e instrumentos de cordas percutidas ou tocadas com arco, ou mesmo cantores. Para muitos indonésios, a música de gamelão faz parte essencial da cultura indonésia."



A Casa da Música tem esta orquestra (também é assim chamado) que é as vezes utilizados em atividades educativas  e raríssimas apresentações.
É mesmo um privilégio estar tão perto de peças tão bonitas e tão bem  trabalhadas.
É um instrumento que só pode ser tocado em simultâneo, e em  algumas ocasiões , por 30 a 60 pessoas.


 
Atualmente, quem circular pela Sala Renascença pode ver expostos alguns destes instrumentos juntamente com uma espécie de "cyber-robot", que através de um sensor, permite que os visitantes com apenas alguns movimentos corporais, conheçam a sonoridade do Gamelão.
Super interessante.


 Vale a pena, através da visita guiada, além de conhecer os detalhes do interior da Casa da Música, ter acesso à um dos símbolos da cultura indonésia, com mais de 2.000 anos de história, de natureza preciosa e concepção exclusiva.

Aqui um rápido e histórico clip da execução do Gamelão:

Nenhum comentário:

Postar um comentário