domingo, 26 de fevereiro de 2017

Vinhos, petiscos e as receitas da família. No Barriga Negra.

Barriga Negra é o nome de família, mas também é o nome da nova casa de petiscos na região das Fontainhas, na zona orienta da cidade, onde tudo começa a ter nova vida. Onde os turistas tem se instalado nas várias opções de alojamentos que estão a surgir por lá e onde os locais também estão indo a procura de lugares mais tranquilos.


Abriu recentemente, em Outubro de 2016 e é um espaço cheio de charme e recantos com muitos pormenores....








Mas a simpatia no atendimento e as delícias ali servidas é que nos conquistam.
O António e a Catarina, unidos pelo amor um pelo outro e pelas receitas da família da Catarina, resolveram trazer os sabores das muitas regiões, nomeadamente da onde nasceram, para o Porto.
São jovens, mas não negam suas origens e não escondem o amor que tem pela cozinha tradicional e pela comida caseira da avó, da mãe e do pai...



cozinham e servem com boa disposição

Os petiscos são variados, mas os melhores são os que aprenderam através das receitas da família, que estão penduradas na parede... em folhas gastas, escritas à mão...


Tudo ali é português e nos remete à tradição.
Quem me conhece sabe como eu adoro lugares assim, com os sabores  regionais...




No mesanino, uma  ampla mesa é ideal para reunião de grupos, onde estive com várias colegas bloggers a experimentar muitas das especialidades da casa e da família...




Bola de alheira e grelos. Delícia!



Iscas de Bacalhau da Mãe... irresistíveis!!!
O Menu, traz os nome dos "donos" das receitas... uma homenagem muito carinhosa à família!




Rissóis da Nandinha

que maravilha esta Sericaia da Avó!!


Sabores inesquecíveis nesta casa que podemos chamar de tasca... cheia de charme...


nos dias mais quentes, as mesinhas lá fora são uma ótima pedida...



Se vem para o Porto ou se vive na cidade vale a pena ir até lá e petiscar estes sabores bem portugueses, receitas da família... Barriga Negra.

Barriga Negra - vinhos e petiscos
Avenida Rodrigo de Freitas, 411 lj. I
tl. 00351912278648
Facebookcom/tasca.barriganegra/
de terça à sábado: das 12 às 15 h e das 18 às 22:30 h






segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Do Porto para... Vila do Conde. No Restaurante O Cangalho.

Há sempre bons motivos para ir até Vila do Conde passear e aproveitar dias bonitos à beira do mar, do rio e para descobrir a história de Vila do Conde.
Vale a pena  visitar esta charmosa e pequena cidade a aproximadamente 20 kms do Porto,
Os Museu da Construção Naval, o Centro da Memória, o Museu das Renda de Bilros, a Casa do escritor José Régio e o seu mercado às Sextas-Feiras, são algumas das atrações da cidade...

Museu das Rendas de Bilros. Veja mais AQUI

Nau Quinhentista em frente ao Museu da Construção Naval

Além disso, Vila do Conde tem praias e  faz parte do Caminho da Costa do Caminho de Santiago.

Mas já sabemos... cidade de rio e de mar é lugar de pescadores. E certamente um ótimo reduto para restaurantes de peixe... fresco.
E foi isso que encontrei no Restaurante O Cangalho, na ocasião da minha ida até Vila do Conde quando visitei a fábrica da Arcopédico.

Peixes e mariscos de excelente qualidade são a marca do restaurante que tem uma decoração muito diferente e especial.
A sala não é grande, mas a variedade de coisas para nos perdermos a olhar, é enorme.
Quadros, bonecos, placas e uma infinidade de "cacarecos" que nos divertem entre um prato e outro...




Vale inclusive dar uma olhada para cima... criatividade e genuinidade...


Nos dias quentes, o ideal é sentar na esplanada e aproveitar a vista para o rio, que já está quase chegando ao mar.

A cozinha é tradicional e o sabor da comida portuguesa chega com a maravilhosa sopa de legumes e as pataniscas...



As ovas de peixe, são umas das especialidades nas entradas...

fantásticas!
A variedade de peixes é excelente e estes são grelhados bem ali na frente do restaurante como já é habitual.



 servidos  com uma deliciosa açorda de bacalhau
 e para sairmos de lá em plena felicidade, esta rabanada com frutos vermelhos, é uma das opções das sobremesas...


Junta-se a tudo isto um atendimento descontraído e super simpático.
E estão reunidas boas razões para fazer um passeio a partir do Porto.
Vale lembrar que é possível também chegar até Vila do Conde através do metro a partir do centro da cidade, na linha da Póvoa de Varzim

Passeios e gastronomia que encantam!

Restaurante o Cangalho
Rua do Cais das Lavandeiras, 28
Vila do Conde
tl. 00351 913835769
facebook/ OCangalho






quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Edifício do Paço Episcopal. Uma visita imperdível no Porto.

 Para quem visita o Porto pela primeira vez, tenho  uma sugestão de dicas imperdíveis para conhecer na cidade. Elas podem ser encontradas em dois posts neste blog:

O que visitar no Porto? 12 lugares obrigatórios.

Mais 12 lugares imperdíveis para visitar no Porto

Mas... acabei de conhecer mais um lugar que deve entrar na sua lista de lugares obrigatórios para visitar na cidade: é o edifício do Paço Episcopal do Porto. Que abriu as suas portas para visitas guiadas apenas a partir de meados de 2016.

Só pela maravilhosa escada de granito, de autoria do arquiteto italiano Nicolau Nasoni, as pinturas à sua volta e a fantástica clarabóia, já são motivos suficientes para ficarmos ali muitos minutos a apreciar tantos pormenores...


O Paço Episcopal é o edifício que se encontra ao lado da Sé Catedral do Porto e chama a atenção pelo seu tamanho. Mesmo quando estamos na outra margem do rio Douro não ficamos indiferentes àquele imenso edifício branco ao alto.




O edifício que começou a ser construído no séc. XIII,  para ser a residência episcopal. 
A sua construção terminou no séc. XIX, e passou por uma série de remodelações e reconstruções.
Uma dessas remodelações foi executada precisamente pelo arquiteto Nasoni no séc. XVIII, e todo o trabalho belíssimo da escada e do seu entorno, é de sua autoria...



uma riqueza de detalhes impressionantes...




As visitas são sempre guiadas, o que nos faz conhecer toda a história do edifício, os seus diferentes estilos arquitetonicos  que foram sendo alterados durante  séculos de existência e todos os pormenores das principais salas utilizadas até hoje.

Como a Sala dos Espelhos, que se destaca por dois imensos espelhos barrocos com molduras em talha dourada e o belíssimo tapete oferecido pela Câmara Municipal do Porto, em 2010...


Vale lembrar que todos os atos e cerimonias oficiais realizadas pelos Bispos do Porto, são realizados neste edifício e a Sala de Audiências é um dos locais onde são recebidos os convidados...


o Porto sempre à vista
Na Sala Vermelha ou Sala do Trono, era onde aconteciam anteriormente as tomadas de posse dos bispos, em cerimonia oficial...



Todos os móveis e pertences naquele lugar, vem acompanhados de história e  da grande importância do episcopado na cidade, no passar dos séculos...






Seiscentos anos de história percorrem aqueles imensos corredores. E a um dado momento da visita, adentramos pelos espaços por onde a alma do Porto se sente presente, uma vez que o edifício acolheu uma bateria de defesa  das tropas liberais lideradas por D. Pedro IV ( D. Pedro I, do Brasil)  na ocasião do Cerco do Porto, entre 1832 e 1833, uma guerra travada contra o seu próprio irmão o realista D. Miguel.

um pouco da história do Cerco do Porto, passou por estes corredores.

E ao olharmos pelas grandes janelas, podemos perceber a localização estratégica deste edifício, naquela ocasião.
Mas hoje, o que podemos avistar é a beleza do rio Douro, da Ribeira, da ponte Luis I e tudo à volta...





Este também é outro ponto alto da visita onde certamente perdemos por ali bons minutos a fotografar e apreciar a beleza da paisagem.

Arquitetura, História, Arte e uma bela vista, todos os motivos para visitar o Paço Episcopal do Porto.
A não perder!

Todos os dias, menos às Quartas-Feiras e aos Domingos


Mais informações sobre as visitas: AQUI