sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sabores, tradição e arte no renovado Mercado Beira-Rio.

Fica em V. Nova de Gaia, à beira do rio Douro, de frente para o Porto e ao lado das caves do vinho do Porto.
Surgiu em 1937, mas acaba de receber uma roupagem completamente diferente.
Um local para comprar produtos frescos, provar bons petiscos e vinhos portugueses e não só!
Bem-vindo ao Mercado Beira-Rio, um lugar que vale a visita, tanto para quem vem visitar o Porto e região ou para quem vive por aqui...


Um mercado cheio de histórias e sabores.
Desde 1868, por ali funcionava um mercado ao ar livre. Em Vila Nova de Gaia, assim como no Porto, a tradição dos mercados sempre foi  muito importante.
Antes do edifício atual que foi construído em 1904, o "Mercado da Praia" apenas tinha grades de ferro, e não possuía cobertura.
Em 1937 passou a ser o Mercado Beira-Rio.
A última vez que lá estive, foi em 2015 na ocasião da I Beinal de Arte de Gaia, quando as obras de arte se misturavam com os produtos frescos...

ver o post: AQUI
O certo é que de lá para cá muita coisa aconteceu, o mercado fechou para remodelação e reabriu a semana passada, com uma cara completamente nova!
E no prazo de uma semana já lá estive duas vezes. 


A primeira, na ocasião da inauguração e depois acompanhando uns turistas brasileiros, que depois da visita a uma cave de vinho do Porto, lá se instalaram ao fim da tarde para provar as delícias portuguesas. Afinal, qual o turista que não adora um mercado e os sabores portugueses?


em tarde de inauguração
Os petiscos e a tradição portuguesa não faltam por ali...





Mas sabores italianos, japoneses, os vegetarianos e os hamburguers também agradam aos que gostam de variar...



e os doces também...



No centro do mercado, os clientes porem experimentar e aprender a tirar a sua própria cerveja numa espécie de central de vários tipos de cervejas...


Mas... a tradição mantém-se no Mercado Beira-Rio. Os produtos frescos continuam a ser vendidos por lá.
No dia da inauguração estive à conversa com algumas das vendedoras, que se mostraram satisfeitas com as mudanças e que estavam a espera que mais pessoas apareçam para comprar.
Quem resiste a simpatia das senhoras do mercado e a frescura dos seus produtos?



Maravilhosos pães portugueses!






Histórias de famílias que sempre viveram do mercado...



Junta-se a tudo isso... música, poesia,exposições de arte e bons momentos de convívio com amigos. Basta escolher a mesa. No próprio vão central, ou nas esplanadas do lado de fora...




na ruela por de trás do mercado



ou de frente para o rio e o Porto
Fica a sugestão para quem atravessa a ponte para ir às caves do vinho do Porto ou para passear na outra margem do rio. Mas também para os locais que adoram bons momentos... nos mercados locais.

www.mercadobeirario.pt




sábado, 16 de setembro de 2017

O "novo" Jardim do Morro e a sua fantástica vista para o Porto.

Fica do outro lado do rio, em Vila Nova de Gaia e podemos lá chegar atravessando o tabuleiro superior da Ponte Luis I, ou de metro (linha amarela, sentido Santo Ovídio, estação Jardim do Morro) e é onde temos uma das melhores vistas da cidade do Porto, do rio Douro e do maior vestígio da Muralha Fernandina do séc. XIV ...




O metro pára bem ao lado


E bem ao lado, está a Serra do Pilar, onde a subida também vale a pena, para apreciar a vista.
O Jardim do Morro, foi construído em 1907 e no ano passado esteve fechado para obras de requalificação. e foi reaberto neste Verão .

Está com tudo novo e recebe locais de todas as idades...


Os turistas também adoram estar por lá, porque é um dos lugares, onde o Porto vai ser sempre o cenário de fundo em todas as fotografias...






O certo é que o Jardim do Morro agora tem novos bancos, estrategicamente colocados, como se fossem uma arquibancada onde as principais atrações são o rio Douro e a cidade do Porto.
Ninguém se importa de ficar por ali horas a contemplar...


Uma publicação partilhada por o Porto encanta | Rita Branco (@oportoencanta) a









É perfeito no Verão, mas se nos protegermos do friozinho que bate nas outras estações, podemos apreciar o espetáculo que o pôr do sol nos proporciona, deixando a cidade do Porto e o rio... com uma luz muito especial.





Vale a pena atravessar a ponte, a pé ou de metro, para ficar ali bons momentos a contemplar!

Uma publicação partilhada por o Porto encanta | Rita Branco (@oportoencanta) a


domingo, 10 de setembro de 2017

Dica para transportar vinhos para o Brasil.

Cada vez mais os brasileiros estão interessados e se transformando em grandes apreciadores de vinho.
Os turistas que chegam por aqui, vão logo querendo provar os vinhos do Porto, conhecer a região do Vale do Douro, do Vinho Verde, Alentejo e outros.
Quando se deparam com as diferenças de preços daqui com os que são vendidos no Brasil, querem logo levar algumas garrafas.
Mas fica sempre a dúvida de quanto podem levar e como?
A legislação permite que cada pessoa pode levar 12 litros, ou seja, 16 garrafas de 750 ml, desde que não excedam o valor da cota de compras no exterior no total de 500 dólares.
A outra dúvida é sempre como levar sem correr o risco de partir as garrafas.
Pensando nisso, a Lazenne, uma empresa especializada em embalagens e malas de transporte aéreo para amantes de vinhos e  profissionais da área,  enviou-me uma mala para 12 garrafas, para eu conhecer.

Wine Check

Vale lembrar que a Lazenne entrega em toda a Europa e pode entregar diretamente no hotel onde o turista irá ficar hospedado.
A mala é leve, com rodinhas e por isso é fácil de ir com ela até a loja de vinhos onde se pretende fazer um bom "stock"...




As garrafas ficam mais do que protegidas individualmente, e dentro dos padrões legais para o transporte...



e assim as garrafas podem ser despachadas  no porão do avião sem o risco de eventuais quebras...


Com as 12 garrafas, o peso da mala não ultrapassa os 23 quilos, exigidos pela maioria das empresas aéreas. E continua fácil de circular pelas ruas...


Já estou ansiosa para na minha próxima viagem ao Brasil, poder levar bons vinhos para presentear!

Fica a dica para  os amantes de vinhos, que gostam de viajar por várias regiões vinícolas do mundo e agora podem transportar suas garrafas em segurança.

No site da Lazenne pode conhecer todos modelos e tamanhos, numa gama variadíssima de opções para transportar garrafas. Pode ainda fazer a sua compra on line e solicitar a entrega no hotel onde vai ficar hospedado na Europa:




sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Viagens Gastronomicas com Mesas Bohemias. Quando os restaurantes de longe... vem ao Porto.

Na Primavera, no último mês de Abril, eu conheci o restaurante Noélia que fica no Algarve, sem sair do Porto.
Sim, a chefe que dá nome ao restaurante trouxe as delícias algarvias para o restaurante BH Foz.
Esta é a proposata do evento Mesas Bohemias. Trazer para a nossa beira, restaurantes que ficam tão longes,mas que são tão bons!!
Na altura, a chef Noélia, foi desafiada a fazer combinações gastronomicas com 3 edições especiais das cervejas Bohmia.

Foi um almoço inesquecível, num dia lindo, com o mar azul da Foz. Quase uma viagem ao Algarve... sem sair do Porto.


No Verão, em Agosto, a Bohemia desafiou-me, propondo uma combinação da sua cerveja IPA com os temperos picantes para um bom churrasco, desta vez; à minha mesa...




Nada mal para um Domingo de Verão!



Com o Outono à porta, o Mesas Bohemias está de volta! E em grande.

No restaurante Tripeiro, no Porto, quem vem  lá de Portalegre é  o excelente restaurante Tomba Lobos que eu já tive o prazer de conhecer, e que só me trazem boas lembranças do Alto Alentejo...






O chefe José Júlio Vintém vai trazer as delícias alentejanas a combinar com as cervejas Bohemias...





Se vai estar no Porto entre 14 e 17 de Setembro, e como eu, adora viajar para comer, desta vez pode ir até o Alentejo sem sair do Porto.

E se vai estar em Lisboa entre os dias 21 e 24 de Setembro, o restaurante Mugasa da Bairrada, vai viajar até a capital.

Reservas e informações das próximas edições em:
www.mesasbohemias.pt