sexta-feira, 1 de março de 2013

Miragaia, um passeio medieval à Porto...

Miragaia é um pedaço do Porto, que parece que parou no tempo.
Pertence ao núcleo da cidade que  durante muito tempo se encontrava no interior da Muralha Fernandina, e por isso muitas das suas construções parecem uma extensão dos grandes muros de pedras.


Foi inicialmente povoada por pescadores. E depois da construção do edifício da Alfândega bem à frente, passou a ser povoada por transitários e contabilistas.
Os meios de transportes mudaram e a Alfândega deixou de existir e também tudo que a ela se relacionava.
Hoje, num misto de muitas construções abandonadas e tantas outras habitadas, Miragaia é uma zona muito particular da cidade. Com os seus moradores típicos e com os seus costumes e tradições.

É o tipo de passeio ideal para os turistas que gostam de saber como é a vida típica do povo de uma cidade.
E não só. Miragaia é um lugar que eu tenho certeza que muita gente que é do Porto, nunca andou por entre as suas ruelas... tão "medievais"...




Algumas preservam os seus nomes  nas paredes de pedras de maneira tipicamente portuguesa... com os belos azulejos.






Recantos históricos...



Andar pelas ruelas no interior de Miragaia é estar quase dentro das casas das pessoas. Ouve-se as músicas que estão ouvindo, ou o programa que estão a assistir na televisão. Ouve-se sem querer as conversas e ouve-se o sotaque à Porto.



Por ali, as roupas penduradas e os candeeiros fazem parte do cenário...



Toda gente se conhece, e mesmo os que não se conhecem, são simpáticos uns com os outros...


Há outros simpáticos também...



A devoção também está nas paredes de Miragaia...


Todo tipo de devoção...


Ande devagar e atento para não perder nenhum detalhe... nem parece que estamos no centro da segunda maior cidade do país...



As tascas são praticamente os únicos estabelecimentos comerciais...



O que é uma pena... o Porto precisa olhar mais para Miragaia... voltar a dar mais vida a um lugar que acaba sendo um passeio super interessante, mas parece que está ali ainda escondido na muralhas que praticamente já não existem.

Se não é do Porto, basta ir ao antigo edifício da Alfândega e bem em frente, descer as largas escadarias...


E já comece a admirar as belas arcadas e o casario...



Onde encontra-se o atelier de cerâmica do "Seu" Jorge, um artista que não desiste da luta.
E a pequena e encantadora Igreja de São Pedro de Miragaia.
Assuntos para outras publicações... Acompanhe.



Se é do Porto, e nunca andou por ali, deixe-se entranhar por Miragaia!

3 comentários:

  1. Gostei do que li e concordo com o que diz; Miragaia, poucos a conhecem por dentro.
    Estou a escrever estórias das gentes de Miragaia, daquelas que não vêm nos cardápios turísticos.
    Sou natural de Miragaia, cresci em Miragaia e ainda vivo em Miragaia. É o meu berço.
    Conheço esta terra e AS PESSOAS muito bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástico Fernando! Vou querer ler a respeito das histórias das gentes de Miragaia! Eu adoro esse lugar. Obrigada pelo seu comentário. :)

      Excluir
  2. sou Africana, Mae *Mocambicana* e pai *Portugues natural de Miragaia* em memoria. Gostava de conhecer as origens do meu Pai

    ResponderExcluir