terça-feira, 7 de julho de 2015

Do Porto para... o Douro. Os vinhos e a Quinta da Pacheca.

Foi mais um dia especial na região do Douro que eu tanto admiro e não me canso de lá ir e de dizer que todos devem conhecer.
É Patrimonio Mundial da Humanidade e é para mim a paisagem natural mais bonita de Portugal.
O Douro Vinhateiro é a região produtora dos vinhos do Douro e do Porto, só por isto já é uma honra estar a partir do Porto apenas cerca de 100 kms daquele paraíso.

Desta vez o meu destino foi a Quinta da Pacheca, uma das mais conhecidas e antigas propriedades do Douro a produzir e engarrafar vinhos com a sua própria marca.
A Quinta pertenceu a uma única família até 2012 quando foi adquirida por dois portugueses radicados em França. Empresários bem sucedidos, Maria do Céu Gonçalves e Paulo Pereira estão cada vez mais a dinamizar a Quinta da Pacheca.
Os vinhos continuam sob a responsabilidade da conceituada enóloga Maria Serpa Pimentel.
A Quinta da Pacheca produz vinhos do Douro DOC  e vinhos do Porto de categorias especiais.

Em dia de lançamento do vinho branco  Pacheca Superior 2014, a Quinta da Pacheca convidou o chef francês  estrelado Philippe Renard do restaurante do Hotel Lutetia em Paris que num dueto com o chef residente do restaurante da Quinta, apresentaram um menu degustação para harmonizar com este novo vinho da marca.

Mas antes, a enóloga Maria Serpa Pimentel, conduziu-nos a uma visita à charmosa Quinta da Pacheca...



Cheia de recantos muito especiais...




Um exemplar de um marco pombalino recebe-nos à porta do lagar...

os marcos pombalinos, em granito, foram colocados no Douro entre 1758 e 1761 para demarcar a região  produtora
 dos vinhos, por ordem do Marques do Pombal

Os lagares estão prontos para receberem as uvas da próxima vindima que acontece normalmente em Setembro e/ou Outubro...



uma cave linda armazena os vinhos do Porto com pormenores muito especiais e que recebe grupos para almoços  neste cenário muito charmoso...







Um vinhedo de 54 hectares envolve a paisagem da Quinta da Pacheca...



Enoturismo, visitas guiadas, provas de vinhos, eventos, vindimas, cursos de vinhos, paz e tranquilidade é tudo que se pode encontrar por lá.
O The Wine House Hotel, é um pequeno hotel de charme com 15 quartos no edifício principal da Quinta, do século XVIII, mas com requintes de modernidade e sofisticação...





Faça aqui a sua reserva no The Wine House Hotel: AQUI


Chegamos ao lindíssimo restaurante que numa decoração em tons de verde faz-se estender com a paisagem dos vinhedos no exterior...






Ali, os chefs  apresentaram o menu degustação...

Philippe Renard

Carlos Pires

o vinho em lançamento e harmonização, o Pacheca Superior Branco 2014, é um vinho muito elegante e mineral, com aromas frescos e cítricos a lembrar flor de laranjeira, muito equilibrado com final longo e persistente...



o chef francês, apresentou-nos um prato muitíssimo especial...

atum, espargos, pistachos e presunto crocante... divino!

A seguir as criações do chef português...

ovo meia cozedura, foie gras em molho de cogumelos

garoupa, puré de ervilhas aromatizado com azeite de trufas e legumes braseados

O menu de sobremesas foi acompanhado por uma seleção especial de vinhos do Porto...



Maria Serpa Pimentel, a enóloga da Quinta da Pacheca



Muito amável, o chef Philippe Renard, ofereceu a cada um dos presentes o seu livro de receitas, devidamente autografado...




Como eu disse no início deste post, foi um dia muito especial... e por que?
Porque apesar de todo o requinte e glamour num lugar tão charmoso, a Quinta da Pacheca, tem a essência do Douro: o bem receber, o  acolher de uma maneira que nos faz sentir muito bem. 
É como se nos dissessem: bem-vindos ao Douro... sempre!
Porque o Douro... encanta!


Maria do Céu Gonçalves, proprietária da Quinta da Pacheca

o verdadeiro espírito do Douro




Vale a pena conhecer. a Quinta e os vinhos.

Quinta da Pacheca

4 comentários: