sábado, 8 de junho de 2013

"Bodies in Urban Spaces" - para vermos a cidade que muitas vezes não vemos...

Este é um post para convidar ou melhor, intimar as pessoas que estiverem no Porto neste Domingo (09/06/13) à irem até o Serralves em Festa, o grande festival multicultural que está acontecendo no Parque  da Fundação de  Serralves.
Cheguei  de lá, há algumas horas e "Bodies in Urban Spaces", marcou.
É como aquela sensação de quando vemos um filme muito bom no cinema e ficamos com as cenas na nossa cabeça...


Willi Dornner, o coreógrafo criador desta apresentação explica:

Quero mostrar até que ponto nós somos anónimos nas nossas cidades, até que ponto o económico arrasa o humano. Quero realizar uma reflexão sobre o espaço urbano. Sobre as estruturas que limitam as nossas possibilidades de existir, que restringem os nossos movimentos"


No Serralves, os integrantes do "Bodies in Urban Spaces", fazem um percurso de uma hora, por uma boa parte do Parque, convidando-nos a segui-los e ao mesmo tempo, descobri-los, porque a determinada altura eles se integram nos espaços... fazem parte dele...


Incrível...


Algumas vezes, chocante... faz-nos pensar...


Willi Dorner, coreógrafo austríaco, concebeu a peça "bodies in urban spaces”, um percurso coreográfico e arquitetural, específico em cada cidade, interpretado pela sua companhia a que se juntam 20 bailarinos e performers da comunidade artística local.A intervenção é efémera, transitória, realizada no ambiente arquitetónico urbano e diversificado da cidade.
A proposta constrói-se sobre a estrutura funcional do Porto para descobrir, sobre a forma de percursos, a relação entre o corpo dos bailarinos, os espaços a ocupar e a arquitetura existente.

Atuando sobre espaços públicos e semi-públicos da cidade, "bodies in urban spaces” convida os cidadãos a vivenciar uma deambulação temporária , comprometida em refletir sobre as restrições, as regras e os limites reconhecidos no seu quotidiano. Os residentes são assim testemunhos de uma experiência que embora não deixe vestígios porque se desvanece depois de observada, permanece nas suas memórias, contribuindo para uma observação crítica da cidade onde vivem e se movimentam.



Através destas esculturas efémeras, Dorner dá à arquitetura um outro sentido, uma outra perceção, a do domínio da cidade sobre o indivíduo. "bodies in urban spaces” é um rasto de movimento, uma sucessão de ações físicas, coreografada para um coletivo de bailarinos e performers. (informações fornecidas pelo Serralves em Festa)




E no Parque, os corpos passaram a ser um extensão da paisagem. Despertaram-nos a atenção para vermos o que muitas vezes não vemos...


Ou então... será que somos nós a paisagem e não nos damos conta?...



Imperdível, ainda neste Domingo, 09/06, dá para ver no Serralves em Festa às 11h, 15h e 19h.

Fica aqui o convite do autor:




No Parque da Fundação de Serralves:



Exibir mapa ampliado



4 comentários:

  1. Que coisa linda, queria estar aí para ver.
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Diogo foi incrível!!! O Serralves em Festa é um evento que nos enche de coisas maravilhosas como estas! No Porto, sempre em Junho! bjs!

    ResponderExcluir
  3. Já é este fim de semana Serralves em festa.....nos encontramos por aí.Bom trabalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Lurdes! Nos encontramos de certeza :) beijinhos e obrigada!

      Excluir