terça-feira, 2 de agosto de 2016

Fachada e vitral com arte e... história. Na Livraria Lello.

Depois de dois meses de muito trabalho, muita pesquisa de cores, muita tinta e muita paciência dos visitantes, clientes habituais, colaboradores, vizinhança e todos os envolvidos, a emblemática Livraria Lello devolveu para a cidade a sua fachada e o vitral do seu interior devidamente restaurados.

E para isso, fez questão de celebrar com a cidade esta apresentação, através dos sócios e do historiador da cidade, Joel Cleto, que contou um pouco da história do surgimento da Lello, mas principalmente a história da fachada neogótica que conta com um trabalho belíssimo policromático no betão/cimento e apresenta figuras que representam a arte e a sabedoria.
Não poderia ser diferente quando passa a falar do vitral, já que a ideia da livraria era de ser uma espécie de catedral das artes e do conhecimento. E como toda a catedral... há que ter um vitral. E o da Livraria Lello, impressiona pelo seu tamanho e por estar colocado no tecto do edifício por onde através dele chega a luz principal, durante o dia.

cerimonia de apresentação da fachada restaurada

as histórias de Joel Cleto

Ainda com a maior parte da fachada tapada, já era possível ir admirando alguns fragmentos à vista...






E o grande momento daquela manhã na Rua das Carmelitas estava prestes a acontecer diante da expectativa de dezenas e dezenas de pessoas...

foto gentilmente cedida pela leitora do blog: Lurdes Diogo

Uma encenação fez baixar o pano e a fachada foi devolvida à Livraria Lello e à cidade do Porto...



Bem diferente da fachada que estávamos habituados a ver... muito mais bonita!

Aqui, uma foto feita na ocasião do meu post sobre a Lello em 2012:

pode ver o post completo: AQUI

e agora... exactamente como a 110 anos atrás...



um trabalho fantástico de restauro... ao pormenor...

veja uma apresentação sobre este restauro: AQUI




Lá dentro o vitral também totalmente recuperado está a espera com toda a luz natural a passar para a livraria...




Muito trabalho de recuperação também foi feito no interior da Lello, mas muito ainda há por vir.
Segundo os administradores, tudo isto está sendo feito com o dinheiro da própria Livraria, sem nenhum incentivo de outras instituições. 
Muito deste dinheiro vem do valor cobrado na entrada, aos seus visitantes e da venda de 5.000 livros/semana.
Estamos diante de um "case" de sucesso, já que quando a Livraria anunciou que iria cobrar pela entrada muitos pensavam que o movimento iria diminuir e o que ocorreu foi exactamente o contrário,  as vendas aumentaram de maneira impressionante, muito pelo cuidado que se tem ao controlar a entrada dos visitantes, dando-lhes melhores condições, não só para fotografar, mas sim, para escolher os seus livros.

É hora de entrar e apreciar, o que podemos chamar de uma obra de arte. O vitral...







Um dia especial para a cidade, que muito se orgulha da sua  Livraria Lello



Mas este dia especial na Lello, iria ser muito longo.
Em dia de lançamento mundial do novo livro do Harry Porter, a livraria que inspirou a autora desta série tão famosa, também iria se preparar para este acontecimento. E a partir das 10 horas da noite, muita animação iria trazer ainda mais pessoas para a Rua das Carmelitas, 144.
Somente à meia-noite é que o livro poderia ser vendido. Mas já lá estavam pessoas numa fila, à espera de serem os primeiros a comprar os primeiros exemplares.

Pode ver alguns destes momentos nesta manhã diferente na Livraria Lello, transmitidos em direto no Snapchat: oportoencanta:






Se vem para o Porto, é uma visita obrigatória.
E se vive na cidade, vale a pena ver como a Livraria Lello recuperou a sua fachada e o vitral, como eram há 110 anos quando foi inaugurada.

2ª à 6ª Feira das 10 às 19h30
Sábado: das 10 às 19h00
Domingo das 11 às 19h00

www.livrarialello.pt


Nenhum comentário:

Postar um comentário