domingo, 17 de agosto de 2014

A magia da Ribeira...

Ela está na lista das ruas mais belas do mundo, segundo a revista de viagens espanhola Condé Nast Travelers.
É um destino obrigatório para todos os turistas que visitam a cidade, mas os apaixonados pelo Porto, como eu, também não se cansam de admirá-la.
Chama-se Cais da Ribeira, mas todos a conhecem como a Ribeira...


É um dos locais mais antigos da cidade. E mais típicos também.
A cidade do Porto nasceu virada para o rio Douro e nos tempos em que o  transporte de mercadorias era o marítimo e o fluvial, ali encontrava-se uma das principais entradas da cidade.
Não se tem a certeza de quando a Ribeira começou a ser habitada, mas as marcas medievais estão por toda a parte...




Sendo o Porto uma cidade mercantil e comercial, a Ribeira de outros tempos fervilhava  com o vai e vem dos barcos...

imagem extraída do blog: portoarc.blogspot.pt
de gentes, de comerciantes, mercadores, tudo na cidade acontecia a partir da Ribeira...

imagem extraída do blog: portoarc.blogspot.pt
Hoje a Ribeira fervilha de turistas, de restaurantes e também de vendedores...







O que faz da Ribeira um  lugar tão especial? 


A Ribeira é o sítio mais democrático da cidade! Um lugar onde todos são bem-vindos.
Ali podem-se encontrar desde hotéis cinco estrelas a hospedagens com conceito mais informal...




De todas as idades, nacionalidades e vindos de qualquer parte, na Ribeira todos são iguais...



Um Consulado por exemplo, pode estar perfeitamente instalado ao lado de calças e cuecas a secar...



Nos fins de semana e no alto Verão, a Ribeira transforma-se sob o olhar atento dos moradores locais...





Pode haver muito barulho e muita confusão, mas eles não se importam.


É bom olhar da sua varanda o movimento das pessoas a passar por ali e dos barcos a navegar no rio...


todos os tipos e tamanhos, muito diferente dos barcos que há séculos atrás desembarcavam ali as suas mercadorias...



Fazer um passeio na Ribeira, significa ir sem pressa...



porque ali é um lugar para sentar nas mesas dos bares e restaurantes ou à beira do rio para apreciar a paisagem.



A ponte Luiz I e a proximidade da outra margem, fazem o cenário ser ainda mais especial...



Há muito o que fotografar na Ribeira...


Aquele casario tão antigo e colorido é o alvo principal de todas as câmeras...




mas a Ribeira é cheia de pormenores. Em cada porta, em cada fachada, não paramos de encontrar detalhes únicos...








Os azulejos são a principal atração nas fachadas. Mas ao olharmos para o alto de alguns poucos edifícios também vamos encontrar telhões em faiança, lindos!




Os muros da Ribeira é o que restou da Muralha Fernandina que defendia a cidade em outros tempos, e passear ou fazer alguma refeição por ali, também é muito especial porque é como se estivéssemos nas casas daquelas pessoas que ali vivem. Tudo muito próximo. Algumas vezes já não sabemos quem é turista e quem lá vive. Por isso a Ribeira é democrática...




As gaivotas também adoram andar por lá.
É o sítio ideal para fotografá-las...


A Ribeira não se esquece dos que lá viveram e morreram. Há homenagens...

pode ver um post sobre esta escultura chamada Alminhas da Ponte: AQUI



É claro que a arte e os artistas também estão na Ribeira...





E onde há música, há dança. Porque está-se neste ambiente fantástico...



A melhor hora para se estar por lá?
Todas. Mas talvez uma das mais especiais é a hora do por do sol...


A Ribeira é para se aproveitar!
Quando vier ao Porto, não deixe de apreciar todos os seus encantos.
E se vive na cidade, vá até lá quantas vezes forem necessárias, porque há sempre o que descobrir no lugar mais emblemático do Porto.
Porque a Ribeira é mágica...  e encanta!


Nenhum comentário:

Postar um comentário