sábado, 8 de fevereiro de 2014

Por entre decorações, arquiteturas e francesinhas.

A arquiteta Regiane Yuki Sabanai é brasileira, vive em Sintra e é leitora deste blog.
Em Janeiro ela me escreveu a seguinte mensagem:

Rita querida. Estou querendo ir ao Porto para a Interdecoração. Vamos juntas? Bjo Re.

Como adoro conhecer as pessoas que acompanham "o Porto encanta" e como nós aqui no Porto, fazemos questão de receber bem, passei o dia com a arquiteta Regiane, acompanhando o seu trabalho de pesquisa aqui no Porto.


É uma arquiteta que divide o seu trabalho entre os escritórios em Portugal e no Brasil. Tem artigos na revista "Habitar Brasil-Portugal" e na revista on-line americana de arte "The New York Optimist".
Ela vive em Portugal há 3 anos e é mais uma brasileira que adora este país e faz questão de prestigiar o que de bom há por aqui. Por isso, veio de Sintra à Interdecoração, uma feira do setor que acontece todos os anos na Exponor aqui  no Porto, para conhecer novos fornecedores, principalmente na área de arquitetura de interiores e decoração...



Gosta de estar atualizada e saber o que acontece na área da decoração no país que escolheu para viver, e por isso circulou muito atenta pelos corredores dos pavilhões da Interdecoração...



Atenta às novidades...




Como uma das suas vertente de trabalho é a decoração de eventos, e arquitetura gourmet,  a Regiane fez questão de focar a sua atenção em detalhes que lhe serão úteis nos seus próximos projetos...



Hora do almoço... e a Regiane diz a frase fundamental: "Nunca comi Francesinha aqui no Porto".
E é aqui que eu entro. É hora de mostrar para nossa visitante de Sintra, o que é comer uma Francesinha no Porto, com direito a lhe contar toda a história de como surgiu este prato tão típico.
Como estavamos em Matosinhos, na Exponor, fomos logo ali próximo, no Requinte, um dos mais famosos restaurantes para  comer Francesinhas ...


Uma das áreas de muito interesse da arquiteta Regiane, principalmente depois que veio viver em Portugal, é a reabilitação de imóveis. Decidi então mostrar algum exemplo de reabilitação na cidade.
Como a chuva intensa não nos permitiu andar pela ruas do Porto, não consegui levá-la na região da Rua Mouzinho da Silveira, Rua das Flores e Praça das Cardosas, onde ela poderia ver excelentes exemplos de reabilitação urbana, ficou a promessa para uma próxima visita.
Resolvi então levá-la ao Mercado do Bom Sucesso, o que para ela foi uma agradável surpresa...


Gostou muito do que viu...


como ela também faz  remodelações para hotéis, achou ótimo o reaproveitamento do piso superior do mercado que se transformou no Hotel da Música...






 e ficou curiosa para ver imagens na internet de como era o mercado antes da sua reabilitação.
 Aqui estão algumas que encontrei...




Apesar da polemica que se criou em volta do mercado, que perdeu a sua característica original de mercado de produtos frescos, temos que admitir  que a reforma transformou o lugar numa boa opção para se passar bons momentos. No dia frio e chuvoso que se fazia lá fora, terminamos bem a tarde com um bom café...


Fica a certeza de que a nossa visitante de Sintra ficou satisfeita com a sua rápida passagem por aqui.
Uma vez que conseguiu unir trabalho com  o prazer de estar poucas, mas agradáveis horas no Porto!
Porque a cidade tem estes encantos, para todos os tipos de visitantes!






   

2 comentários:

  1. Bom dia!
    Gostaria de agradecer (além de pessoalmente, facebook, email...) aqui no blog mais charmoso e encantador do Porto.
    Foi um dia maravilhoso onde conhecemos as novidades e tendências para a decoração de 2014 com empresas portuguesas e para mim, na perfeita companhia da Rita, super atenciosa.
    Bem Haja e muito sucesso para O Porto Encanta.

    Bjins
    Regiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Regiane! Temos que repetir! Um beijinho!

      Excluir