quinta-feira, 17 de abril de 2014

Porto... cidade de águas

O Porto encanta  por Rita Branco,  Sol de Barcelona por Cristina Rosa e Milão nas Mãos por Mage Santos. O que estes três blogs tem em comum?
São escritos por 3 brasileiras que por motivos distintos foram morar do outro lado do Atlântico e aprenderam a viver intensamente as  suas novas cidades .
Porto, Barcelona e Milão, o que estas cidades tem em comum?
São as segundas maiores cidades dos seus países e vivem às vezes à sombra das capitais.
Mas tem muitas outras coisas em comum e é isto que estas 3 autoras destes 3 blogs vão mostrar uma vez ou outra através de posts coletivos.

E o assunto de hoje é: Porto, Barcelona e Milão, cidades de águas!


O Porto não seria o que é sem as suas águas. Do rio e do mar.
A cidade é completamente voltada para o rio Douro...


e para o mar... o Atlântico.


O Porto e a sua gente, gostam de estar à beira do rio e do mar...



No Verão, principalmente, mas no Inverno se não está a chover, a cidade vai logo a procura das suas águas...



Praticar exercício físico a beira do rio ou do mar é um hábito do portuense...




dentro do rio também...



alguns portuense também adoram pescar...



O rio e o mar, tem importância fundamental na história mercantil da cidade.
O Porto sempre foi uma cidade de comércio, principalmente por causa dos transportes feitos através do rio Douro e do Porto de Leixões que nos dias atuais é um dos mais importantes portos de Portugal. Por onde entram e saem milhares de contentores de mercadorias diariamente...



Antes disso, era aqui no antigo edifício da Alfândega do Porto, que eram executados os serviços aduaneiros do Porto...


hoje o edifício abriga o Museu dos Transportes e Comunicações e recebe diversos e importantes eventos e congressos. Por ter sido alfândega, a beleza da sua fachada frontal está voltada para o rio.

Este rio que é tão importante para esta cidade.
É no rio Douro a 100 kms da cidade do Porto que está o fantástico vale do Alto Douro Vinhateiro...


uma região demarcada que há 2000 anos produz vinhos, os conhecidos vinhos do Douro e o ícone da cidade: o vinho do Porto.
Apesar de ser produzido a 100 kms da cidade, o vinho do Porto antigamente era transportado pelo rio que antes das construções das atuais barragens, era muito acidentado, sua navegação só era permitida através de embarcações muito específicas, conhecidos como barcos rabelos que chegavam na cidade do Porto e  o vinho era armazenado em Vila Nova de Gaia, no outro lado da margem do rio, nos grandes armazéns do vinho do Porto.

os barris de vinhos do Porto a serem transportados para os barcos rabelos, na região do Alto Douro Vinhateiro |foto:Taylors.pt|

aqui, o vinho do Porto sendo descarregado em V.N.de Gaia para ser armazenado nas caves, de frente para a cidade do Porto |foto:Taylors.pt|

Com a construção das linhas ferroviárias, este transporte passou a ser feito através de comboio/trem, e atualmente é feito através de camiões/caminhões, mas o vinho do Porto continua a ser armazenado nas caves à beira do rio Douro, que os turistas adoram visitar. É um programa obrigatório para quem quer saber mais sobre este vinho, conhecido mundialmente.


Em homenagem a este transporte que durante muitos anos foi tão importante para a história deste vinho, as caves do vinho do Porto, tem réplicas de barcos rabelos ali na margem do rio, a embelezar ainda mais a paisagem...


todos gostam de estar ali próximo dos rabelos à margem do rio...




ou dentro deles na versão turística, onde é possível fazer um passeio por entre as 6 pontes que atravessam o rio e unem as cidades do Porto e V.N. de Gaia...


A grande homenagem a estes barcos se dá todos os anos no dia 24 de Junho, quando acontece a tradicional Regata dos Barcos Rabelos, onde cada marca de vinho do Porto é representada por um barco e a cidade vai para a beira do rio celebrar a importância destes barcos e do vinho.. do e para o Porto.




Mas as competições mais modernas também são bem-vindas no rio Douro. Como foi o caso do Red Bull Air Race...

foto:dn.pt

e do Extreme Sailing Series...



Nos meses quentes da Primavera e do Verão, ninguém fica indiferente às margens do rio e do mar.
Um dos passeios mais interessantes que eu recomendo é ir à foz do rio Douro, onde o rio vai terminar no mar, e o encontro das duas águas é exatamente aqui:


Nesta imagem que eu fiz quando sobrevoei a cidade num helicóptero, dá para ver bem, a chegada do rio ao mar, logo depois da ponte da Arrábida...


Por isso o Porto tem o privilégio de contemplar as suas águas do mar...




e do rio...





E é mesmo aqui na região da Ribeira do Douro que é impossível não se deixar envolver por toda esta energia. Os turistas adoram e os locais também...


atravessar a ponte Luiz I, lá no alto a pé e ver a cidade e o rio aos seus pés é indescritível...


se quiser, também pode atravessar de Metro. Qual é a cidade que o Metro oferece esta vista?


Só há uma coisa que é exclusiva de quem vive aqui na Ribeira do rio Douro: é saltar da ponte!
Sim. Nos meses do Verão, como uma espécie de ritual, os rapazes e raparigas que vivem na região da Ribeira saltam do tabuleiro inferior da ponte. Todos que passam por ali, adoram ver e fotografar.
Mas para aqueles meninos, aquilo é muito mais que se exibir para os turistas... é uma iniciação de coragem!


E por falar em rituais, um ritual muito emocionante que aconteceu em 2012 na cidade que envolveu o rio e o mar, foi a "Barca da Memória do Porto para o ano 2112".
As pessoas depositavam em imensas cápsulas de aço, suas memórias e emoções, representadas por objetos ou palavras, referentes à cidade...

eu depositei as minhas
estas cápsulas, foram levadas do rio em direção ao mar, onde ficarão submersas durante 100 anos, e em 2112, o arquivo municipal do Porto irá recolher estas cápsulas e revelar as emoções e as memórias de quem vivia no Porto em 2012...

aqui a "Barca da Memória" sendo rebocada em direção ao mar, onde estão depositadas as memórias e as emoções da cidade até o ano de 2112

Tudo pode acontecer à volta das águas do Porto. 

Glamour...

aqui a atriz Sharon Stones batizando um barco para cruzeiros de enoturismo
as tradicionais feiras e mercados...


música...



e a  imensa animação da festa de São João. A noite (de 23 para 24 de Junho) mais longa da cidade do Porto...

foto: portoturismo.pt

Não há quem não se encante com esta cidade, com o seu mar e com o seu rio!



Para saber a importância das águas em Milão e em Barcelona , ver os links abaixo:

Milão nas mãos
Sol de Barcelona

13 comentários:

  1. Reportagem encantadora... eu como recém chegada no Porto me senti muito confortável e maravilhada com tanta beleza das águas desta cidade surpreendente!

    ResponderExcluir
  2. Olá Tatiana! Obrigada! Bem vinda ao Porto!

    ResponderExcluir
  3. Excelente reportagem Rita. Muitos Parabéns:)

    ResponderExcluir
  4. "Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota". - Madre Teresa de Calcutá
    Obrigada Rita por tão belas imagens e ótimo texto, onde mostra toda a beleza das águas Porto.
    Bjinhos
    <3

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Regiane, por palavras tão lindas. um beijinho!

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Que lindo! Que delícia é estar a beira deste Rio! Um lugar para relaxar do turismo e para curtir a cidade. Com sempre...Fotos de tirar o fôlego! beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cristina! Mas estar ali na Baceloneta também é muito bom! ;) beijos!

      Excluir
  7. Sou "Portogaiense" por adopção, há mais de 50 anos. Conheço bem todos estes locais. Belas imagens, bonitas palavras. Parabéns.
    António

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada António! Então não deixe de acompanhar os próximos posts do O Porto encanta.
      Vou mostrar sítios fantásticos de V.N.Gaia! Até breve!
      Rita

      Excluir