quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Quando a tradição supera a crise...

E de repente... dias antes do Natal, na Rua das Flores, na Baixa do Porto, vejo muitas pessoas à porta de uma loja...



E eu, muito curiosa,  fiquei por ali a observar o que é que se passava... até que um senhor parado do outro lado da rua, fazendo a mesma coisa que eu, disse-me que não se passava nada... eram as compras para o Natal...
A loja é mesmo muito pequena, só cabem 2 ou 3 clientes lá dentro e o restante... tem que ficar do lado de fora, na fila.
O mesmo senhor me dizia que aquela é uma casa muito, mas muito tradicional no comércio do Porto, tem produtos de ótima qualidade e que os preços são melhores se comparados com outras casas do gênero.
Ele estava ali para comprar alguns frutos secos, porque acha que são os melhores.


 O certo é que, a casa é muito pequena mas parece imensa! Tem de tudo!
Tudo misturado, mas os produtos que serão necessários para um Natal completo estão lá.


Desde o bacalhau (bom e graúdo, diz o cartaz)



Até as bebidas... para todos os gostos



Os queijos... maravilhosos!


O azeite... lá quase no teto...


E o pessoal lá dentro super concentrado no trabalho...


Eu perguntei ao senhor que me acompanhava nesta observação, o nome da casa, uma vez que não havia por ali nenhum letreiro. Ele não sabia... disse-me que há algum tempo atrás ele sabia, mas que já não se lembrava... O pessoal que estava na fila também não sabia o nome da loja que está no nº 220 da Rua das Flores...
Por fim, perguntei ao senhor sobre a crise. Com esta crise o pessoal não deixa de comprar?
E ele respondeu que nestas horas, a tradição é maior que a crise...

E como aquela casa, há inúmeras na cidade do Porto, onde a tradição vai falar mais alto do que a crise.
Tradição sim. A crise agora vai ter que esperar.
Porque é Natal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário