quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Segunda-Feira? Feira de Espinho!

Se você, turista ou não, é daqueles que adora conhecer mercados e feiras tradicionais (como eu), precisa conhecer a famosa e secular Feira de Espinho. É considerada a maior feira da Península Ibérica, e o melhor: está a apenas 20 kms do Porto.
Acontece todas as Segundas-Feiras, o ano todo (com exceção nos feriados) das 7 às 19 horas.
De carro ou de comboio/trem, chega-se facilmente a esta cidade vizinha. E às Segundas-Feiras todos os caminhos levam à Feira. É só observar o ir e vir das pessoas ou perguntar, todos sabem onde é.
Começa na Rua 24, próximo a  Igreja Matriz.
E então,  prepare-se para andar e deixe-se envolver pelas cores, cheiros e sabores da Feira... É este tipo de lugar que nos põe em contato direto com as pessoas locais...




Logo no início da feira, a movimentação é grande na zona dos peixes...


E é fácil ver porque...


fresquíssimos...



Diga-se de passagem que a parte da alimentação... seduz.
São geralmente pessoas de idade, pequenos produtores que vendem legumes, verduras e frutas.
Senhoras que ficam ali horas e horas a trabalhar e a nos mostrar os produtos da sua terra...






Aqui, pode-se levar os ovos e se quiser... a galinha também...


Coisas tão tradicionais... olha só a balança em cima do caixote... quase todos os vendedores ainda usam este tipo de balança...


Outra zona que chama muito a atenção é a do artesanato...




Produtos trabalhados em palha, cerâmica, ferro, madeira , tecido e que nunca perdem a sua beleza...







Depois, a feira passa a ser pura diversão. Numa extensão a perder de vista, podemos encontrar tudo... absolutamente tudo o que se pode imaginar...






Até roupas para festa!!!



Ir numa Feira como estas é uma aula de marketing.
Começa na abordagem ao cliente.
Aquelas senhoras todas nos chamam de "meu amor".
Depois, sempre podemos provar o que quiser antes de comprar...


Como não há montras/vitrines os vendedores tem que usar recursos limitados para mostrar os seus produtos, tentam dar o seu melhor...





Alguns são quase profissionais...



Quanto mais gente em volta da banca melhor, as pessoas ficam curiosas e vão se aproximando para ver o que é...


E depois, vale a pesquisa e  procurar com calma porque por último vem o poder da negociação, mais conhecido na feira como pechincha.


E claro, como não pode deixar de ser, toda feira tem um artista a se apresentar...  sempre tem que ter música para animar os clientes!


Em plena Segunda-Feira, quando a maioria dos museus no Porto estão fechados, o turista que gosta de conhecer mercados e feiras, vai adorar! E quem não é turista também.
Tão próximo do Porto, vale a pena conhecer! Comprar e se deixar levar pela animação da Feira de Espinho!

Pode ver todas as fotos com "quase" tudo o que se pode encontrar na Feira de Espinho: AQUI










7 comentários:

  1. Sem dúvida uma 'boa' feira a não perder. Quando era adolescente, íamos em grupo, de comboio, para comprar as 'pechinchas' de roupa.

    ResponderExcluir
  2. Estas histórias são fantásticas! obrigada por partilhar!

    ResponderExcluir
  3. O tão divertido que foi acompanhar a feira através da sua reportagem! fez-me recordar os tempos de infância quando ía com o meu pai á conhecida "Feira das Paredes" situada na cidade de Paredes - Região do Vale do Sousa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Pedro! sim, as feiras são maravilhosas e nos remetem a óptimas lembranças!

      Excluir
  4. É um dia em cheio...tanto pela Feira que nos desperta os 5 sentidos como para almoçar um bom peixe grelhado ali em frente ao mar e passear pela tarde dentro nesta bonita e curiosa cidade de Espinho...todas as ruas são perpendiculares e designadas por números ímpares (ruas verticais) e números pares (ruas horizontais)! Parabéns pelas suas fotos.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Rita Branco

    Chamo-me Carlos Gomes, sou um dos administradores de uma página no Facebook, designada por “ Feiras Tradicionais de Portugal”.
    Quero dar-lhe os parabéns pelo seu blog que apenas hoje o descobri.
    Gostava muito que me permitisse utilizar algumas das suas fotografias referentes à “feira de Espinho” e texto para divulgar na página “ Feiras Tradicionais de Portugal”, assim como fazer referência do seu blog.

    Agradeço e fico a aguardar a sua resposta
    Carlos Gomes

    ResponderExcluir