domingo, 26 de novembro de 2017

Exposição Photo Ark. A Nova Arca de Noé no Museu da Biodiversidade no Porto.

Os amantes da natureza, não podem deixar de visitar na cidade do Porto, o Jardim Botânico.
Para além das inúmeras espécies de plantas e árvores, é possível visitar também, a belíssima Casa Andersen, que está logo à entrada do Jardim, e que abriga o Museu de História Nacional e da  Ciência da Universidade do Porto.
Ali se encontra a Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva, que apresenta uma exposição permanente, onde através de várias e belíssimas instalações vamos conhecendo um  pouco de como viemos aqui parar. Nós e uma série de animais e uma série de coisas importantes na nossa vida.

E de Outubro de 2017 até Abril de 2018 também estará recebendo a exposição Photo Ark - A Nova Arca de Noé. Um projeto da National Geographic.


Um espaço belíssimo no Porto...


Informações para a preservação... 


  A casa foi totalmente restaurada e a exposição permanente reúne a arte com a  biologia e  história natural...


Obviamente Charles Darwin está lá presente... tão real!


Uma exposição sensorial e sensível.
Como por exemplo esta sala, onde ouvimos poemas declamados pela escritora Sophia de Mello Breyner, que era frequentadora assídua da Casa Andersen, enquanto vemos os retratos que mostram a biodiversidade portuguesa pelo mundo...



Interatividade...

Uma câmara-surpresa, captou a minha imagem e transformou-a numa espécie de "Andy Warhol"

Tudo isto, com os belíssimos jardins no exterior à sua volta...


Veja mais sobre a beleza do Jardim Botânico do Porto: AQUI

Já a exposição Photo Ark - a Nova Arca de Noé, de Joel Satore, conceituado fotógrafo, porta-voz, autor, professor, conservador, parceiro e colaborador regular da National Geographic há mais de 20 anos, reúne algumas das milhares de fotografias de espécies em perigo...



Este projeto nasceu em 2006 quando o fotógrafo fez um período sabático para estar mais próximo da família, na altura em que a sua mulher esteve em tratamento contra um cancer.
Decidiu fotografar todas as espécies em risco de extinção, com o objetivo de levar as pessoas a preocuparem-se com o fato de podermos perder metade de todas as espécies do mundo até ao final do século. Pretende fotografar 12.000 espécies. Já fotografou 7.000.
O 7.000.º animal foi recentemente fotografado.  Trata-se de um pequeno marsupial da família Petauridae que vive na Austrália (da espécie Gymnobelideus leadbeateri), também conhecido por “Fada da floresta”. Estima-se que existam menos de 50 espécimes vivos.

No Porto, na Galeria da Biodiversidade, podemos apreciar 40 fotografias, infografias e videos desta exposição
Fotos simplesmente fantásticas!!



A exposição é voltada à sensibilização, convida a olharmos olhos-nos-olhos dos animais e fazer com eles uma selfie, publicando nas redes sociais com: #salvarjuntos
Não poderia deixar de fazer a minha com a raposa do Ártico...

#salvarjuntos

Dos vídeos que eu adorei foi o making of de toda a trabalheira que Joel Sartore teve para fotografar tantos animais...




Uma exposição imperdível, num espaço lindo e por uma causa super importante!



Photo Ark
Galeria da Biodiversidade do Porto
Rua do Campo Alegre, 1191
De Terça à Domingo das 10 às 18 h
Mais informações e Preços: AQUI







Nenhum comentário:

Postar um comentário