quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Uma "caixinha de surpresas"... foi assim o Projeto Casa

Diferente da maioria dos eventos que acontecem nos pavilhões da Exponor, a 3ª edição do Projeto Casa,  dedicado à arquitetura e ao design, veio com uma proposta irreverente e diferente do que normalmente um evento destes costuma apresentar. Com o tema "O Regresso à Baixa", a ordem era reutilizar, reaproveitar e transformar.
No lugar de stands convencionais, os expositores criaram os seus espaços em contentores marítimos.
Valeu a criatividade. Alguns eram verdadeiros gabinetes de arquitetura, em pleno trabalho...




Outros foram utilizados para exposição de produtos de design e/ou serviços usando  e abusando da criatividade...




O evento  se auto denominou de "caixinha de surpresas" e assim foi. Porque do lado de um produto ou ambiente com charme, podíamos acompanhar um workshop onde as pessoas, com a mão na terra, literalmente, aprendiam a fazer adobes (terra crua), para serem utilizados na construção.






Uma ideia inovadora da Sitio uma cooperativa dedicada ao desenvolvimento de economias locais.
Através de workshops e formação levam ao conhecimento de qualquer pessoa, técnicas de construção com a utilização de materias, a pensar na sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Mais adiante, várias instalações apresentavam os concorrentes do concurso Work in Progress, um desafio lançado pela Ordem dos Arquitetos, S.R. Norte:
Num módulo de 2 x 2 metros, com a utilização de um material de determinado fornecedor, ligado à construção, cada arquiteto participante deveria utilizar estes materiais com propostas inovadoras, aplicáveis em habitações.
Aqui o projeto vencedor do arquiteto Alexandre Loureiro:





Continuamos a circular por aquele pavilhão e vamos descobrindo mais fornecedores, arquitetos, e situações que nos despertam a curiosidade e a consciência, uma vez que um dos objetivos do evento era justamente este. Levar-nos à reflexão...






Quem precisasse de um profissional da área da arquitetura, podia conversar com vários que tinham ali os seus "gabinetes" ...



E como a criatividade estava presente em toda parate,  aqui o trabalho de dois ilustradores de "street art", que resolveram dar "vida" a personagens em papel cartão, criando uma série de bonecos em três dimensões, como se a pintura no muro, saltasse para fora...


E ainda conferências, seminários, workshops e exposições. Uma delas, "Uma cadeira para..."  aqui nesta publicação.

Inserido ao evento, o Urban Market recriou as ruas da Baixa do Porto, numa mega instalação, onde os visitantes circulavam por ruas imaginárias e conheciam as criações do já conhecido mercado urbano, que valoriza os criadores portugueses e os espaços históricos do Porto...


Veja aqui como foi o Urban Market no Projeto Casa.

E no centro de tudo isto, um trabalho incrível de três jovens designers, que recriaram em papel cartão, edifícios do Centro Histórico do Porto, numa verdadeira declaração de amor ao Porto...



Este trabalho merece destaque num próximo post, com fotos do interior destas casinhas, é sensacional... acompanhe em breve.

E assim com irreverência,  criatividade, amor pela cidade, reflexão e transformação, o Projeto Casa, apresentou-nos, profissionais, trabalhos e produtos que reafirmam a importância da arquitetura e do design na cidade do Porto.

Todas as fotos do Projeto Casa 2012 aqui: Facebook/OPortoencanta

2 comentários: