quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Do Porto Para Santiago... a belíssima e penúltima etapa até Padrón

Ao deixar a pequena cidade de Caldas de Reis, depois de recuperar as forças perdidas na etapa anterior, e com o sol a nos acompanhar, o nosso destino era Padrón, onde iríamos dormir a última noite antes de chegar a Santiago de Compostela. As emoções já começavam a aflorar.
Mas para nosssa alegria, esta foi a etapa mais agradável de se fazer. Por entre campos e momentos de muita descontração, com outros peregrinos. Um percurso relativamente fácil de aproximadamente 14 kms.


Logo ao sair de Caldas de Reis os belos campos e bosques nos recebem cheios de beleza...











Hora de fazer novos amigos...


As igrejas estão sempre no Caminho...


A primeira localidade onde paramos para um rápido lanche chama-se Cruceiro e onde o café com o mesmo nome recebe os peregrinos de braços abertos...


Marcas deixadas por peregrinos de todas as partes do mundo...



peregrinos de todos os estilos...


Seguimos a contemplar a beleza desta etapa...







Um momento muito curioso: no meio do Caminho um polícia, a fazer um levantamento de todos os peregrinos que por ali passavam, idade e país de origem. Além disso, carimbava a nossa Credencial do Peregrino. Simpático!




Dica desta Etapa: 

Desfruta todos os momentos, não vai ser difícil e no dia seguinte tudo vai terminar.




 

Mais alguns kms...







Recordações de outros peregrinos...


E logo entramos na cidade de Padrón...


nunca dispense a oportunidade de conversar com um local!


O nosso destino em Padrón, era A Casa Antiga do Monte, uma casa de turismo rural, um pouco mais afastada do Centro. Também há serviço de transfer do Centro até o alojamento, mas nós optamos em ir caminhando já que a etapa não foi tão exigente.
E já sabíamos que iríamos encontrar um fantástico espaço para descansar!






Momentos de reflexão, sobre tudo o que passamos porque já falta tão pouco...


O carinho e a atenção com que a D. Carmen nos recebeu, foi um conforto para as nossas almas, a nos contar a história da casa e a nos servir um jantar muito especial, com  as comidas típicas da Galiza...

veja mais sobre A Casa Antiga do Monte: AQUI
Mais um carimbo ante de chegar a Santiago!



Hora de tentar dormir, porque a ansiedade já começa a tomar conta...

Acompanhe a chegada a Santiago!

#duasBloggersumCaminho

Veja o Caminho Português de Santiago: AQUI

2 comentários:

  1. Rita, fiquei curiosa. Que comidinha é aquela no teu prato? Beijos, Lu

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu! é vieira recheada. No Brasil, meio parecido com a casquinha de siri gratinada. bj

    ResponderExcluir