domingo, 17 de abril de 2016

Descobrindo os segredos da Oficina de Cerâmica da Árvore - Cooperativa Artística

Esta história começa com um post escrito aqui no blog em Julho de 2014, quando descobri estes lindos painéis de azulejos em Matosinhos...

conheça estes painéis e o que eles representam: AQUI

e que para o meu orgulho foi partilhado em Março deste ano,  pela  Oficina de Cerâmica da Cooperativa Árvore - onde o painel foi pintado, e também pelo próprio artista que o pintou, José Emídio (que é o více-presidente da Árvore)... que honra!


E foi a partir daí que surgiu o convite do Pedro Gil, o técnico responsável por essa Oficina, para que eu fosse conhecer as instalações  onde aquele belíssimo painel foi pintado pelo artista José Emídio.
O primeiro painel de grandes dimensões pintados naquelas instalações.

E é claro que lá fui eu, conhecer mais um espaço de trabalho artístico, desta cidade que respira arte!
Quem acompanha o blog, sabe como eu adoro conhecer este tipo de lugar,

A Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas, surgiu em 1963, graças a um grupo de artistas, escritores. intelectuais e arquitetos com o objetivo de produzir, divulgar, e comercializar obras artísticas, e promover ações culturais. Hoje em dia há por lá várias exposições, oficinas, workshops, palestras e conferências. Tudo à volta das atividades artísticas.



Quem entra por este edifício histórico no Passeio das Virtudes, vai encontrar um espaço preenchido com  muita arte.
Mas acima de tudo é um espaço de muito trabalho.

Pela sua Oficina de Cerâmica, passam imensos artistas famosos ou não, para ali executarem os suas obras. O Pedro Gil está sempre por lá para ajudar e possibilitar que os trabalhos sejam produzidos da melhor maneira. São várias encomendas públicas e privadas atendidas naquele espaço.

A visita começa pela loja, que mais parece um atelier de pintura e cerâmica. E a ideia é mesmo esta, porque lá é um lugar de comercialização, mas é também de produção...



Lá é possível comprar peças de artistas portugueses, muitas delas exclusivas.




Mas o melhor está por vir...  conhecer a Oficina onde tudo aquilo é produzido...


É fascinante entrar por aquelas salas imensas cheias de ferramentas, pincéis, barros, fornos,  objetos que nem imaginamos para que servem...








Arte por toda a parte... peças prontas outras em execução...











O Pedro Gil, muito atencioso e paciente, já lá trabalha há 30 anos e  vai mostrando algumas técnicas para trabalhar a cerâmica...





foto: Pedro Gil

aplicações e pinturas...







Uma foto na parede, lembra os estragos provocados por um atentado à bomba naquele edifício em 1976, época de grande instabilidade política pós 25 de Abril.



Marcas do tempo de um edifício histórico...


Aqui faz-se barro se for preciso...



Inspiração? Basta olhar pelas janelas, todas com vistas para o Jardins das Virtudes e o rio Douro...





Mas não ficou por aqui. Ainda há mais para conhecer... 
uma grande sala para grandes trabalhos, a área de impressões, com máquinas muito antigas...









Sempre com as explicações do Pedro Gil...



No jardim, também há arte...



Além da loja, da sala de exposições, e das oficinas, a Árvore também tem um restaurante e esplanada abertos ao público para quem quiser passar bons momentos por ali...




Tantos bons motivos para visitar aquele edifício amarelo nas Virtudes!

Conheça tudo sobre a Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas, suas exposições, oficinas artísticas e viagens culturais aqui: www.arvorecoop.pt

E a Oficina de Cerâmica da Cooperativa Árvore no Facebook: AQUI

Porque a arte e os artistas do Porto...encantam!



Um comentário:

  1. Parabéns a todos e, em particular, ao pintor e amigo José Emídio.

    ResponderExcluir