segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

O novo e lindo Museu da Misericórdia do Porto.

O Museu da Misericórdia do Porto, mudou para melhor.
Eu já havia feito uma visita a este museu em 2013 (veja AQUI) e já havia me encantado com a história da Misericórdia do Porto, que confunde-se com a história da cidade. Construída a partir da benfeitoria de pessoas importantes e anónimas da cidade, a Misericórdia do Porto, tem importância fundamental até hoje, em várias áreas sociais, nomeadamente, na saúde, educação especial e assistência social.

Depois de um período encerrado para uma ampla reestruturação, o Museu da Misericórdia do Porto reabriu para ficar ainda mais próximo da cidade e para atrair ainda mais os turistas que não páram de passar na Rua das Flores onde ele está localizado.

Fui conhecer a cara nova do museu e adorei. Apesar dos temas bastante sérios à volta da Misericórdia do Porto, o seu museu está moderno, "clean", amplo e com uma iluminação muito especial vinda das amplas janelas que dão para todo o Centro Histórico do Porto...









São 3 pisos que contam a história e a importância da Misericórdia do Porto para a cidade, repletos de pinturas, esculturas e trabalhos em ouro. Todos de autoria de grandes artistas portugueses dos séculos XV a XVII.
Pinturas dos benfeitores e imagens das diversas obras que eles ajudaram a construir, tão importantes para a cidade, como por exemplo, o Hospital de Santo António, o Hospital da Prelada, o Centro Hospitalar Conde Ferreira e muito mais.



Esculturas e pinturas belíssimas são o destaque das amplas salas do novo museu...
A arte sacra está muito presente ...











assim como a interatividade...




e a mobilidade especial...



Das coisas que me mais me chamaram a atenção no novo Museu da Misericórdia:

O Cálice da Confiança...


resultado da fundição  de uma série de alianças de casamento que foram encontradas no espólio da Misericórdia do Porto,  doadas por anónimos que residiram nos lares da Misericórdia nos séculos XIX e XX. Uma homenagem que me emocionou... "um cálice feito de gente, das suas experiências e recordações".



Destaque também para um espaço dedicado à Nicolau Nasoni, o famoso arquiteto da Torre dos Clérigos e que também construiu a fachada da Igreja da Misericórdia. Ali é possível ver alguns dos seus esboços, documentos e a sua assinatura...


Na  belíssima Sala da Administração, a homenagem é também para importantes benfeitores daquela instituição e a minha atenção voltou-se para a assinatura de Dom Pedro Duque de Bragança, o D. Pedro I do Brasil, que também foi um dos benfeitores da Misericórdia do Porto...





A Casa do Despacho, na nova versão do museu, dá um amplo destaque ao quadro Fons Vitae, uma obra de pintura flamenca, tão exuberante que vale a pena, sentar e contemplar...



Foi a partir do sangue  que escorre do corpo de Cristo que preenche a fonte da vida deste quadro, que o artista contemporâneo Rui Chaves, inspirou-se na sua escultura "O Meu Sangue é o Vosso Sangue".
Uma espécie de continuidade do sangue que está naquela obra, naquela sala e que vai de encontro com a cidade do Porto, do lado de fora do museu...



só quem visita o Museu da Misericórdia do Porto, percebe o siginificado daquela nova escultura na Rua das Flores.
Tão importante é a ligação da Misericórdia do Porto com a cidade...



Num caminho quase secreto, onde já foi o cofre da Misericórdia do Porto, encontra-se até o dia 20 de Janeiro de 2016 o quadro "Santa Maria Madalena" de Joséfa de Óbidos , uma obra adquirida na leiloeira Sotheby's em Nova Iorque, por um lusodescendente residente em Paris. Este quadro irá integrar a coleção do Museu do Louvre, onde ficará exposta na mesma sala onde se encontra uma obra do pai desta artista, sendo assim as únicas obras de artistas portugueses expostas naquele museu...




Quem visita o Museu da Misericórdia tem acesso exclusivo ao coro alto da Igreja da Misericórdia para ter uma visão privilegiada...




E também, pode conhecer o belíssimo salão de exposições e eventos. Um espaço que apresenta uma fantástica arquitetura em ferro com uma ampla clarabóia e ainda um piso lindíssimo...




O "gran finale" da visita ao Museu da Misericórdia do Porto, é a apresentação de um vídeo em 3D que nos remete ao Porto de outro tempos, onde desembarcamos na Ribeira de antigamente para chegar à Misericórdia do Porto subindo a Rua de São João, uma viagem no tempo... fantástica e imperdível!







Se vem ao Porto vai gostar de conhecer a história da cidade a partir das benfeitorias da Misericórdia do Porto, além de poder apreciar belíssimas obras de pintura, escultura e ouro.

E se vive na cidade, vai se orgulhar ao conhecer o novo Museu da Misericórdia do Porto.
Um museu que conta 500 anos de história da cidade e que... encanta!

MMIPO - Museu da Misericórdia do Porto
Rua das Flores, 15 Porto

Mais informações em:

De Outubro a Março: das 10 às 17h30
De Abril a Setembro: das 10 às 18h30

Encerrado nos dias 24 e 25 de Dezembro e 01 de Janeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário