sexta-feira, 26 de junho de 2015

I Campeonato de Matraquilhos do Centro Histórico Porto. Veio para ficar!

Não há festa popular em  Portugal sem matraquilhos. Não há uma aldeia no país onde no Café não esteja por lá uma mesa para jogar.
É uma paixão nacional e uma tradição.
Para quem está lendo este post a partir do Brasil, o jogo dos matraquilhos é o... pebolim.



Muito bem,  como eu estou a escrever a partir de Portugal, é de matraquilhos que eu os vou chamar.




Numa ideia muito original da empresa Busílis da Comunicação e com o apoio da Associação de Matraquilhos do Porto e da Fundação da Juventude, em vésperas do São João, aconteceu no coração da cidade o I Campeonato de Matraquilhos do Centro Histórico do Porto.
Com o objetivo de reviver e trazer esta tradição mais para próximo das pessoas da cidade, num edifício histórico da Rua das Flores, a Casa da Companhia, na tarde quente do último Sábado e com 20 equipas muito animadas, estavam reunidas todas as condições para o campeonato fervilhar!
E assim foi. Um Campeonato. Uma Festa!




Uma festa levada a sério, com uma organização impecável, comentadores, medalhas de participação e premios para os vencedores





Uma linda homenagem ao professor Hernâni Gonçalves, que faleceu no ano passado.
Antigo treinador do FC Porto, conhecido como Professor Bitaites, junto com o apresentador Álvaro Costa percorriam o país para fazerem o programa Liga dos Últimos, dedicado aos campeonatos distritais.



A outra parte séria deste campeonato é que a dupla vencedora irá participar do próximo Campeonato Nacional de Matraquilhos.

Todo o resto, foi uma grande festa... à moda do Porto!

o grande animador da tarde: Alberto Almeida, encarnou o Sr. Cândido Fair Play

 À hora certa as duplas já aqueciam...



As televisões também estavam por lá...


Raquel Gomes a idealizadora do Campeonato






E começou então o I Campeonato de Matraquilhos  do Centro Histórico do Porto!
Com muita animação e fair play...





A equipa do O Porto encanta perdeu... mas não desanimou.



Uns mais tensos outros mais descontraídos... jogo após jogo.










A Radio Nova que desde o início também abraçou a ideia do Campeonato tinha lá os seus representantes

De repente uma visita surpresa. O treinador de futebol Carlos Brito que treina atualmente o clube de Penafiel...


Este Campeonato deu para tudo! Inclusive para ter Hino, produzido em exclusivo!
O Hino do Matreco de autoria do animador Alberto Almeida e do produtor musical Quico Serrano, era a sensação que fez toda gente relaxar. Vale a pena ouvir...






Hora do intervalo... hora de repor as calorias com bifanas!





Enquanto isso, há poucos metros dali, na Praça das Cardosas, o Urban Market também  preparava uma surpresa para animar ainda mais os matrecos...



Acaba o intervalo e o Campeonato começa a avançar para a sua fase final, já todos a levarem mais a sério. Logo iriam ser conhecidos os finalistas...






E assim partiu-se para a grande final. Os "FF" contra os "Mesa 100 Pé"



Mas como nem tudo pode ser tão sério neste campeonato, entram as senhoras do Urban Market com muitos vasos de manjericos para dançar e cantar uma marcha de São João...






Um Campeonato. Muita Festa e uma Dupla Vencedora: os "FF" de Famalicão!


Com a presença dos filhos do homenageado da tarde, o professor Hernâni Gonçalves e também do autor da sua biografia e de todos envolvidos na organização, o I Campeonato de Matraquilhos do Centro Histórico do Porto, terminou repleto de emoção e com uma certeza: para o ano há mais!


foto: Busilis da Comunicação

Fique atento às vésperas do São João do Porto, é um campeonato que veio para ficar e encantar!

Facebook/Busilis

Nenhum comentário:

Postar um comentário