sexta-feira, 8 de maio de 2015

Viajar para o Porto... para comer, beber e se encantar!


Este post, faz parte de uma série de posts, numa ação em conjunto com outros bloggers de viagens, experiências, vinhos, comidas e apaixonados pelo Porto.
Eu, Nelson Carvalheiro do blog  Nelson Carvalheiro, Elena Paschinger do Creativelena, André Apolinário do Taste Porto Food Tours, Gabriella Opaz do Catavino, Vera Dantas do Porto Envolto, e Arturo Bandini do The City Tailors Porto, vamos mostrar nos nossos blogs, porque o Porto é um destino gastronómico de excelência e porque os amantes de viagens gastronómicas devem colocá-lo no topo da lista.
______________________________________________________________________________

No início do mês de Abril, eu estava a 300 Kms do Porto, no Estoril, participando do #World Food Tourism Summit, a ouvir fantásticos oradores, a conhecer muitas pessoas que gostam de viajar  e com  a certeza de que o turismo gastronómico é um dos principais motivos que fazem as pessoas...viajar!

veja AQUI o meu post sobre o #WFTS15

E por isso, voltei para o Porto ainda mais orgulhosa da cidade onde vivo, afinal o Porto é um Destino Gastronómico de Excelência! 

                                                                            E por que?

Impossível não começar falando do vinho mais famoso do mundo, o vinho do Porto. 
Com o nome da cidade e com a cidade de frente para as caves, onde este vinho está armazenado, é  um prazer imenso provar os vinhos do Porto... de frente para o Porto!





Além dos vinhos do Porto, os vinhos do Douro são os mais apreciados por cá. O rio que é o grande companheiro da cidade, também é o responsável pela região mais famosa dos vinhos de mesa, de Portugal.

Por isso, viajar para o Porto é beber os nosso vinhos... 





Mas, viajar para o Porto também é... comer. E bem!
A tradição e a qualidade está presente na gastronomia do Porto.
Da simplicidade ao requinte, os restaurantes fazem questão de trazerem para os seus pratos tudo o que a terra e a costa portuguesa produzem...

sardinhas

caldeirada de mariscos
chouriços

queijos, pães, enchidos

bifanas


camarão

alheira

novilho

E claro que o destaque vai para o bacalhau. O mais desejado de dez entre dez turistas.
Preparado de muitas maneiras. Há quem diga que na gastronomia portuguesa existem mais de 100 receitas de bacalhau para se preparar! 
E é muito fácil encontrar por cá, nas mercearias e nos mercados quem com muita disposição nos ensine a comprar um bom bacalhau e com jeitinho ainda nos dão uma boa dica ou receita para prepará-lo...



bacalhau com broa

bacalhau com batatas ao murro

bolinhos de bacalhau

pataniscas de bacalhau

Este peixe tão famoso e tão bem preparado em Portugal, foi durante muitos anos o sustento de muitas famílias portuguesas. Uma vez que os barcos bacalhoeiros saíam em direção à Noruega e outros países de águas frias onde se pesca o bacalhau, e só voltavam depois dos barcos estarem totalmente carregados.
Eram meses e meses em alto mar a trabalhar.

Muitos destes barcos, vindos do mar, adentravam pelo rio Douro e vinham atracar em frente à primeira Alfândega do Porto. Onde até hoje existe o...


Um muro que em tempos medievais, servia para defender a cidade, nos dias de hoje é um dos lugares preferidos dos turistas para comer, beber a apreciar o rio...



E é assim neste cenário histórico e especial que o Porto gosta de receber.  
Por isso, viajar para o Porto também é estar à mesa junto com o Património Histórico. Por entre as ruelas e os edifícios emblemáticos da cidade...




E porque no Porto a história está em toda a parte, os pratos mais típicos da cidade também  vem acompanhados com muita história.
Estamos a falar de um prato que está completando em julho de  2015, nada mais nada menos do que 600 anos! 
São as Tripas à Moda do Porto...


É um lenda que mistura-se com a história e diz, que na época dos descobrimentos, quando o Infante D. Henrique preparava as suas embarcações para conquistar Ceuta, foi pedido aos habitantes do Porto que fornecessem toda a comida que havia na cidade, inclusive toda a carne animal. 
Para as pessoas do Porto, só restaram as miudezas dos animais e as tripas. E por isso, com muita criatividade,  foram obrigados a reinventar pratos com aquilo que lhe restou. E destes pratos, nasceram as famosas Tripas à Moda do Porto, onde foram acrescidas várias outras carnes, feijão e um bom tempero. Para quem está lendo a partir do Brasil, vale lembrar que este prato é muito semelhante à Dobradinha...


O outro prato típico do Porto também é comida com história. É a famosa Francesinha...


Conta-se que à volta de 1950, um português do norte do país foi trabalhar em França, e na volta a Portugal,  ao trabalhar num restaurante no centro do Porto, inspirou-se no famoso "croque-monsieur" e resolveu reinventar este  prato francês de maneira muito mais consistente com carnes, chouriço, queijo e um molho muito especial. Dando o nome de Francesinha, em homenagem à mulher francesa.



Além das comidas com história, no Porto adoramos comer as comidas na altura certa.
Como as castanhas no Outono...


as cerejas na Primavera...


as sardinhas no Verão...


e o queijo da Serra no Inverno...


Provar e aprender em cenários especiais também é o que o Porto propõem em diversos eventos...


Ou simplesmente.. comer, beber e apreciar a paisagem. Tudo o que de melhor o Porto tem para oferecer.
À beira rio, à beira mar, ou numa ruela histórica...





todos os cenários e todos os pratos encantam!





Portanto, se está programando a sua próxima viagem, venha para o Porto.... 
para comer, beber e se encantar!

Veja aqui o post do Nelson Carvalheiro:


Aqui está o post da Vera Dantas:


O post da austríaca Elena Paschinger:


Aqui o post do blog The City Tailor's:


Aqui o post da Gabriella Opaz:

http://catavino.net/porto-top-gastronomy-europe/



















7 comentários:

  1. Estamos chegando em julho para apreciar tudo isso !!! Na última oportunidade eu experimentei e adorei as tripas, mas dobradinha eu não como !!! Antonio Corrêa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então agora é a vez de provar a Francesinha e o melhor bacalhau do mundo e muito mais Antonio Corrêa! Até breve!

      Excluir
  2. Olá, Rita!

    Como você, também nasci em SP, numa família (mezzo) portuguesa, estudei comunicação, queria ir para Barcelona, mas acabei no Porto (onde fiz o meu mestrado) :) Legal o seu blogue, também me interesso sobre gastronomia (e às vezes escrevo sobre o assunto), vou acompanhar. Quem sabe um dia nos cruzamos por aí!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani! Obrigada pelo seu comentário. Você ainda vive no Porto? Podemos qualquer dia marcar um café. quando quiser, entre em contacto: oportoencanta@gmail.com

      Excluir
  3. De nada :) Obrigada pelo contato, sim, estou aqui, voltei em agosto. Escrevo, sim, para marcar um café! Abs!

    ResponderExcluir