quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Quando os vinhos de Lisboa e Setúbal vieram ao Porto...

Em Dezembro aconteceu no Sheraton Porto Hotel & Spa, uma prova de vinhos de 18 produtores vindos das regiões de Lisboa e da Península Ibérica destinada a  operadores turísticos, estudantes de escolas profissionais de hotelaria e lideres de opinião.
Um evento organizado pela Essência do Vinho que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, como convidado de honra, do Presidente da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho e dos Presidentes da Comissão Vitivinícola Regional de Lisboa (CVRL) e da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRPS). E ainda o Presidente  da Entidade Regional do Turismo de Lisboa, Vitor Costa.


Por estarmos aqui na região produtora do Douro, temos a tendência muitas vezes a escolher vinhos  desta região, mas... sabendo que Portugal é um excelente produtor de vinhos e vem recebendo cada vez mais premios no setor, é sempre bom aproveitarmos esta oportunidade para conhecer os vinhos de outras regiões. No caso de uma boa escolha num restaurante ou numa compra para abastecermos a nossa garrafeira/adega.

Na prova da abertura do evento um dos vinhos chamou a minha atenção. Dizem que não se deve escolher o livro pela capa, nem o vinho pelo rótulo, mas este eu não resisti...

um bom e fresco rosé da região de Lisboa

A prova sucedeu-se com um jantar elaborado pelo chefe Ilidio Barbosa, harmonizando vários pratos com os seguintes vinhos:

Casal de Santa Maria 2012 (branco) *
Adega de Pegões 2013 (branco)

Para acompanharem a Entrada:

mini queijo de Azeitão gratinado com mel de urze e maçã macerada em vinho Moscatel e micro verdes


Dory Reserva 2012, Adega Mãe (branco)*
Adega de Palmela 2013 (branco)
Quinta da Mimosa, Casa Ermelinda Freitas 2012 (tinto)

Acompanharam o Peixe:

Tranche de dourada sauté com crosta de algas. Mouseline de frutos do mar e pack choy. Molho de alho doce.



Entre uma harmonização e outra, conversas sobre os vinhos e suas apresentações. Estamos a falar de produtores de vinhos muito antigos e de vinhas próximas do mar...


Os tintos:
Bons Ventos 2012, Adega Mãe
Reserva das Cortes, 2012 Paço das Cortes*
Periquita Reserva 2012, José Maria da Fonseca

Acompanharam a Carne:

Naco de vitela grelhada com flor de sal. Batata fondant e legumes bebé glaciados.

Villa de Oeiras, vinho de Carcavelos e
Moscatel de Setúbal Superior 2011, Quinta da Bacalhoa *

Acompanharam a Sobremesa:

Mini torta de laranja com Couli de chocolate e bouquet de fruta sazonal

* Sem perceber tanto de vinho, mas procurando estar muito atenta e aprender sempre a respeito e acreditando que cada vez mais os vinhos tem muito do gosto de cada um, estes foram os meus preferidos da noite. 
Sendo o Moscatel de Setúbal Superior 2011 da Quinta da Bacalhoa o melhor!

Se é um apreciador de vinhos, ficam aqui algumas sugestões para boas escolhas.






3 comentários:

  1. Oi Rita, eu como apreciadora de um bom vinho, gostei bastante desta sua postagem :) .
    Realmente os vinhos portugueses estao entre os que me agradam. Dica anotada para ser comprovada em viagem futura.
    Abraços do Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Ilma! Fico feliz em poder ajudar com as minhas dicas! Beijos!

      Excluir
  2. Obrigado Rita por contribuir para uma maior divulgação dos vinhos portugueses de qualidade. Conheço excelentes vi hospital em todas as regiões demarcadas do País e, apesar de ter preferência pelas regiões do Douro e Alentejo, não questiono que outras regiões, Dão, Pénis uma de Setúbal e Lisboa têm hoje vinhos de
    qualidade internacional. Parabéns pela divulgação.

    ResponderExcluir