quarta-feira, 24 de junho de 2015

Uma cascata de São João com mais de 40 anos! Isto sim é tradição!


Há dois anos atrás, eu escrevi um post sobre as várias exposições de cascatas são joaninas que aconteciam na cidade...


Ver o post: AQUI e para quem não é do Porto vai poder saber mais sobre as cascatas

E uma leitora deixou-me naquela altura o seguinte comentário:

Falta para mim a cascata mais bonita de todas.
Realizada com muito amor pelos meus pais. É já uma tradição na família, desde o nascimento do meu irmão… já lá vão 43 anos.
Cada ano que passa… é diferente, maior, tem mais cor e mais visitantes.
Deixo aqui o LInK:
https://www.youtube.com/watch?v=stJQNm5WNRA&feature=share

Isabel Pinheiro


É claro que eu fiquei super curiosa para conhecer a cascata daquela família. Ficou a promessa para o próximo ano, mas uma série de compromissos não permitiram que eu fosse até lá.
Mas eu não me esqueci, e a Isabel Pinheiro também não, e dois anos depois do nosso primeiro contato, estava eu à porta da família Pinheiro que como todas as famílias do Norte, me recebeu de braços abertos, sorriso no rosto e muito orgulho da sua cascata. Linda e imensa!




Foi para mim uma honra estar diante de uma cascata particular, construída na casa daquela família há 44 anos, desde o nascimento do primeiro filho. É linda, completa e cheia de detalhes e pormenores incríveis.
A D. Manuela e o Sr. Ernesto Pinheiro, começam a construir a cascata todos os anos no princípio do mês de Maio e a meados de Junho está completa. Cada ano é diferente, há sempre uma nova invenção, um novo elemento e cada vez mais bonita. Durante a montagem, sempre alguém da família passa por lá para ajudar, ou trazer um novo elemento para fazer a cascata crescer.



Como está descrito no post que eu fiz há dois anos atrás, uma cascata só é realmente uma cascata se apresentar alguns elementos obrigatórios. E esta, da família Pinheiro tem todos estes elementos muito bem representados.

as danças...




as procissões...




os ofícios... estes, estão representados com muitos e muitos trabalhadores de outros tempos, mas que na altura das festas do São João estão sempre presente...

 assador das sardinhas


vendedora  do jarros de barro

vendedora de frutas e legumes

vendedor de enchidos

vendedora de manjericos

vendedora de pães



ferreiro

bacalhoeiro

vendedora de regueifas e biscoitos

e tantas outras vendedoras

outros elementos que não podem faltar são a água e claro, o São João...


o humor também é obrigatória em todas as cascatas, que são representados pelos "cagões" sempre escondidos, e todos fazem questão de tentar encontrá-los...






e as leiteiras que iam presas porque adulteravam o leite...


Mas não pára por aqui. São muitos detalhes interessantes para apreciar...












O sr.  Ernesto também faz questão de  homenagear a zona onde vive,  Recriando o coreto e uma ponte de Leça do Balio...




Foi mesmo uma alegria conhecer esta tradição da família Pinheiro e agradeço imenso esta possibilidade de mostrar uma cascata particular, com mais de 40 anos de histórias para os meu leitores.



No final do mês de Julho, começam a desmonta-la. E para o ano lançamos um desafio... volto lá
 para ajudar a família Pinheiro a montar alguns bocados desta cascata... tão linda.

Porque as tradições do São João... encantam!


2 comentários:

  1. Fantástica! Principalmente os ofícios representados, que preciosos! Bem haja à família Pinheiro!

    ResponderExcluir